Exercício certo e cosméticos de última geração ajudam a ter pernas impecáveis

O Bathina, da Benefit, "encera" as pernas e disfarça imperfeições
O Bathina, da Benefit, "encera" as pernas e disfarça imperfeições Foto: Brandon Showers

Marcy Stein, de 46 anos, ex-levantadora de peso, mora no Upper East Side, em Manhattan, administra projetos de construção para uma consultoria e está sempre de olho na forma das pernas.

– As pernas de quem levanta peso são incríveis, mas ficam enormes e musculosas – diz ela.

Como muitas outras mulheres em Nova York, a rotina de Marcy inclui uma série de exercícios na barra de balé – mais especificamente a aula chamada Figura 4 na Pure Yoga.

– Os exercícios alongam os músculos – explica ela, apontando para o quadríceps. – Quando uso saia, elas ficam mais proporcionais e femininas.

Desde que Angelina Jolie apareceu com vestido de fenda vertiginosa na cerimônia do Oscar (gerando todo o tipo de gozação), pernas tornaram-se a ordem da estação.

Elas apareceram exaustivamente durante as Olimpíadas, foram vistas através dos recortes das saias longas, tão em voga no verão do Hemisfério Norte, e vão continuar o centro das atenções nas próximas estações.

– O pessoal quer as pernas e o bumbum impecáveis – conta Kate Albarelli, criadora da Figura 4. – É o pedido que mais tenho ouvido ultimamente. Aqui em cima dá sempre para esconder com blusas bonitas e chamativas, mas pernas feias são difíceis de disfarçar.

Segundo ela, as alunas sempre mencionam a atriz Cameron Diaz e a cantora Fergie como donas de pernas perfeitas. Só as duas?

– Ninguém diz que quer ficar como Angelina Jolie – confessa Kate. – Ela não tem tônus muscular. O visual magérrimo já não está mais na moda.

Ex-bailarina, ela recomenda uma combinação de variedade e ritmos na hora de exercitar a coxa e a panturrilha.

– A maioria dos exercícios tradicionais de agachamento não ajuda – explica. – É preciso variar o movimento para atingir 360° do músculo da perna.

Nem todo mundo é tão disposto assim para ir para a academia. Algumas mulheres querem resultados imediatos.

O Dr. Adam R. Kolker, cirurgião plástico, faz microlipo para melhorar o contorno das pernas.

– As mulheres tendem a acumular gordura na parte superior da coxa, são os famosos culotes – afirma ele. – Mesmo se a mulher for magra, essa é uma área em que, por mais regime ou exercício que se faça, fica difícil perder medidas.

Kolker cobra de US$ 3,5 mil a US$ 10 mil pelo procedimento, cuja recuperação pode levar até três meses.

– Os resultados da microlipo são relativamente permanentes – explica Robert Anolik, dermatologista de Manhattan e professor assistente da Escola de Medicina da Weill-Cornell. – A recuperação também é mais rápida porque usamos instrumentos menores, mas, mesmo assim, é uma intervenção cirúrgica que acarreta riscos.

Ele gosta mais da criolipólise ou CoolSculpting, um procedimento não invasivo, para combater a gordura localizada.

Para quem prefere evitar tanto o bisturi como as máquinas, a Reserveage Organics está fazendo sucesso com o suplemento Beautiful Legs. As cápsulas (trinta por US$ 24,99) contêm diosmina, substância derivada da casca do limão originária da Europa que, segundo o laboratório, ajuda a circulação sanguínea e evita dores. Elas vendem bem principalmente no nordeste, explica Naomi Whittel, CEO da Reserveage, acrescentando:

– Nossa principal cliente é a mulher que trabalha o dia inteiro sentada.

E há também o alívio temporário dos tratamentos estéticos. No Salon AKS, na Quinta Avenida, o “método para a perna perfeita” (US$ 95), introduzido em julho, fez tanto sucesso que os donos estão pensando em estender o serviço de forma permanente. Além da pedicure, a cliente passa por uma esfoliação, massagem com pedras quentes e uma aplicação de mousse bronzeador St. Tropez.

– Vem mulher de todas as idades – conta Susanna Romano, uma das donas. – As mais jovens gostam das pernas mais escuras que o resto do corpo porque dá a impressão de serem mais magras. As mais velhas, que aboliram a meia fina, gostam do mousse porque disfarça as varizes.

A St. Tropez também criou um spray chamado Perfect Legs (US$ 18), vendido em aerossol desde maio na Sephora. Sophie Evans, especialista da St. Tropez, diz que, nas celebridades, costuma borrifar uma versão mais escura do produto na parte interna da coxa para alongar a perna.

– É bom também para quem tem canela grossa – acrescenta.

Os profissionais de Hollywood também têm outros truques.

– O primeiro passo é a hidratação – diz Ricky Wilson, maquiador da Dior para as famosas.

Para suas clientes, que incluem Jane Lynch e Sharon Stone, às vezes ele mistura um creme anticelulite ou sérum com o hidratante antes de algum evento especial.

– O efeito é temporário, mas ajuda a disfarçar o inchaço.

Para cobrir as imperfeições, Ricky usa a base Airflash da Dior (US$ 62) com borrifador bem fino. Como pintura para carro, a maquiagem, criada para o rosto, é aplicada em várias camadas. Ele prefere os tons mais escuros para as pernas porque geralmente o rosto é sempre mais claro. A base também esconde os danos causados pelo sol.

Troy Jensen, maquiador de Los Angeles que trabalha com Elle Macpherson, Cameron Diaz e Kim Kardashian, prefere passar a maquiagem com esponja (ele gosta da base ColorStay da Revlon) até cinco tons mais escura que o tom natural da pele.

Para terminar, usa um produto brilhante, como o balm Bathina da Benefit (US$ 28), até as canelas.

– É como se eu “encerasse” a perna” – conta Jensen. – É um revestimento que dá um brilho perolado e disfarça quase todas as imperfeições.

A maquiagem corporal e o destaque da pele, dos pés à cabeça, fazem parte do seu trabalho.

– Nem todo mundo, incluindo as atrizes, nasceu com pernas perfeitas – admite. É por isso que encontramos um jeitinho de driblar a natureza.

Leia mais
Comente

Hot no Donna