Dermatologista ensina a escolher o melhor produto para a limpeza de pele

Orientação de um dermatologista ajuda a eleger

Foto: Divulgação

Você consulta o dermatologista antes de comprar seus produtos de beleza? A orientação profissional, deixada de lado pela maioria das mulheres, pode garantir melhores resultados e um melhor investimento do dinheiro. A dermatologista Fernanda Casagrande explica:

? Gosto de saber toda rotina diária dos meus pacientes. Investigo se existe algum problema com fragrâncias e até se a pessoa dorme sozinha ou acompanhada. Isso tudo influencia muito a prescrição e adesão do paciente ao tratamento.

Fernanda também alerta que o médico pode estudar características da pele e prever ajustes de produtos ao longo do ano.

? Sempre aviso minhas pacientes que o tipo de pele pode variar. A mesma paciente que tem a pele seca no inverno pode passar a ter pele mista no verão. Isso ocorre porque o calor estimula a produção de sebo pelas glândulas sebáceas.

O produto ideal para cada tipo de pele

Depois de um estudo sobre estilo de vida e características da pele, o dermatologista vai prescrever o cosmético que mais se adeque ao paciente. Em linhas gerais, eles obdecem os parâmetros abaixo:

– Pele oleosa: podemos formular mousse com antibiótico, caso a pessoa tenha acne. Gosto muito do peróxido de benzoíla em mousse e do ácido salicílico para peles oleosas. Em casos de oleosidade muito excessiva, gosto muito da associação ácido salicílico e mentol, que promove uma contração dos poros e deixa a pele bem sequinha na medida certa.

– Pele seca: normalmente é uma pele mais madura, então já associo, no próprio sabonete, agentes que são renovadores celulares. Adoro o ácido glicólico nos sabonetes, pois além de renovar, tem a capacidade de hidratar a pele. Gosto de fazer associações com vitamina C e até DMAE na forma de mousse para limpeza. São superpráticos.

– Pele mista: além de ser o tipo mais comum de pele, é o tipo que requer mais cuidados, pois um pouco a mais ficará seca e um pouco a menos oleosa. Uso muito o glicólico na forma de mousse, porém em concentrações mais altas que na pele seca e sempre associo camomila, pois acalma a pele e não corremos o risco de irritações.

As últimas do Donna
Comente

Hot no Donna