Bebida alcóolica acelera o envelhecimento da pele

"Não adianta gastar dinheiro na clínica estética se depois se coloca tudo a perder num copo de bebida", diz cosmetóloga

Brasileiros começam a conhecer os prazeres da bebida sem muito álcool
Brasileiros começam a conhecer os prazeres da bebida sem muito álcool Foto: Reprodução, Zastavki

Tequila, vodka, vinho. Pode combinar com fim-de-semana e festa, mas faz mal para o corpo e para a beleza. Além dos efeitos mais conhecidos, como o comprometimento da coordenação motora e o surgimento de doenças no fígado, o álcool pode causar mais problemas.

? O consumo de álcool etílico, o tipo mais comum contido nas bebidas, pode tirar o brilho e a beleza da pele, provocar o surgimento de doenças nas unhas, dentre outros malefícios ? afirma a cosmetóloga Dra. Sheila Gonçalves.

Ela assegura que a bebida alcoólica é um “veneno” para quem busca prolongar a juventude e retardar o surgimento dos sinais de envelhecimento.

? Mesmo que o consumo seja pequeno, o álcool é um agente dilatador dos vasos sanguíneos, o que provoca alterações nas células da pele, provocando uma série de conseqüências, além do envelhecimento precoce, tais como: dermatite seborreica, aumento de incidência de caspa, aumento do tamanho da glândula sebácea, resultando mais oleosidade na face, unhas fracas e com manchas brancas, vermelhidão facial, que pode chegar a rosácea, desidratação, que pode levar a descamação, principalmente nos cotovelos e joelhos, psoríase etc ? alerta a cosmetóloga.

Todos esses efeitos são mais intensos nas mulheres, que são menos resistentes ao álcool.

? O álcool se mistura com a água do corpo e, como as mulheres possuem proporcionalmente menos água do que os homens, a concentração e os efeitos da bebida são maiores. Portanto, não recomendo perder tempo e dinheiro na clínica estética e na utilização de cosméticos se a mulher colocar tudo a perder num copo de bebida ? enfatiza Dra. Sheila.

Para ela, o ideal é trocar a cerveja por chás, por exemplo, que é uma bebida estimulante, refrescante e praticamente sem calorias, se tomada pura.

? Além das substâncias antioxidantes, o chá contém bioflavonóides, que podem reduzir o risco de câncer, doenças do coração e derrames. Os chás em geral ajudam a reduzir a oleosidade da pele, ajudam na cicatrização e combatem o envelhecimento ? observa a cosmetóloga.

Para quem achar que chá é uma escolha muito radical, ela recomenda que seja ingerida a bebida com menos teor alcoólico, a cerveja, por exemplo. Com 5% de concentração, a cerveja fica atrás dos vinhos, com 12% e, em primeiro lugar, os destilados, como o whisky, com 40%.

Leia mais
Comente

Hot no Donna