Aprenda a preparar um biscoito que você e seu pet podem comer

Friozinho lá fora e você pensando em qual filme assistir esta noite? Uma boa pedida, ainda mais se for para assistir debaixo das cobertas, agarradinha com seu pet e comendo petiscos. E que tal preparar pessoalmente um biscoitinho integral que pode ser compartilhado com seu cão sem medo nem culpas?
A doutora em nutrição animal Geruza Silveira Machado elaborou especialmente para Donna uma receita de biscoitinho integral que se pet vai adorar.

Foto: Pexels

Foto: Pexels

Quer fazer o teste? Então arregace as mangas e siga as instruções.

Biscoito integral de maçã

  • 1 maçã com casca sem semente
  • 320 gramas de farinha de trigo integral
  • 125 ml de leite sem lactose ou água
  • 1 colher de sopa de óleo de coco
  • 1 ovo grande
  • 1 colher de sopa de mel
  • 1 colher de chá rasa de Canela em pó

Modo de preparo

  • Triture a maçã no liquidificador ou processador. Reserve. Misture em uma tigela o ovo já batido com a água ou leite, o óleo de coco e a maçã. Despeje aos poucos a farinha, a canela e o mel, depois amasse tudo muito bem até ficar homogêneo. Abra a massa com um rolo e corte em formato de biscoito. Asse a 180° C por 15 a 20 minutos.

Os benefícios

Geruza explica que nesta receita há muitos benefícios para os cães. Da farinha integral e da maçã vêm as fibras. A fruta também é fonte de pectina, uma fibra fermentável que melhora a saúde intestinal, e também de polifenóis, estes encontrados especialmente na casca. Depois de absorvidos, os polifenóis são metabolizados e atuam sobre os radicais livres, limitando os efeitos nocivos do estresse oxidativo.

A canela, rica em antioxidantes, tem propriedades que ajudam a regular a taxa de açúcar do sangue. Já o óleo de côco é fonte de triglicerídeos de cadeia média (TCM) que não se acumulam sob forma de gordura. Metabolizados de forma fácil e eficiente pelo organismo, constituem uma fonte alternativa de energia para melhorar a função cerebral dos cães.

Fique ligada!

É importante lembrar que qualquer petisco (frutas, verduras, snacks e biscoitos) devem ser ofertadas com moderação para evitar diarreia devido à superalimentação e/ou ao aumento de peso por ingestão de excessos. O ideal é que as porções oferecidas sejam proporcionais ao peso do cão. E lembre-se: biscoitos não substituem o alimento completo e balanceado.

Agora é deixar esfriar e bom filme!

Leia mais:
:: Alimentação para cães e gatos: entenda os riscos de mudar a dieta dos pets
:: Frutas que seu pet pode (e deve) consumir
:: Outras frutas que seu pet pode consumir