Desembaraçar cabelo a seco, máscara depois do condicionador e mais: veja cinco “erros” que toda cacheada já cometeu

Foto: Eveline Toledo/Arquivo Pessoal
Foto: Eveline Toledo/Arquivo Pessoal

Ainda bem que a vida das cacheadas mudou muito nos últimos anos. O que fazíamos no passado ficou realmente no passado. Estamos em evidência, principalmente por nosso cabelo natural. Muitos anos de química, conversas com as amigas, receitas da mãe e vó edicas de cabeleireiros resultaram em um montão de erros e acertos na hora de cuidar do cabelo afro.

Quando finalmente nos reconhecemos como cacheadas e crespas, as coisas mudaram completamente: passamos a conhecer aqueles fios que estavam em nossa cabeça e vimos o tanto de coisa doida que fizemos no passado. Vamos relembrar?

1. Cabelo molhado pingando de creme

QUEM NUNCA?

Who Me GIF by SZA

Giphy.com

Acredito que esse é o maior e “pior” de todos. Quer dizer, não tem problema nenhum usar cabelo molhado, com pouco volume e escorrendo pela nuca e pela – talvez essa parte seja realmente a pior arte. Mas, normalmente, fazíamos isso quando o volume não era aceito, e o padrão escorrido reinava. Essa era a maneira de ter o cabelo “arrumado”, o pior era quando secava…

Felizmente, isso mudou, a maioria das mulheres de cabelo afro prefere estar de cabelo seco e com volume lá em cima.

2. Usar máscara como ativador/finalizador de cachos

Houve o tempo em que íamos comprar produtos capilares, e as opções eram quase nulas. Com certeza, muita gente usou creme de hidratação para amassar o cabelo e ter uma definição, né? Afinal, deixa o cabelo mais durinho e facilitava na hora de ativar os cachinhos. Mas claro, o produto não foi feito pra isso e podia acumular resíduos nos fios.

3. Passar máscara depois do condicionador

Shampoo GIF

Giphy.com

Esse é um erro geral de muitas mulheres. Não sei por que razão algumas marcas colocavam em seus rótulos que a máscara deveria ser usada após o xampu e para finalizar a lavagem – ou ainda usada após o uso de condicionador.

NÃO! Está errado. Na verdade, o xampu higieniza e abre os poros capilares, a máscara coloca os nutrientes pra dentro, e o condicionador higieniza um pouco, hidrata um pouco, mas, principalmente, fecha as cutículas dos fios. Ou seja: mudanças nesse processo podem prejudicar o cabelo.

4. Não cortar o cabelo nunca

O medo da tesoura atinge todo mundo, mas especialmente quem tem cabelo afro. Isso porque, se cortamos um dedo, parece que foi uma mão inteira. O motivo é o fator encolhimento. Mas, calma, há solução. A indicação é cortar pouco a cada três meses, assim renova as pontas e os nutrientes chegam até a ponta dos fios. O cabelo afro dificulta esse trajeto por conta das ondulações, e as pontas ficam secas mais rapidamente. Lembre que cortar é saudável.

5. Desembaraçar cabelo a seco

Hair GIF

Giphy.com

Perigo, perigo! Quem usou química por muito tempo se acostumou a desembaraçar o cabelo depois de seco e provavelmente tentou fazer o mesmo no cabelo cacheado. O cabelo afro quebra muito menos se se for desembaraçado ainda úmido. Então, aproveite a máscara de hidratação fazendo efeito e desembarace.

Só para lembrar que na verdade não existe erro nesse mundo capilar, o que existe são facilidades de cuidados e aceitações diferentes em cada tipo de cabelo.

Leia mais:
:: Divas Bllack: conheça a história da marca de maquiagens gaúcha voltada para a mulher negra
:: Volume no cabelo afro: dicas para não ter medo de se arriscar no cabelão
:: Franja em cachos? Inspire-se para um novo corte de cabelo

Leia mais
Comente

Hot no Donna