Campanha transforma Gwyneth Paltrow em divas como Madonna e Audrey Hepburn

A campanha de 100 anos da Max Factor, empresa de cosméticos fundada em 1909, apresenta a garota-propaganda oficial, Gwyneth Paltrow, irreconhecível. Ou melhor, muito bem maquiada e preparada para representar ícones marcantes de quatro das dez décadas de atuação da marca.

A primeira homenageada é a bonequinha americana Audrey Hepburn, símbolo oficial da feminilidade durantes os anos 50. Para a transformação da atriz de 41 anos, a mais reconhecida maquiadora do mundo, Pat McGrath, foi convidada.

FIcou parecida, porém loira

O trabalho valeu à pena, Gwyneth ficou bem parecida com a atriz pincipal do filme Bonequinha de Luxo | Divulgação Max Factor

Para representar a década de 60, Gwyneth aparece caracterizada como a atriz francesa Brigitte Bardot, símbolo sexual da época. No estilo bagunçado e sem roupas clássicas, a atriz soube intrepetar muito bem a colega de profissão.

gwyneth brigitte

Gwyneth revivendo os anos em que Brigitte brilhava | Divulgação Max Factor

Os dez anos que compuseram a década de 70 fizeram e viram brilhar a atriz e modelo americana, Farrah Fawcett. O sexsymbol daquela época acumula em seu curículo mais de trinta filmes, além do seriado americano As Panteras,  em que deu vida à personagem Jill Munroe.

gwyneth farrah

Quem disse que a a atriz americana nunca interpretaria uma pantera? | Divulgação Max Factor

Por último, porém nada menos importante, o ícone eleito para representar os anos oitenta foi a cantora Madonna. Com todo o apelo sexual da personagem que se mantém icônica até hoje, Gwyneth teve que caprichar no carão.

gwyneth madonna

MDNA inconfundível! | Divulgação Max Factor

Lindo ensaio, não é mesmo? Gwyneth está cada vez mais lindona! Concorda ou não? Deixe seu comentário aqui no site ou lá em nosso Facebook.

Leia mais
Vídeos recomendados
Comente

Hot no Donna