Cortar com frequência faz o cabelo crescer? 9 mitos e verdades sobre a saúde dos fios

Coragem de perguntar todo mundo tem. O problema é obter uma solução objetiva, sem duplos ou triplos sentidos. Afinal, sempre há controvérsias quando o assunto é a beleza e a saúde da cabeleira. Pensando nisso, Donna foi buscar respostas com quem entende de verdade do assunto: a médica dermatologista Fabiane Lorenzini, integrante do corpo clínico do Hospital Moinhos de Vento, de Porto Alegre, e especialista em, claro, cabelos. Para quem pensava que o mundo das madeixas era um mistério, aí está a solução.

Tudo o que você queria saber sobre…

Química x saúde do cabelo

Segundo a doutora Fabiane, o que as mulheres mais fazem atualmente é a progressiva. Desde 2009, a Anvisa proibiu o uso do formol nos produtos para alisamento capilar, o que foi muito bom. No entanto, alguns produtos, em contato com o cabelo, produzem reações químicas que podem resultar em derivados de formol. Por isso, o primeiro conselho da médica é que este tipo de tratamento seja feito em um salão de confiança e cujos produtos tenham procedência garantida. Porém, mesmo tomando esses cuidados, quem trata os cabelos quimicamente repetidas vezes tem, sim, um desgaste maior dos fios. Segundo Fabiane, produtos como tinturas, clareadores e alisadores alteram a cutícula do fio capilar, deixando-o mais poroso. Com isso, o cabelo perde o brilho, quebra com mais facilidade e apresenta mais pontas duplas. O conselho é aplicar química com moderação, pois os danos nos fios custam a desaparecer. Os processos químicos não alteram a estrutura capilar. O ciclo do fio, no entanto, é de cerca de seis anos para as mulheres – desde o nascimento até sua queda natural. Portanto, o dano vai perdurar por um longo período.

Pode lavar o cabelo todo dia?

Pode, sim – aquela história de que cabelo apodrece, pega fungo ou cai é pura lenda. Segundo Fabiane, lavar todo dia não faz mal algum. Ela explica que a gordura produzida pelas glândulas sebáceas do couro cabeludo junta sujeira, o que ocasiona odor desagradável e aspecto feio. Por isso, lavar os cabelos está liberado. O problema é lavar os cabelos todos os dias com água muito quente: o calor estimula ainda mais as glândulas, que passam a produzir cada vez mais gordura. Além disso, a água quente contribui para o ressecamento das pontas.

:: Cores e cortes: as tendências em cabelos para o verão 2015
:: 40 anos, e agora? É hora de cortar o cabelo ou assumir madeixas longas?

Secador e chapinha são vilões?

Sim, são mesmo. O uso frequente causa dano térmico aos fios do cabelo, provocando a perda de brilho e o ressecamento das pontas. Usar de vez em quando não faz mal. O problema é aplicar todo aquele calor com muita frequência.

secador

Com ou sem sal?

Houve uma moda dos xampus sem sal, quando o cloreto de sódio foi acusado de danificar os cabelos. A dermatologista explica que o ingrediente é importante para controlar a viscosidade do xampu e também para limpar os cabelos. O problema é quando o produto tem sal em excesso: isso sim pode deixar o cabelo com aspecto opaco e prejudicar os fios no longo prazo. Por isso é importante usar xampus de marcas confiáveis. Mas essa história de só usar xampu sem sal é puro modismo, sem efeito prático.

Xampu antirresíduo: vale a pena?

Todos os produtos que usamos para embelezar o cabelo, como os hidratantes, séruns e pomadas, além do próprio combo xampu + condicionador, deixam resíduos que se acumulam nos fios. Por mais que a gente passe longos minutos enxaguando a cabeleira, alguma coisa sempre fica. O acúmulo dessas substâncias pode deixar o cabelo com aquele aspecto pesado, opaco, seboso. Por isso, é recomendado utilizar, de vez em quando, um xampu antirresíduo. O produto limpa profundamente os fios, retirando esses restos de ingredientes que se acumulam nos fios ao longo do tempo. Para Fabiane, uma vez a cada seis meses já é o suficiente. Mas podemos usar mais vezes do isso? Sim, claro.

Mais para mudar – e cuidar! – dos fios
:: Como cortar a franja de acordo com o formato de seu rosto
:: Água de coco é o segredo de loiras como Yasmin Brunet
:: Sem cor, com saúde! Como reverter os efeitos da descoloração

Química na gestação

Definitivamente, não pode. Segundo a médica, não há estudos que comprovem a segurança total dos produtos durante a gravidez. Há algumas marcas que alardeiam resultados positivos, mas a verdade é que as pesquisas são controversas e não se pode garantir que os agentes químicos não chegarão à placenta e ao bebê. A regra, então, é não fazer.

Cortar com frequência faz o cabelo crescer?

Não. O cabelo cresce, via de regra, cerca de um centímetro por mês. Cortar as pontas é bom, sim, para deixar o cabelo mais bonito e eliminar as partes ressecadas. Mas não é o corte que faz o cabelo crescer mais. Aparar as pontas de três em três meses já é o suficiente.

cabelon

Cabelo acostuma com xampu?

Não, não acostuma. O caso é que os produtos deixam resíduos, o que vai deixando o cabelo com aspecto pesado e até “gosmento”. Por isso, quando a pessoa troca de xampu, os resíduos deixados pelo anterior são retirados – e é por isso que o aspecto do cabelo costuma melhorar.

Meu cabelo cai muito. vou ficar careca?

Calma! É normal que todo mundo perca uma média de 100 fios por dia. Perdendo essa quantidade, o próprio ciclo do cabelo torna a queda imperceptível no volume total, já que uns caem e outros nascem em seu lugar. Há uma queda de cabelo sazonal, no início do verão, período em que as pessoas perdem um pouco mais. Mas essa queda não chega a ultrapassar os 100 fios diários.

Leia mais
Vídeos recomendados
Comente

Hot no Donna