“É melhor usar um tratamento facial barato sempre do que cremes caros de vez em quando”, ensina farmacêutica

Você tem preguiça de tirar a maquiagem, esquece de passar filtro solar e sempre acha que pode deixar para amanhã o ritual do hidratante? Saiba que está perdendo tempo precioso para retardar o envelhecimento da pele. Sim, a sua avó tinha razão: creminhos funcionam e nunca é cedo demais para usá-los.

Há 30 anos dedicada ao mundo dos cosméticos, a farmacêutica e bioquímica Maria Angélica Zabaleta é defensora do uso frequente e combinado de produtos para manter a saúde da pele por mais tempo. Natural de Canguçu e formada na Universidade Católica de Pelotas, Maria Angélica fundou, ao lado do marido, o médico Miguel Zabaleta, o Instituto Pasteur de Cosmiatria. Na sede, em Porto Alegre, o Instituto fabrica cosméticos para mais de 15 marcas em todo o país, com uma produção mensal que varia entre 150 e 200 mil unidades. Pesquisadora aplicada de fórmulas e tecnologias voltadas à cosmetologia, a farmacêutica é enfática ao sentenciar a eficácia dos cosméticos na prevenção do envelhecimento precoce. E diz mais:

— É melhor usar um tratamento facial barato com disciplina do que aplicar cremes importados caríssimos só de vez em quando.

Especial Beleza!
:: Os tratamentos estéticos que você ainda pode fazer antes do verão chegar
:: De limpeza de pele a plástica, 15 tratamentos para fazer no rosto
:: De criolipólise a plástica, 10 tratamentos para queimar gordurinhas e cuidar do corpo

A convite de Donna, Maria Angélica esclareceu as principais dúvidas quando o assunto são os cosméticos, além de dar dicas de como utilizar, a nosso favor, estes aliados da beleza.

Rosto em três passos

Para uma pele saudável, não há como fugir do roteiro limpeza-tônico-hidratação. A maquiagem forma uma carga pesada sobre a pele que precisa ser retirada ao final de cada dia. O demaquilante pode ser em creme, gel, sabonete, bifásico ou loção – o importante é o tipo de pele e a preferência. Depois da limpeza, o uso do tônico é fundamental. Incompreendida e até desprezada, a loção tônica é importante nos cuidados diários, pois, além de retirar resíduos remanescentes, ainda equilibra o pH da pele, preparando-a para receber a hidratação. Por fim, o hidratante adequado a cada tipo de pele deve ser aplicado todos os dias como parte da rotina de beleza. Se a pele for oleosa, deve-se buscar um produto adequado, com o auxílio do dermatologista.

Esfoliação e máscaras

Esfoliar o rosto é importante para remover as células mortas, deixando a pele mais clara e macia. As máscaras de limpeza também são boas alternativas, especialmente as que têm ingredientes para esfoliação. Mas cuidado: basta esfoliar uma vez por semana – duas, no máximo. E com movimentos suaves para não machucar o rosto, que é sensível. Depois da esfoliação, cumpra normalmente as duas outras etapas do ritual: tônico + hidratante.

Veja também
:: Por que as mulheres têm mais celulite do que os homens?

:: Tchau, ressecamento! A importância de redobrar a atenção à hidratação da pele no inverno
:: Do pescoço aos pés: como hidratar as diferentes áreas do corpo

00b060e0

Noturno x diurno

A pele, maior órgão do corpo humano, é formada, basicamente, por células repletas de água e lipídios. As glândulas sebáceas e sudoríparas produzem uma espécie de película chamada de manto hidrolipídico, responsável por evitar que a pele perca água para o ambiente. Agressões externas como poluição, vento, sol, frio e calor danificam este manto, favorecendo o ressecamento. Retirar da superfície da pele estes agentes agressores e ajudar as células a reconstruírem este manto são as funções da limpeza e da hidratação. Por isso, o uso do hidratante é obrigatório durante o dia e à noite. Os produtos de uso diário precisam estar associados ao filtro solar. Já os noturnos têm um maior potencial hidratante, para aproveitar o processo de renovação celular, que é mais intenso e acelerado enquanto dormimos.

Hidratante x filtro solar

Ao contrário do que muita gente pensa, não é necessário utilizar o combo hidratante + filtro solar. Na fórmula dos filtros já existem substâncias hidratantes que dão conta do recado. E se a sua base possuir fator de proteção solar, também não é necessário aplicar filtro – a não ser que este fator seja baixo e sua exposição ao sol seja prolongada. A combinação de produtos pode provocar oleosidade e deixar a sensação de pele pegajosa. A exceção são os casos de peles extremamente ressecadas, que devem receber orientação do dermatologista.

Mais para cuidar da cútis
:: Manchas na pele? Saiba como evitar e tratar o problema
:: 5 cuidados que mulheres de pele oleosa precisam ter no verão
:: De oleosas a secas: os cuidados com a pele ao acordar e dormir

00b05bf4

Contorno dos olhos

É a área mais sensível do rosto, onde praticamente não existem glândulas sebáceas. Por isso, a hidratação desta região é tão deficiente – motivo pelo qual é também o primeiro local em que aparecem rugas e linhas de expressão. Hidratar a área com um produto específico é sempre importante.

Toque seco, oil free e não comedogênico

Há muita confusão entre esses conceitos. Uma fórmula com toque seco não quer dizer, obrigatoriamente, que o produto seja livre de gordura – quer dizer, sim, que o sensorial na pele é seco. Já o oil free significa que não há óleo mineral na fórmula, enquanto os não comedogênicos não obstruem os poros, evitando a formação de cravos.

Importados x nacionais x manipulados

É verdade que muitas das tecnologias cosméticas foram descobertas no Exterior, depois de anos e milhões investidos em pesquisas. Mas um produto não é bom apenas por ser importado. E o contrário também é verdadeiro: não é ruim somente por ser nacional. Os cosméticos locais, aliás, são avaliados com grande rigidez por órgãos fiscalizadores, como a Anvisa, o que assegura a qualidade do que é fabricado pela indústria brasileira. E mais: quando se trata da saúde da pele, constância vale mais do que preço. De nada adianta um cosmético de ponta, repleto de tecnologias, que é usado apenas ocasionalmente. Neste caso, um tratamento completo, que obedeça as etapas de limpeza, tonificação e hidratação, ainda que seja mais barato e simples, torna-se mais eficiente devido à disciplina e à constância. E também é necessário considerar a compatibilidade da pele com o cosmético: o melhor creme é aquele ao qual nos adaptamos – e isso se descobre experimentando e seguindo o aconselhamento do dermatologista. E os manipulados? Não são melhores do que os fabricados pela indústria. A única vantagem é que podem ser customizados de acordo com necessidades específicas dos pacientes, como alergias e intolerâncias.

00b05bf1
Nutricosméticos

A ideia desses produtos é promover a beleza de dentro para fora, equilibrando a nutrição. Mas não existe evidência de que sejam realmente eficientes. Uma alimentação balanceada, variada e saudável dá conta do recado perfeitamente.

Corpo

Algumas partes do corpo, como joelhos, cotovelos e pés, estão muito suscetíveis ao ressecamento, por terem menos glândulas sebáceas. É comum que estas partes fiquem esbranquiçadas, com coceira e até escamação. Durante o inverno, outras áreas também podem sofrer com o ressecamento, já que o frio inibe a produção de gordura. É importante que cada um adapte a hidratação do corpo a suas preferências. Quem não gosta de passar cremes pode optar por loção, gel ou hidratante de banho. O importante é combater o ressecamento quando ele aparecer. E se durante o verão a pessoa sentir a pele confortável sem usar nada, tudo bem. Para as áreas mais ressecadas, é bom usar produtos específicos com alto poder de hidratação, como as loções à base de ureia.

 

Leia mais
Vídeos recomendados
Comente

Hot no Donna