Alergia a comésticos? Dermatologista dá dicas para evitar irritações na pele

Maquiagens minerais são mais indicadas para mulheres sensíveis

Fabricantes procuram abolir de suas fórmulas cerca de 100 substâncias já conhecidamente irritantes
Fabricantes procuram abolir de suas fórmulas cerca de 100 substâncias já conhecidamente irritantes Foto: Divulgação

Você usa o mesmo creme há anos e, de um dia para o outro, ele começa a irritar sua pele. A situação é mais comum do que se imagina. De acordo com a dermatologista Luisimara Garcia, ninguém se torna alérgico depois de usar um produto uma única vez na pele.

? O corpo leva um certo tempo para entender uma substância como perigosa e começar a rejeitá-la ? explica.

A irritação na pele causada por algum agente externo ? denominada dermatite de contato ? pode se apresentar de duas formas: irritação primária ou alérgica. A primeira ocorre pelo contato com irritantes que provocam dano imediato à pele.

? Isso costuma acontecer quando mulheres usam muito creme anti-idade com ácidos ? explica Luisimara.

Quando ela aparece na forma alérgica, a paciente deve interromper o uso do produto de forma permanente. Uma opção são os cosméticos hipoalergênicos, desenvolvidos com o menor número possível de substâncias irritantes, de ação comedogênica (que obstruem os poros), conservantes e aromas.

Testes

Fabricantes procuram abolir de suas fórmulas cerca de 100 substâncias já conhecidamente irritantes. Seus produtos são testados para garantir um baixo índice de reações alérgicas. Todos os testes e resultados são submetidos à Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) para autorização da comercialização.

Os rótulos de produtos hipoalergênicos deverão apresentar, obrigatoriamente, a expressão “este produto foi formulado de maneira a minimizar possível surgimento de alergia”.

Opção para pele sensível

A outra opção para mulheres alérgicas ou sensíveis é a chamada maquiagem mineral.

? A grande vantagem é que as maquiagens minerais não apresentam pigmentos sintéticos, são ricas em oligoelementos, que equilibram a função barreira da pele, e, em sua maioria, são livres de fragrância e parabenos ? explica Joyce Quenca, cosmetóloga e diretora de pesquisa e desenvolvimento da Biodiversité, empresa especializada na divulgação de inovações em dermocosméticos.

Em estudo realizado com a Faculdade de Ciências Farmacêuticas e o Instituto de Química da USP, a cosmetóloga provou que maquiagens minerais aumentam a estabilidade dos filtros solares, criando uma barreira contra a radiação UVA.

Preste atenção

?  Fique atento ao uso de demaquilantes e sabonetes para limpeza. Muitas vezes são eles, e não as maquiagens, que causam alergia.

? Cuidado também com pincéis, esponjas e aplicadores. Se não estiverem limpos e secos, podem causar alergia devido à presença de fungos e bactérias.

? Verifique a validade de suas maquiagens.

? É comum que mulheres alérgicas desenvolvam novas alergias a diferentes maquiagens ao longo do tempo, mesmo à velha companheira.

? Existem pessoas que podem desenvolver alergia à maquiagem mineral, mesmo esta sendo natural. Se a pessoa tiver predisposição à alergia, é importante fazer o teste de contato caseiro.

?  Coceira e ressecamento podem indicar falta de hidratação e não alergia. Além disso, pele oleosa também pode ser alérgica.

?  Evite maquiagens sem descrição da composição no rótulo. Caso tenha uma crise alérgica, essa informação é essencial.

? Procure produtos que não obstruam os poros ? os cremes e pós não comedogênicos. A pele respira melhor.

? Quando ocorrer uma crise alérgica, observe como se dá a irritação, quando ocorre e após qual cosmético ela começou.

? Evite sair ao sol quando a pele estiver irritada.

? Dê preferência a produtos sem fragrância. Os perfumes são altamente irritantes.

Leia mais
Comente

Hot no Donna