Especialistas esclarecem as dúvidas mais frequentes sobre cuidados com os cabelos

Brasileiras gastam mais de R$ 40 bilhões com tratamentos para os fios

Foto: reprodução

As brasileiras gastam por ano mais de R$ 40 bilhões só para cuidar dos cabelos, o que faz do mercado nacional um dos maiores do mundo. Donna ouviu especialistas para esclarecer as dúvidas mais frequentes no cuidado diário com os fios:

1.Prender o cabelo em um rabo de cavalo acelera o crescimento dos fios?

Prender o cabelo não tem nada a ver com fazê-los crescer mais rápido. Além de não ser capaz de acelerar o crescimento, os fios podem se romper, principalmente se forem presos ainda úmidos, pois a elasticidade dos cabelos fica alterada e mais suscetível à ruptura, afirma a hair stylist Taty Sperandio, do Taty’s Estetic Hair.

2.Dormir com o cabelo molhado dá caspa?

Segundo a dermatologista Daniela Ribeiro, ao dormir de cabelo molhado há um acúmulo de umidade nesta região, o que favorece a proliferação de fungos no couro cabeludo, um dos fatores causadores da caspa. Outras causas que pioram a situação são oleosidade excessiva, uso de substâncias agressivas ou químicas, desequilíbrio hormonal, falta de higiene e alterações climáticas.

3.Água quente estraga o cabelo?

O ideal é lavar os cabelos com água morna ou fria. A água quente prejudica o couro cabeludo, aumenta a seborreia e pode causar a queda dos fios. Em cabelos finos, a água quente resulta em frizz. Cabelos normais e com os fios mais grossos ficam opacos porque a água quente diminui a oleosidade natural dos fios e elimina o brilho, explica a hair stylist Taty Sperandio.

4.Arrancar cabelos brancos apressa o surgimento de outros?

O envelhecimento dos fios ocorre pelo envelhecimento normal, genético e por fatores hormonais e só. O fato de arrancá-los não acelera o processo. Neste caso, o responsável pelo fio branco é o melanócito que, por um estresse, passa a perder a capacidade de produzir pigmento. O problema assa a ser progressivo e a ocorrer mais rápido ou mais lentamente dependendo de características individuais e do estresse ao qual a pessoa está submetida, destaca a dermatologista Daniela Ribeiro.

5.Pentes de plástico deixam os fios do cabelo eriçados?

Se o cabelo for liso e fino, isso pode acontecer. O plástico é um material que conduz eletricidade e ao entrar em contato com os fios provoca um atrito e faz com que eles se arrepiem. Para evitar esse problema, melhor são os pentes de madeira.

6.É possível conseguir em casa uma hidratação bem-sucedida?

Sim. Lave os cabelos com shampoo, enxágüe bem e aplique uma máscara hidratante. O segredo no procedimento é separar mecha por mecha e massagear uma por uma, para fazer com que o produto penetre em todos os fios. Deixe agir por 20 minutos e retire. Hoje em dia, com o avanço da indústria de cosméticos, não há mais necessidade de usar touca térmica.

7.Lavar o cabelo todos os dias prejudica o couro cabeludo?

Não, sobretudo para quem vive em um país tropical. Inclusive, esse procedimento garante a remoção da oleosidade excessiva e das células mortas acumuladas no couro cabeludo.

8.Qual é a melhor alternativa para acabar com o frizz?

Pequenos cuidados diários evitam fios rebeldes e eriçados. Algumas boas dicas: aplicar um creme leave-in hidratante e silicone nas pontas, usar escovas de cerdas naturais e pentes de madeira, que baixam a eletricidade do cabelo, ou optar por escovas químicas, conhecidas como inteligentes, que reduzem o volume e mantêm os fios em ordem.

9.Qual é a diferença entre tintura e tonalizante e qual dos dois tratamentos é mais indicado para quem tem poucos fios brancos?

A tintura tem efeito permanente, ou seja, pode até desbotar, mas só sai em definitivo conforme o cabelo vai crescendo. Já o tonalizante, menos agressivo, é eliminado por igual após algumas lavagens. Para quem tem poucos fios brancos, os especialistas recomendam o tonalizante.

10.As luzes agridem mais os fios do que a tintura?

Sim. O oxidante usado no descolorante é mais agressivo do que o da coloração, além de o pH do primeiro ser mais alto. Isso faz com que as escamas se abram e fiquem sensíveis. Porém, o intervalo para o retoque das luzes costuma ser bem maior do que o da tintura.

11.Para que servem os diferentes tipos de escova?

Escovas grandes e redondas, com cerdas em toda a volta, são usadas para alisar cabelos crespos. As escovas de diâmetro menor servem para erguer a raiz dos cabelos lisos ou crespos. As retas, com cerdas só de um lado, têm função dupla: dão movimento e ajeitam os fios sem alisá-los. Importante: prefira escovas de cerdas naturais às mistas, que possuem pontas de plástico e podem deformar com o calor do secador.

12.Como é possível acabar com as pontas duplas?

A solução é apelar para um corte, mas, para efeito de emergência, dá para recorrer ao silicone, que gruda as escamas e as pontas duplas. Mas esse truque dura apenas até a próxima lavagem.
* este é um conteúdo patrocinado pela empresa ou produto descrito no texto

SEM FRIZZ POR ATÉ 48 HORAS
 
O frizz é uma das maiores queixas das mulheres que querem cabelos lisos.
Foi para atender esse mercado que TRESemmé acaba de lançar a linha Keratin Smooth – Infusão de Queratina, que nutre os fios do cabelo e sela suas fissuras garantindo a redução do frizz por até 48 horas.

A linha conta com shampoo, condicionador, creme de tratamento, creme para pentear e spray para pentear. Possui agentes condicionantes em suas formulações, que desenvolvem uma capa protetora, o que permite que o cabelo fique sedoso, brilhante e controlado por tempo prolongado.

Com tamanho reduzido, as micropartículas de queratina presentes na formulação de Keratin Smooth conseguem penetrar mais facilmente no fio para, juntamente com um sistema de silicones, recuperar o cabelo, mantendo- o saudável, macio e controlado.

As últimas do Donna
Comente

Hot no Donna