Criolipólise: conheça o tratamento sem cortes ou cirurgia que congela gordurinhas

Por Camila Kosachenco

Reduzir aquela barriguinha indesejada, eliminar os pneuzinhos que insistem em sair para fora do cós da calça e diminuir os culotes. Eis o desejo de muitas mulheres. Ainda mais a alguns dias da chegada oficial do verão.  A criolipólise promete respostas sem cortes ou procedimento cirúrgico. Desenvolvido por pesquisadores da Universidade de Harvard, nos Estados Unidos, o tratamento foi apresentado ao mundo em 2010 no Encontro da Academia Americana de Dermatologia e consiste no congelamento das células adiposas.

— As células de gordura são extremamente sensíveis ao frio, por isso o resfriamento intenso, entre -5 °C e -10°C, ajuda a combatê-las. A baixa temperatura provoca a desagregação de gordura e danifica as células, que são eliminadas pelo organismo — explica o cirurgião plástico e membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica Guilherme A. Fritsch-Nunes.

De 2010 para cá, a metodologia se popularizou em clínicas e centros estéticos e ficou cada vez mais moderna. Hoje, com apenas um aparelho, é possível tratar até quatro regiões do corpo em apenas uma hora de sessão. Os resultados começam a aparecer a partir de 30 dias após o procedimento, quando já pode se observar redução de medidas e melhora no contorno do corpo. No entanto, os resultados ficam visíveis somente depois de 90 dias, apresentando uma redução de gordura que pode variar de 25% a 30%, segundo a fisioterapeuta dermatofuncional Solange Manica.

#DonnaBeleza
:: Magic Touch Detox, a massagem que te ajuda a eliminar até 1,5kg em uma sessão
:: De drenagem a plástica, os melhores tratamentos para queimar gorduras

:: Os tratamentos estéticos que você ainda pode fazer antes do verão chegar
:: De limpeza de pele a plástica, 15 tratamentos para fazer no rosto

 

Rápido e indolor

O processo é simples e indolor: primeiro, é colocada uma membrana anticongelante sobre a área a ser tratada. Em seguida, as manoplas do equipamento são dispostas sobre a região, promovendo uma sucção. Na sequência, começa o resfriamento em si.

— Em geral, as pessoas sentem um desconforto no momento da sucção, mas isso tende a durar poucos minutos. Quando ocorre a diminuição da temperatura, ele desaparece. Após o procedimento, é possível o aparecimento de hematomas e edemas, mas eles duram poucos dias — garante Solange.

Veja também
:: Celulite: 7 informações que toda mulher precisa saber
:: Hopping promete derreter calorias e combater celulite

Assim que acaba a sessão, a região é massageada por cerca de dois minutos, favorecendo o retorno do fluxo sanguíneo e, segundo especialistas, potencializando os efeitos da prática em até 44%. Terminada a sessão, a paciente é liberada e pode retomar as atividades de rotina. Entre os cuidados pós-criolipólise estão evitar o uso de qualquer anti-inflamatório por 15 dias, baixa ingestão de carboidratos, consumo elevado de líquidos e, claro, a prática regular de atividade física.

Passado o período de inflamação, que dura de 15 a 20 adias, tratamentos como lipocavitação, radiofrequência, ultrassom e carboxiterapia podem impulsionar os resultados da criolipólise, dependendo da indicação do profissional que realizou o procedimento.

00b4e6cb

 

“Prós e contras”

Criada para exterminar aquelas gordurinhas que teimam em não sair com o combo dieta+exercícios, a criolipólise não deve ser vista como salvação para pessoas que estão muito acima do peso. A técnica é indicada apenas para tratar de detalhes sem passar por uma cirurgia, sendo contraindicada para obesos.

— O procedimento é indicado para redução de gordura localizada e não para emagrecimento — explica a fisioterapeuta Solange Manica, que não recomenda o método também para pessoas com hipersensibilidade ao frio, doenças autoimunes, dermatites, hérnias na região, grávidas ou que tenham feito cirurgia recentemente.

Além destes cuidados, é bom ficar esperta se os equipamentos utilizados têm certificação da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

— Como membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica, alerto para os riscos de realizá-lo com profissional não habilitado e com a hiperexpectativa creditada ao procedimento como substituto da cirurgia. Em mão habilitadas, é uma técnica que nos ajuda no tratamento da gordura localizada de maneira complementar. É um procedimento que não está livre de complicações, daí a importância de ser realizado por profissional da área da saúde especializado. Existe risco de queimaduras graves da pele caso não sejam tomadas medidas necessárias de proteção da pele durante a aplicação do aparelho — avisa Nunes, ressaltando que o mais indicado é procurar médicos, fisioterapeutas dermatofuncionais ou biomédicos.

A técnica foi desenvolvida para ser feita uma única vez em cada região, entretanto, dependendo da avaliação do profissional, pode haver necessidade de repetir a sessão. Os preços da criolipólise variam de R$ 700 a R$ 1,5 mil por região, conforme Solange.

Veja também
:: Por que as mulheres têm mais celulite do que os homens?

:: Tchau, ressecamento! A importância de redobrar a atenção à hidratação da pele no inverno
:: Do pescoço aos pés: como hidratar as diferentes áreas do corpo

 

Resultado em 30 dias

Apesar de ser um tratamento que não exibe os resultados imediatamente, a espera vale cada segundo. Pelo menos é o que afirma a administradora de empresas Vivian Milani, de 32 anos, que fez a criolipólise em flancos, costas e braços. Um mês após o procedimento, já comemora a eliminação dos pneuzinhos.

— Os colegas do trabalho notaram, vieram dizer que eu estava mais magra. Na balança, está a mesma coisa, mas a cintura está bem mais fina — relata.

Em 30 dias, Vivian perdeu cinco centímetros na região do umbigo e outros quatro abaixo do umbigo.
Antes de “congelar” as gordurinhas, ela buscou mais informações sobre a técnica para não ter dúvidas sobre o investimento.

— Eu tinha um pé atrás, mas conversei com a profissional e ela esclareceu todas as minhas dúvidas. Hoje, recomendaria, com certeza. De todos os tratamentos que já fiz, foi o que mais deu para ver os resultados.

 

* Fotos: Adriana Franciosi

Leia mais
Comente

Hot no Donna