Por que você não deve dormir com seu pet

Dói, eu sei, mas a verdade tem de ser dita e dormir com o pet, embora nos faça sentir um pedaço do paraíso, pode não ser prudente para algumas pessoas.

Confira algumas das razões que justificam abrir mão do prazer de dormir agarradinho com aquela bola peluda que, para dificultar as coisas, também adora pular para cima de sua cama quando o sono se aproxima. Mas é aquilo: se conselho fosse bom, a gente vendia. Se você é doido por seu pet, esqueça as particularidades que a afastam da cama porque, afinal, o que importa mesmo é ser feliz!

1. Dependência

Você está solteira, mora com a mãe e seu trabalho exige muitas viagens? Hoje pode ser que nada disso seja realidade, mas você pode prever o futuro? Então facilite sua vida e crie um mascote mais independente pelo bem dele e o seu;

2. Higiene

Lembra aquele dia que seu pet rolou a valer na grama do parque? Pois é, e tomou banho depois? Provavelmente não, lamento informá-la mas o risco de você ter levado para sua cama coliformes fecais não é pequeno, e se seu pet dorme no seu travesseiro, aí já viu. Cama pode se tornar um albergue de ácaros, fungos e pulgas.

3. Sono interrompido

Pet na cama pode ser sinônimo de sono “leve”. O medo de rolar em cima do animal, ou o mexe-mexe da troca de lugar impede que você mergulhe a fundo no merecido repouso ficando sempre no limiar do bom sono. Você não percebe, mas está atenta a toda movimentação e ruídos de seu pet, o que pode afetar negativamente a qualidade do sono o que é potencializado naqueles que já têm problemas para dormir ou que sofrem insônia.

4. Desconforto

No inverno pode ser interessante você ter um animal com dois graus a mais de temperatura corpórea, sensação que já não é tão bem vinda assim nos meses de verão. Só que seu pet, acostumado ao mimo, não quer saber em que estação estamos e se for afastado da cama, nos dias quentes de verão, pode se sentir ressentido;

5. Fisiologia

Vocês tem ritmos cardíacos distintos e sensibilidades diferentes ao frio e calor. Enquanto você precisa de um ar condicionado bem em cima de sua cama nos meses quentes, seu pet pode passar a noite toda espirrando por conta disso.
Falando em espirros, atenção para quem sofre de rinite pois pode acordar com o nariz entupido.

6. Acidentes

Não pense que é raro. Tem pet que se fere feio com dono rolando acidentalmente por cima, mas o mais comum é ele, o dono, levar aquela mordida de um animal que acorda assustado e com dor, e por causa disso não distingue, na escuridão da noite, que aquela coisa que estava na sua frente era o rosto do dono;

Foto: Pexels

Foto: Pexels

Entendeu por que a maioria dos médicos condena a prática? Isso não quer dizer que você não possa compartilhar da cama com seu pet, mas esteja atento à higiene e sinais de alergia.

Ainda não está convencida a deixar o Totó do lado da cama? Então lembre que animais que dormem com seus donos tendem a ser mais possessivos, inseguros e até mesmo ansiosos, e se ele precisar ficar separado de seu dono ou se for necessária sua internação, sua recuperação poderá ser prejudicada se ele sentir sua ausência, sofrimento esse que também é um dos motivos para justificar criar um pet com mais autonomia.

Foto: Pexels

Foto: Pexels

Leia mais:
:: Alimentação para cães e gatos: entenda os riscos de mudar a dieta dos pets
:: Tristeza, uivos e xixi fora do lugar? Seu pet pode estar apaixonado