FENDAS, FRANJAS E GOLA RULÊ: AS MAIORES TENDÊNCIAS DA SEMANA DE MODA DE NY

Grifes como Marc Jacobs, Calvin Klein, Alexander Wang, Marchesa, Diane Von Furstenberg e Michael Kors desfilaram as novidades para a temporada

16193608
Foto: Style.com, Reprodução

Na última semana, encerrou-se mais uma Mercedes-Benz Fashion Week, a tradicional semana de moda de Nova York. Ao lado de Paris e Milão, é uma das mais influentes do mundo, contando com desfiles de Marc Jacobs, Calvin Klein, Alexander Wang, Marchesa, Diane Von Furstenberg, Michael Kors e inúmeros outros.

Mais sobre a NYFW:
:: 3 truques de beauté das modelos da Semana de Moda de NY
:: Moda festa: inspirações direto do desfile de Jenny Packham

A temporada recém-desfilada foi para o inverno 2014 – no Brasil, consideramos como inverno 2015 (sim, você leu certo). Mesmo que ela só chegue nas prateleiras tupiniquins no ano que vem, alguns truques já podem ser aproveitados nos próximos meses: seja desenterrando peças antigas do guarda-roupa, seja customizando atuais para tudo há uma solução.

Decote profundo

Nossas apostas estavam certas: só deu ele na NYFW. O decote ultra profundo tem suas raízes no fim dos anos 1970, e já passou por um revival no começo dos anos 2000. (Lembra do icônico vestido verde, sexy e esvoaçante da Jennifer Lopez? Pois é.) Se antes o tomara-que-caia reinava nos red carpets, agora o decotão entra em cena – e pode ser traduzido em vestidos, camisas, collants…o céu (ou o umbigo) é o limite. Os cuidados a serem tomados são na ocasião – nada de primeiro-encontro-com-a-sogra, viu? – e no corpitcho: quem tem um corpo mais curvilíneo, com seios volumosos, corre o risco de cair na vulgaridade. O segredo está no bom-senso e no conforto de quem usa.


Adeus, botões!

Sabe o milenar casaco de lã 3/4, cheio de botões, que todo mundo tem no armário? Esqueça-o.

O truque agora é o fechamento com botões escondidos, que resultam em uma aparência mais futurista à tradicional peça. Victoria Beckham, J. Crew e Rodarte estão entre os as marcas que apostaram na trend – destaque para a versão das irmãs Mulleavy, ultracolorida e com glitter. Será um dos maiores hits entre os blogs de street style, pode anotar.

A nova transparência

A transparência segue forte, mas dessa vez vem combinada com outras texturas pesadas e inusitadas – veludo e cetim foram as campeãs. Diferente das temporadas anteriores, agora o efeito transparente serve apenas como plano de fundo, não mais protagonizando as produções: o foco muda para as aplicações assimétricas e supertrabalhadas dos outros tecidos.

Mais colunas de Larissa Gargaro
:: Inspiração dentro e fora dos red carpets: por que Lupita Nyong’o é apaixonante
:: Guia de sobrevivência no verão (para quem está na cidade)


Azul & vermelho

Nem só de cinza e preto se faz um inverno: das marcas mais conhecidas como DVF, Thakoon e Tommy Hilfiger, até novatas como Rosie Assoulin (fique de olho nesse nome!), toques de azul e vermelho foram unanimidade entre os estilistas. Mas nada de Gre-Nal: cada cor tem seu momento de protagonista em looks full color,  ou até mesmo mesclada com estamparia tartan.

Fendas

Para a alegria das academias de ginástica, as fendas continuam firmes e fortes no guarda-roupa feminino. Haja malhação! Tanto nos vestidos longos, quanto em saias casuais, o truque aparece também em versões mais light – destaque para as saias-envelope, que revelam uma abertura até o joelho à medida que a peça se movimenta.

:: Inspiração: modelo com deficiência rouba a cena na Semana de Moda de NY

Gola rulê

Reza a lenda que o retorno da gola rulê está marcado e sacramentado para este inverno. Símbolo dos anos 1990, suspeito que 80% da população feminina tem (ou já teve) pelo menos uma peça dessas no armário. Ela faz sua volta triunfal em blusas de lã e até looks de festa, complementando vestidos e o combo saia+blusa.

Franja revisitada

Inconsciente coletivo é quando pessoas diferentes têm a mesma ideia, o mesmo pensamento. Fato recorrente no mundo da moda, no inverno 2015 não foi diferente: Hervé Leger, Thakoon e Derek Lam – para citar alguns – apresentaram saias e vestidos com a barra toda recortada, seja em faixas mais largas ou em tiras fininhas. O efeito pode substituir a fenda por mostrar o movimento da perna ao caminhar – mas nada de picotar aquele vestido que você tem em casa, tá?

Faux fur

Além da pele fake, a novidade nos casacos de inverno é uma textura que lembra cobertores infantis - como se fosse uma lã desfiada, aparece em tons pastel: rosa, nude, azul-bebê estão entre as escolhas de The Row, DKNY e Derek Lam – só para citar alguns. Destaque também para a combinação recorrente de casacões pesados com vestidos delicados: nada de sentir frio!

16191244

ORQUÍDEA RADIANTE: 3 PRODUTOS DE BELEZA COM A COR HIT DE 2014

Matéria anterior
16193711

ESTUDOS COMPROVAM QUE PASSEAR COM CACHORROS TORNA PESSOAS MAIS SOCIÁVEIS

Próxima Matéria