Você sabia que seu pet pode ter pressão alta? Veja como descobrir

Para quem pensa que pressão alta ocorre só em seres humanos, lamento informar que cães e gatos, assim como seus donos, também podem estar sofrendo os efeitos da hipertensão arterial. Embora acometa menos de 5% dos cães, algumas doenças têm efeitos sobre ela e os sinais clínicos, silenciosos e nem sempre específicos, acabam dificultando o diagnóstico que em alguns casos só é descoberto quando o animal está bem doente ou quando se faz necessária uma internação.

Os avanços na tecnologia em medicina veterinária permitem o diagnóstico da hipertensão arterial, esta na maioria dos casos associada a doenças crônicas como diabetes, doenças renais, obesidade e problemas relacionados com tireoide.

Alguns sinais como tosse, fraqueza, confusão mental, respiração acelerada e até ansiedade podem ser de patologia concomitante à hipertensão e vale a pena investigar, ainda mais se seu mascote é um animal idoso.

bbbb

E o que acontece se deixar um animal com pressão alta?
O mesmo observado em seres humanos: dentre seus efeitos está o de prejudicar outros órgãos, como o cérebro e o próprio músculo cardíaco, além de edema pulmonar, descolamento de retina e insuficiência renal como exemplos mais comuns.

Muitas clínicas já estão atentas à cardiologia veterinária e em poucos minutos é possível verificar por onde anda a saúde do coração de seu pet, mesmo procedimento que é realizado quando na internação. A questão é que o exame manipula o animal, o que por si só já causa certo estresse, por isso existe a necessidade de se medir mais de uma vez.

As causas e tratamentos são bastante variáveis. Mas, quando diagnosticado, lá vai seu pet tomar remedinho todos os dias, o que evitará maiores danos à saúde dele, preço que se paga pela longevidade de nossos mascotes.

Leia também
:: Gato com cão, cão com hamster… Dicas para adaptar um animal de outra espécie na casa
:: Frutas para pets: saiba quais não oferecem risco para seu mascote