Foto: Mauricio Capellari, divulgação

Foto: Mauricio Capellari, divulgação

Uma dúvida bastante comum aos marinheiros de primeira viagem com pet recém-chegados na casa é saber se o filhote que está estirado em um canto do corredor está pondo em prática seu merecido repouso ou se está tendo os primeiros sinais visíveis de uma doença.

A indignação é sempre uma retórica: “Mas ontem ele estava brincando que era uma beleza!” E agora os tutores não sabem se procuram um veterinário ou se deixam seu pet dormir durante horas e depois acordar e mostrar que tudo não passou de um mal entendido.

Foto: Pexels

Foto: Pexels

E quando se preocupar de verdade com o sono de seu filhote?

Existe um pedido crítico, a famosa quarentena, dias em que seu pet pode manifestar doenças que adquiriu antes de chegar à sua casa, como cinomose, doença que não pode ser diagnosticada porque ainda estava na fase de incubação, uma doença que vai deixar seu cãozinho bastante apático.

Mas vamos lá: filhotes tendem a ter um ciclo que se repetirá algumas vezes ao dia que é brincar, comer e dormir. Em algum momento, seu mascote vai parar o que estiver fazendo para fazer xixi e cocô. Filhotes muito “espoletas” podem pregar peças em seus donos e dormir por horas sem se importar nem mesmo com o bater de portas. Pronto: adoeceu. Então aqui vão umas dicas para você entender se seu pet está morto de cansado ou precisando de avaliação veterinária.

Foto: Pexels

Foto: Pexels

* Pet de crianças tendem a dormir mais e de forma profunda por brincarem até a exaustão.

* A respiração de um filhote saudável é ritmada e tranquila. Observe se não é profunda demais (demora para o abdome subir, demora para descer) ou muito rápida, quase ofegante.

* Filhotes sonham e podem ter pequenos “pinotes” enquanto dormem, é normal.

* Se estiver dormindo e você o chamar, ele (se cansado) costuma movimentar apenas o globo ocular, fita o dono e volta a dormir. Filhotes doentes demoram a responder esse chamado e podem não procurar os olhos do dono.

* Aliás, olhos opacos e sem brilho significam problemas à vista.

Foto: Pexels

Foto: Pexels

Quando seu pet está doente, não é apenas o sono o que vai ser relatado ao veterinário. Você pode observar outros sinais sobre a saúde de seu filhote. O mais comum que se espera de seu pet nessa fase da vida são doenças virais e verminoses intestinais, esta podendo ser transmitida para as crianças.

* Fique atento a secreções oculares e nasais.

* As fezes de seu pet devem ser firmes e ligeiramente secas.

* O pelo de seu filhote deve estar brilhoso, não seco nem com seborreia.

* Filhote saudável pode comer demostrando bom apetite como se pudesse engolir o pote junto.

* Cansaço de um dia inteiro pode acontecer, ainda mais com excesso de atividades e calor, mas fique atento se no dia seguinte isso se repetir.

* Para filhotes recém-chegados, choro noturno ou quando estiver sozinho pode ser normal, mas é melhor ser avaliado se durar por mais de 5 dias.

* Falando em choro, se este vier quando você o pegar no colo, isso pode estar associado com dor abdominal ou muscular.

* Filhote “se esconder” em algum canto da casa nos primeiros dias pode ser medo, mas também pode ser dor.

Paralelo a isso, saiba que seu filhote pode se estressar no ambiente novo, sentir falta da mãe e dos irmãos, uma das razões pela qual não se recomenda a separação dos filhotes antes dos 60 dias de vida.

Leia mais:
:: Perigo em casa: saiba quais plantas podem ser tóxicas para seu animal de estimação
:: Fique de olho nos carrapatos! Como se livrar desse problema com seu cão
:: Descubra o que fazer para seu cachorro não enjoar em viagens