Do delineado gatinho à base perfeita: maquiador Fernando Torquatto responde às dúvidas das leitoras

Foto: Carol Goyer
Foto: Carol Goyer

Seja você expert ou apenas uma iniciante no mundo das bases, pós e pincéis, provavelmente tem perguntinhas para garantir uma maquiagem perfeita. E quem melhor para responder do que Fernando Torquatto? Um dos maquiadores mais consagrados do país, o beauty artist desembarcou em Porto Alegre no último mês, onde ministrou um workshop no evento Party at the Mall, do BarraShoppingSul. Donna levou até ele as perguntas das leitoras da Revista.

Qual a diferença entre primer e sérum? Como uso ambos?
O primer tem mais funções que o sérum, que texturiza a pele para receber a base. Com o primer, você consegue um resultado mais completo: não só na durabilidade da maquiagem, mas também na sensação de os poros estarem mais fechados. O primer também dá elasticidade para a base. Muita gente reclama que, conforme as horas passam, as linhas de expressão ficam marcadas. Com o primer, isso diminui bastante. E o sérum dá uma textura. Mas acho o primer mais completo.

Quais são suas apostas para o verão?
Entre os hits, estão gloss, batom líquido, batom líquido matte, com efeito vinil, tudo isso está súper na moda. A boca está muito democrática. O nude não estamos falando tanto. Está mais perolado, tem um brilhinho. Mas a profusão de cores que temos hoje em dia é que tem feito a cabeça das mulheres. Para o verão, citaria o pink, que está substituindo inclusive o vermelho até certo ponto. E também o vermelho mais aberto, alaranjado. O próprio laranja vivo, que tem um contraste, e não o laranja apagado, deixa o look muito bonito.

Foto: Fernando Willadino

Foto: Fernando Willadino

E o que não é tendência, mas veio para ficar, como a pele natural?
A pele realmente está bem mais natural. Mas, principalmente em tutoriais (no YouTube), a pele aparece ainda muito carregada. Elas (as blogueiras de make) fazem uma combinação tão grande de corretivos para ter o tal contorno da Kim Kardashian que acaba virando uma máscara. Isso eu acho totalmente fora de moda. As bases, inclusive, estão sendo lançadas em versões mais fluidas, além das líquidas, que já eram leves. Isso é um caminho natural da beleza: não mascarar o rosto, mas interferir, dando uma coloração, uma textura uniforme. E, para quem não tem uma pele perfeita, pontualmente, com o corretivo, ir corrigindo o que estiver aparecendo. Mas, sem dúvida, a tendência é uma pele mais natural. Mesmo que você precise cobrir um pouco mais, que tenha uma aparência natural.

A sombra vermelha tem aparecido com força, principalmente em blogueiras no Instagram. O que você acha da tendência? É fácil copiar em casa?
Eu adoro! Quando você usa o vermelho na pálpebra superior, principalmente com uma textura meio glossy, umedecida, mais cremosa, fica supermoderninho. Quando você usa sombra em pó, o ideal é que tenha um leve perolado. A luz incidindo nunca vai ficar tão chapada. Você tem nuances mais claras ou escuras devido a incidência da luz. Já a sombra chapada em um tom mais avermelhado acho que, se não tomar cuidado, fica meio Halloween.

Existe algum produto que diminua o suor no rosto? Mesmo a maquiagem a prova d’água não dura nada no verão…
É um caso complicado. Aqui, apesar de ser sul, quando é quente, é quente mesmo! (risos) E, quanto mais você se incomoda, mais parece que você sua. Se você tem água termal em casa, pense em um ritual que vá trazer satisfação e tranquilidade. Com o rosto lavado e limpinho, aplique um pouco de água termal gelada. Depois, passe um primer fininho, mais translúcido, que costuma ser melhor para pele oleosa. Na sequência, uma base muito leve e fluida. O corretivo também, sempre líquido. Quanto mais (a pele oleosa) pode respirar, menos você tem essa sensação de incômodo com o suor. Eu quase não uso pó compacto. Para retoques, tenha um pó só para tirar brilho. Existe, até de marcas acessíveis como a Maybelline, um pó só para tirar brilho. Fica incrível, não pesa. E ter na bolsa aqueles papeizinhos de seda, para retirar (a oleosidade) na zona T e aplicar um pouquinho de pó. Se você aplicar muito pó ao longo do dia, vai ficar “empanquecada”. Tudo o que você fez para construir uma pele leve acaba ficando pesada. Hoje em dia, existem também brumas que são fixantes. Ao longo do dia, se estiver incomodada, jogue uma bruma que você vai se sentir mais fresca.

Foto: Ricardo Jagger, especial

Foto: Ricardo Jagger, especial

No verão, é melhor usar base em pó ou líquida?
O ideal é ter uma pele com qualidade, que vai trazer uma transparência no acabamento da maquiagem em si. Se você tem uma pele boa, usa corretivo, um pó para tirar o brilho em excesso. (A base) em pó, com o suor, acaba não dando muito certo. A base líquida, ou as fluidas, se incorporam melhor e desaparecem mais na pele. Eu prefiro a base líquida.

Vivo com a make dos olhos borrada. Tem alguma dica do que fazer para evitar?
Tem gente que, por mais que aplique lápis a prova d’água, acaba surgindo uma oleosidade maior e borrando os olhos. Você tem que achar um método que fique mais segura para realçar o olhar. A parte de cima normalmente não dá problema. De repente, substitua por um delineador. Ou use mais um lápis marrom, mesmo que seja escuro, e só no canto externo. Evite aquele efeito kajal embaixo do olho todo, pois, se você tem esse problema, estará sempre borrada. O que eu faço também é aplicar o lápis dentro do olho e depois, com um pincel mais chatinho e durinho, uso uma sombra marrom escura ou grafite e selo aquela base de lápis, para que fique um pouco mais firme. Só com o creme (do lápis), é impossível não descer.

Qual a ordem correta dos produtos para a pele? O corretivo vem antes ou depois da base?
Comece com a pele limpa, lavada com sabonete neutro ou um produto específico que você tenha. Lave o rosto, seque bem de leve. Depois, aplique um primer. Se a sua pele for oleosa, um primer mais translúcido e, se for seca, uma opção mais leitosa. Uma base líquida e, só depois, o corretivo. Eu vejo o corretivo como um complemento. Antigamente, era tudo tão pesado que não fazia diferença. Com uma base boa, para uma pele que tem olheiras leves, já cobre 100%. A ideia é que, quanto menos produtos você usar, melhor. Use o corretivo para dar uma iluminada abaixo dos olhos ou uma eventual manchinha. Comece a maquiar o rosto e, só no final, veja o quanto tem de brilho. Com um pó, tire o brilho pontualmente no final da maquiagem. Percebo que as mulheres enchem de pó no preparo, e começa errado ali.

Foto: Félix Zucco

Foto: Félix Zucco

O que você acha da água micelar?
Acho ótima! É um produto multifuncional, que tem uma capacidade muito boa de limpeza e de tirar resíduos. É muito suave, joga junto com a pele. Não é agressiva. E tem várias funções.

O que fazer quando o corretivo não funciona para cobrir as olheiras?
Toda mulher que tem olheiras odeia suas olheiras, óbvio. Só que elas acabam vendo as olheiras como um monstro muito pior do que são. Por pior que sejam suas olheiras, você precisa olhar com calma, sem se julgar no espelho. Depois da preparação da pele que expliquei, pode usar o corretivo laranja. Dos coloridos, talvez seja o mais funcional. Se você conseguir em uma textura mais líquida, melhor. Se for cremoso, use em pouquíssima quantidade. Aplique o produto no dorso da mão e, com o dedo anelar, dê batidinhas na região abaixo dos olhos, bloqueando. Quem tem muita olheira geralmente começa no canto interno do olho. O excesso de produto fica justamente onde você tem mais. O que sobrar de produto deve ser espalhado em direção ao canto externo. Sempre com batidinhas e não arrastando. O laranja é uma das cores mais quentes, e o roxo é uma cor fria e profunda. Quando você coloca o laranja, bloqueia o arroxeado. Depois, pegue um corretivo bege, em um tom mais claro que o que você usaria normalmente sem o corretivo laranja. Se misturar um tom próximo a sua pele com o laranja, vai escurecer. Repita o mesmo processo, também começando pelo canto interno. O corretivo que seria claro, misturado com o laranja, vai criar o bege perfeito para você.

Compartilha com a gente um truque simples e fácil para afinar o nariz?
A boa e velha sombra marrom clara, ou um pó de contorno em um tom um pouco mais escuro que a sua pele. Tem gente que faz com a ponta do dedo, e tem quem prefere usar o pincel. Tem que tomar cuidado porque tem nariz que é mais fino em cima e largo embaixo, e tem nariz que é largo desde cima. Se o nariz começa fino e fica mais largo e o pó for aplicado desde o início, o problema continua o mesmo: você vai deixar fino demais em cima e um pouco largo embaixo. Mas mantém o mesmo formato. O ideal é avaliar as dimensões do seu nariz. Se ele for todo mais larguinho, você pode ir desde a base da sobrancelha, escurecendo a lateral. Se você quiser subir a ponta do nariz, use produto para escurecer o freio e nas narinas.

Tenho olhos caídos e quero usar delineador gatinho. Tem alguma técnica para que eles não pareçam cansados?
Delineador é bem complicado. Às vezes, nem um profissional hábil consegue realizar essa proeza. Esfumado é tão lindo, não é? Poder levantar os olhos com um bom esfumado. Um cílio postiço que comece menor e termine mais gateado, que vai dar o efeito gatinho com uma sombra marrom. Procure alongar o canto externo no sentido de dar esse gateado. Vai fazer mais efeito do que um traço forçado, que pode ficar artificial.

Leia mais:
:: Brilho certeiro: aprenda a maneira correta de usar o iluminador na maquiagem
:: Saiba como montar seu kit de pincéis de maquiagem

Leia mais
Vídeos recomendados
Comente

Hot no Donna