5 cirurgias plásticas mais procuradas no inverno

Procedimentos estéticos beneficiam-se da pouca exposição ao sol e do menor inchaço corporal

Época em que quase não nos expomos ao sol, transpiramos e inchamos menos, o inverno é a estação preferida por quem quer se submeter a tratamentos estéticos. Isso porque a cicatrização é melhor e o risco de manchas na pele diminui. Quando se trata de cirurgia plástica, cinco procedimentos lideram a lista dos mais procurados durante o frio.

Independentemente da parte do corpo, a regra número 1 dos procedimentos é ter muito clara a sua motivação.

– O médico tem que avaliar bem o componente psíquico – aconselha o cirurgião plástico Evando Lucena. – Tem pessoas que procuram a cirurgia plástica no intuito de se ver melhor e estar bem consigo mesmas, mas outras buscam cobrir motivos que não é a cirurgia que vai resolver.

:: 12 dicas para o pré-operatório
:: O que você precisa saber antes de fazer cirurgia plástica

Em sua maioria invasivos, os procedimentos exigem cuidados no pós-operatório. Tal esforço precisa ser muito bem recomendado, ou seja, a expectativa do paciente e a estimativa dos resultados devem estar muito bem alinhadas. Confira abaixo as cirurgias preferidas do inverno:

Mini lifting facial

Também chamado de cirurgia do rejuvenescimento facial, é indicado para pacientes com excesso de pele na face nos graus leve ou moderado. O “mini” é feito de forma localizada no rosto, reposicionando o músculo para eliminar a flacidez. Por isso, seus resultados são duradouros, diferentemente do botox, que é transitório, já que depende do tempo que o corpo demora para absorver a toxina botulínica.

Rinoplastia

É feita na estrutura do nariz e corrige limitações respiratórias, além de influir na harmonia facial. Pode mudar o tamanho do nariz em relação ao equilíbrio facial, a largura da base das narinas, o perfil (corrigindo curvas ou depressões na ponte nasal), a forma e o tamanho da ponta, a dimensão das narinas e até mesmo a assimetria nasal.

00a3eaff

Ritidoplastia

Melhora sinais visíveis de envelhecimento no rosto e no pescoço, como flacidez no terço médio da face; vincos profundos abaixo das pálpebras inferiores ou ao longo do nariz, estendendo-se ao canto da boca; gordura que tenha baixado ou sido deslocada; perda de tônus muscular na face inferior, podendo causar papada, pele frouxa e excesso de depósitos de gordura sob o queixo e a mandíbula.

Lipoaspiração

Consiste no “derretimento” e na retirada de gordura localizada do corpo, podendo ser feita por três métodos: hidratação (injeção de soro com adrenalina para explodir a célula de gordura), ultrassom ou laser. Já na lipoescultura (ou lipoenxertia), a gordura retirada é recolocada em outra parte do corpo. Geralmente, a sucção é feita pelo método de hidratação, já que ultrassom e laser podem “queimar” a gordura.

Abdominoplastia

Ou dermolipectomia abdominal, é indicada para pacientes que tenham acúmulo de pele, gordura e flacidez na região do abdômen – após perderem uma grande quantidade de peso, por dieta ou cirurgia bariátrica, por exemplo. Consiste no reposicionamento dos músculos, retirada do excedente de pele e gordura e recolocação do umbigo.

*Implantes de próteses mamárias não estão na lista porque são considerados procedimentos mais simples e menos limitadores em termos de recuperação, por isso a procura por eles ocorre regularmente durante o ano inteiro.

15976991

Aspectos que você deve considerar antes de realizar mamoplastia de aumento

Um mesmo tamanho não serve para todas as mulheres: elasticidade da pele, composição da mama, proporções do
tórax e corpo, além do desejo da paciente, devem ser avaliados.

O implante mamário não a impedirá de amamentar: um dos maiores mitos é de que a paciente não mais poderá amamentar por incapacidade ou pelo risco de transferência de produtos químicos à criança.

Os seios podem ter aparência natural: a adequada escolha do volume e o posicionamento do implante devem considerar idade, altura e aspectos do tórax e da mama para que o resultado desejado seja obtido.

Os implantes mamários não duram para sempre: apesar de a nova geração de implantes ser mais segura, eles possuem uma vida útil limitada. Exames periódicos da mama são necessários para garantir sua saúde.

Por mais popular que seja a cirurgia de implante de mama, ainda existe muita desinformação. Separar os fatos dos mitos é etapa importante na preparação para a cirurgia. Não tenha receio de esclarecer suas dúvidas com seu cirurgião plástico.

00a3edfd

Leia mais
Vídeos recomendados
Comente

Hot no Donna