Cuidado: petiscos da ceia de Natal podem fazer mal a seu cão

Cuidado: petiscos da ceia de Natal podem fazer mal a seu cão

Que mal pode fazer um pedaço de chocotone, uma única vez, ao nosso melhor amigo? Pois saiba que chocolate pode levar seu cachorro para o hospital veterinário antes mesmo de você terminar com as comemorações de Natal e Revéillon.

Mais comum do que se pensa, a madrugada do dia 25 de dezembro e o 1º de janeiro são casa cheia para muitas clínicas veterinárias, que sabem que as festas de final de ano são estendidas aos pets da família, mas a falta de informação pode alterar toda a programação, ainda mais se a família estiver no litoral. E não é por mal, às vezes o próprio mascote encontra um pedaço do petisco no chão, rouba das mãos das crianças e até mesmo do cesto de lixo.

Foto: Pixabay, Divulgação

Foto: Pixabay, Divulgação

Para começar 2017 com a pata direita, não descuide da alimentação de seu pet nas festas de final de ano. Priorize alimentos específicos para animais e sempre com moderação: o sobrepeso é outro vilão que traz sérios problemas à saúde do seu melhor amigo.

Conheça os 10 alimentos listados pela zootecnista e doutoranda em Nutrição de Cães e Gatos na UFRGS, Geruza Silveira Machado, que comprometem não apenas suas férias, mas a vida de seu mascote.

CHOCOLATE – O vilão presente o ano todo é, em primeiríssimo lugar, o deslize mais comum dos proprietários. Três de seus componentes são tóxicos para cães. De rápida absorção, estas substâncias, ao caírem na corrente sanguínea, atingem o sistema nervoso central e ocasionam excitação. As manifestações clínicas – diarreia, vômito, tremores e respiração acelerada – surgem de seis a 12 horas após a ingestão e podem persistir por dias. Pode ocorrer hemorragia intestinal e, em casos mais severos, convulsão e até coma. A dose tóxica varia de acordo com o porte físico e a sensibilidade do animal, mas uma barra de 120 gramas pode ser fatal para um cãozinho de dois quilos.

CAFEÍNA — É tóxica se ingerida em altas doses (63mg/kg de peso do cão).

Foto: PixaBay, Divulgação

Foto: PixaBay, Divulgação

ALHO/CEBOLA — Esses alimentos têm concentrações de dissulfetos e a intoxicação ocorre quando os animais as consomem em altas concentrações. Em função de alterações no sangue, os sintomas são vômitos, diarreia, perda de apetite, depressão e dor abdominal. Após alguns dias pode se notar fraqueza típica de um quadro de anemia.

MACADÂMIA — Outro alimento que ser fatal se ingerido por cães. Basta pequena quantidade para desencadear um quadro de intoxicação gastrointestinal, além de tremores, problemas musculares, respiratórios e febre.

PANETONE E UVAS PASSAS — Segundo o Centro de Controle de Envenenamento Animal (APCC) da Sociedade Americana para Prevenção da Crueldade a Animais (ASPCA), a ingestão de uvas, por cães, pode causar insuficiência renal aguda, o que o levaria à morte. Ainda não se conheça o mecanismo de ação, razão pela qual não se recomenda seu consumo.

Foto: PixaBay, Divulgação

Foto: PixaBay, Divulgação

BEBIDA ALCOÓLICA — O efeito do álcool sobre o fígado e cérebro dos humanos é o mesmo apresentado pelos cães, estes, porém, sensíveis a doses mais baixas de consumo.

OSSOS — O maior problema com os ossos é o risco de obstrução do esôfago e engasgamento. Se mastigados, lascas do osso podem perfurar gengivas e até o sistema digestivo do animal.

ABACATE — Embora inofensivo para humanos, a substância chamada persin é altamente tóxica para a maioria dos animais.

MAIONESE CASEIRA E OVO CRU — O problema é o ovo cru oferecido por longo período de tempo. Além do risco de contaminação por bactérias (como a salmonella) sua ingestão promove a absorção de enzima que interfere no metabolismo de uma vitamina B, o que pode causar patologias na pele e pelagem do seu cão.

DOCES (BALAS, CHICLETES, ETC): Xilitol, um adoçante artificial encontrado em doces e balas, pode causar problemas hepáticos e queda dos níveis de açúcar no sangue dos cães. O consequente aumento da insulina pode desencadear um quadro de diabetes. Em função da obesidade e problemas dentários, o açúcar já é condenado na alimentação dos pequenos animais.

Leia mais
:: Veja dicas para acostumar seu pet a ficar sozinho em casa
:: Faça você mesmo: dar banho no seu pet em casa pode ser divertido
:: Saiba quais são os cuidados necessários para os olhos do seu pet

Marca cria máquina fotográfica para cães registrarem seus melhores momentos

Marca cria máquina fotográfica para cães registrarem seus melhores momentos

Não é de hoje que o “melhor amigo do homem” já faz parte do núcleo de muitas famílias. Estamos falando dos cachorros, que entram até em testamentos e são motivos de disputa de guarda entre seus donos. Até aí, tudo bem! Mas agora eles podem ser fotógrafos! Os bichanos poderão registrar os seus melhores momentos. Isto porque a gigante japonesa Nikon anunciou que o desenvolvimento de uma máquina fotográfica especialmente para eles, os cachorros, graças a tecnologia que recebeu o nome de “Heartography”.

:: Saiba reconhecer 10 sinais de que seu cão pode estar doente
:: Atenção! Chocolate possui substâncias tóxicas para os pets

Funciona da seguinte maneira: as câmeras estão acopladas em uma espécie de coleira, que carrega também um monitor de batimentos cardíacos. Quando o coração dos bichanos acelera, a câmera dispara. Ou seja, quando ele ficar feliz e o rabo começar a abanar – indicando a excitação –, está feito o registro. As imagens são enviadas através de bluetooth para os donos. A marca ainda não divulgou data de lançamento, mas divulgou este vídeo, onde apresenta o produto:

DogLover inaugura loja online de roupas para pets

DogLover inaugura loja online de roupas para pets

Tudo bem que eles têm pelos e sentem menos frio do que a gente, ainda mais em pleno verão.

Fala por ti!

Fala por ti!

Mas nem por isso deixa de ter quem curta dar uma estilizada no visual do seu melhor amigo, né?

Se esse é o seu caso, prepare-se para amar essa novidade: especializada em roupas e acessórios diferenciados para cães, a DogLover agora tem venda online.

Em três coleções – Party, Glam Rock e Basics –, as roupinhas são confeccionadas para todos os tipos de cãezinhos de pequeno e médio porte, em tecidos como tafetá, chantung e casimira. Tem de vestidos de festa a smokings, ternos e coletes, além de laços, camisetinhas, jaquetas e até jeans. Para os cães de grande porte, coleiras e guias estilizadas garantem o ar fashionista.

Tudo bem, mas não vamos exagerar, tá?

Tudo bem, mas não vamos exagerar, tá?

Ice Pet: marca lança sorvete para cães e gatos

Ice Pet: marca lança sorvete para cães e gatos

Quem nunca levou o cachorrinho no passeio até a sorveteria e morreu de dó de ver o bichinho salivando por um pedacinho da casquinha de morango? Foi pensando nisso que a empresa Ice Pet lançou sorvetes próprios para o consumo dos animais, que podem ser servidos em temperatura ambiente, gelado ou congelados.

Além dos tradicionais sabores como creme, morango, banana e carne, já disponíveis na linha Cute, a marca lança mais cinco novidades. São sorvetes com gostinho de iogurte, maçã, manga, melancia e goiaba, que agora são comercializados em formato líquido – o que facilita o armazenamento nas pet shops e na cozinha de casa, já que não precisa ficar no congelador.

sorevetspet

As delícias geladas são livres de substâncias prejudiciais para os bichinhos de estimação, como gordura hidrogenada, açúcar e lactose. Pets preparadíssimos para o verão!

Mais produtinhos especiais para pets
:: Nada de detergente! As bolhas de sabão para brincar com os bichinhos
:: Sanitário auto-limpante promete ser o fim das caixas de areia

ice-pet-2

 

Tublec-tublin… bolinha de sabão (de cachorro)

Tublec-tublin… bolinha de sabão (de cachorro)

Uma das melhores coisas de conviver com nossos amigos peludos é vê-los brincar – ou rolar no chão para brincar com eles. Se para nós o momento brincadeira já é uma delícia, imagine para eles. Veterinários afirmam que cães e gatos precisam brincar desde filhotinhos, para que desenvolvam todos os aspectos de suas personalidades normalmente, de maneira saudável. Brincar proporciona um desenvolvimento cardiovascular correto, além de maior equilíbrio e coordenação motora. Até os instintos de caça e proteção, presentes em cães e gatos, são aguçados quando o animal está habituado a brincar. Animais que se divertem – sozinhos ou com seus donos – também tendem a ser menos ansiosos, mais dóceis e sociáveis.

Nós adoramos brincar!

Nós adoramos brincar!

Eu também! Eu também!

Eu também! Eu também! Adoro morder, correr, pular, cavar, estragar as coisas…

Ninguém duvida que brincar com nossos bichos é maravilhoso. O problema é encarar a tarefa diária de interagir com eles quando se tem uma penca de outros compromissos, horários apertados e um super cansaço acumulado ao final de um longo dia de trabalho.

Correria? O que significa isso?

Correria? O que significa isso?

Para nos ajudar nessa tarefa, a indústria de produtos para pets já desevolveu uma gama enorme de produtos capazes de entreter nossos animais quando nós mesmos não podemos estar com eles.

A novidade do momento, recém lançada no Brasil, é a bola de sabão para pets. Isso mesmo. Toda a diversão das bolinhas de sabão, sem o perigo de intoxicação pelo detergente. Fabricada pela Pet Games, a Pet Bolhas tem aroma de melão e não é tóxica – o Inmetro certifica o produto. O principal objetivo da invenção é proporcionar bem-estar físico e mental aos bichos, atiçando o instinto de caça por diversão.

Adooooooooro bolinhas! Tublec-tublin...

Adooooooooro bolinhas! Tublec-tublin…

– Quando produzimos as bolhinhas, imediatamente ocorre um estímulo visual e olfativo muito forte. Os cães e gatos ficam curiosos e correm atrás das bolhas para capturá-las com a boca e as patas, principalmente os animais mais jovens e com forte instinto de caça – explica o médico veterinário da Pet Games, Dalton Ishikawa.

Esse é o produto. Custa R$ 7,40, em média.

Esse é o produto. Custa R$ 7,40, em média.

Ficou interessado? Tem pra vender aqui neste link.

Bolinha de sabão pode ser legal, mas uma pantufa tem o seu valor...

Bolinha de sabão pode ser legal, mas uma pantufa tem o seu valor…