Brilho indesejável: saiba como evitar pele oleosa no verão

Lavar o rosto com água fria com sabonetes neutros deixa a pele limpa e com menos oleosidade

Boa alimentação, à base de frutas e vegetais, e o consumo de água ajudam a manter a pele saudável
Boa alimentação, à base de frutas e vegetais, e o consumo de água ajudam a manter a pele saudável Foto: PATRICK KOVARIK

Pele oleosa dá trabalho, sobretudo no verão, com a necessidade de usar protetores solares e hidratantes. A escolha errada dos produtos e a falta de cuidados essenciais podem ser a origem de alguns problemas. O excesso de oleosidade, geralmente característica genética, dá a aparência de pele suja, isso quando não é agravado pelo surgimento de cravos e espinhas.

Em alguns casos de alterações, explica o dermatologista Renato Bakos, pode haver a necessidade de intervenções médicas, como a administração de remédios ou a realização de peelings intensos. Bakos ressalta que, na maioria das vezes, cuidados básicos podem amenizar o efeito da oleosidade e deixar a pele com aspecto mais saudável. Confira as dicas do especialista.

? Lavar o rosto com água fria, de duas a três vezes por dia, com sabonetes suaves/neutros ou lenços umedecidos deixa a pele limpa e com menos oleosidade. Mas deve ser evitada a limpeza muito intensa, que pode resultar no chamado efeito rebote, quando a pele, ao ser agredida, se defende produzindo ainda mais oleosidade.

? Para a eliminação de células mortas e cravos é recomendável uma limpeza mais profunda, com um peeling leve. Os mais intensos devem ter orientação de dermatologistas, porque podem resultar em danos à pele e até cicatrizes.

? Hidratar a pele também é necessário. Afinal, pele oleosa não é sinônimo de pele hidratada. Na hora de escolher qual produto utilizar, fique com os que têm no rótulo a expressão oil free.

? O uso de protetores solares é essencial, mas é importante dar preferência aos géis e aos produtos oil free.

? Em relação à maquiagem, Renato Bakos recomenda que seja mais leve, evitando os cremes e substituindo por produtos à base de gel, mais fluidos ou em pó, porque ajudam a reduzir a oleosidade. Lembra que para todas as peles, mas principalmente as oleosas, é importante retirar a maquiagem à noite. Peles oleosas costumam ter poros muito abertos, que podem ficar obstruídos, resultando assim em espinhas e cravos.

? Depois da limpeza, produtos adstringentes, sem álcool na fórmula, ajudam a fechar os poros e equilibrar o pH, acalmam e refrescam a pele.

? Uma boa alimentação, à base de frutas e vegetais, e o consumo de bastante água, fundamental para absorção dos nutrientes e para a hidratação, ajudam a manter a pele saudável.

? Peles oleosas costumam estar associadas a cabelos também oleosos. Por isso, é importante utilizar xampus adequados e aplicar condicionador apenas nas pontas, evitando o couro.

? Não é verdade que pessoas de pele oleosa têm menos rugas e envelhecem mais tarde. As rugas têm mais a ver com a cor da pele (as pessoas claras tem mais propensão a elas) e com a exposição exagerada ao sol.

? E um alerta: o estresse ativa o hormônio cortisol, que estimula a glândula sebácea, fazendo com que produza uma maior oleosidade.

Leia mais
Comente

Hot no Donna