Grisalhos: para homens modernos, cabelos brancos são bem-vindos

(Danny Ghitis/The New York Times) Michael Vasquez
(Danny Ghitis/The New York Times) Michael Vasquez

Max Berlinger, The New York Times

Nas duas capas de revista que Zayn Malik enfeitou nos últimos meses – a da Billboard e a de L’Uomo Vogue (além do vídeo picante com a namorada, Gigi Hadid) – o que se vê é um astro pop jovem e pensativo. O indefectível olhar ardente, a barbicha bem cuidada e as tatuagens de bad boy estão todos lá também.

E há o cabelo.

Malik, de 23 anos, ex-membro do grupo One Direction, aparece nas duas imagens com uma cabeleira prateada. Não é o caso de um jovem que ficou prematuramente grisalho, mas uma decisão premeditada do cantor, que gosta de tingir o cabelo e depois mostrá-lo aos seus 7,1 milhões de seguidores no Instagram.

(MILLER MOBLEY/BILLBOARD)

(MILLER MOBLEY/BILLBOARD)

Gus Kenworthy, esquiador freestyle e medalhista olímpico que revelou sua homossexualidade no ano passado, na capa da revista ESPN, estreou a tintura acinzentada em dezembro no Instagram, agradecendo a Anderson Cooper pela inspiração e acrescentando a hashtag #50shadesofgay.

Eles não são os únicos.

Já se foram os dias em que os rapazes evitavam o cabelo grisalho. Para uma nova geração de aventureiros, tingir o cabelo de cinza está ganhando força, uma apropriação de um fenômeno natural em homens mais velhos, mas com um toque dos “millenials”.

– Os homens estão adotando outras cores de um modo geral e esse fenômeno faz parte da tendência – disse Amie Rau, estilista do Matthew Morris Salon em Denver, que pintou o cabelo de Kenworthy.

:: Com que frequência e como se deve lavar os cabelos?
:: Modelo cria linha de bonecas negras com cabelos crespos

Malik e Kenworthy não quiseram ser entrevistados para este artigo.

Amie disse que, na primeira sessão, Kenworthy trouxe uma imagem de uma moça com cabelo acinzentado como inspiração:

– Ele ficava perguntando: ‘É muita loucura eu querer fazer isso?’.

Após a cobertura na ESPN, Kenworthy, de 24 anos, procurou Amie em busca de um louro platinado.

– Bom, você acabou de abrir o jogo para uma nação inteira. Tem mais é que fazer o que quer – ela se lembra de ter dito.

Cabelo branco e prateado é definitivamente uma tendência, disse Aura Friedman, colorista do Sally Hershberger Salon em Nova York.

– O tipo de cara que me procura em busca de uma cabeleira prateada faz isso mais porque está na moda – disse ela, em oposição a uma aparência mais natural.

:: Os mais desejados da TV: cabelos das celebridades nas novelas fazem sucesso pelo estilo natural

Aura contou que tingiu o cabelo de Phillip Picardi, diretor editorial da Teen Vogue digital, e de Drew Elliott, diretor criativo da revista Paper, entre outros.

Parece que o interesse está em alta: um representante da Amazon disse que, no último ano, houve um aumento de quase três vezes no número de clientes que procuram tintura de cabelo grisalho.

– É um tipo de declaração irônica, especialmente quando o usuário é visivelmente jovem e está a anos de distância do grisalho natural. É apenas mais uma maneira ousada para se destacar da multidão – disse Michael Fisher, diretor criativo de moda masculina da Fashion Snoops, agência de previsão de tendências.

(Danny Ghitis/The New York Times) Michael Vasquez, 30 anos, adotou de vez o cabelo grisalho

Tyler Oakley, de 26 anos, personalidade de mídia social que, no ano passado, ampliou seu prestígio on-line com o documentário “Snervous” e o livro “Binge”, fez experiências com a cor do cabelo, adotando muitos tons, do púrpura até o verde.

– Cinza foi a cor de que mais gostei. É única e divertida, mas não é tão chamativa quanto o lilás ou o hortelã. Quando usava essas cores, sentia que todo mundo olhava pra mim. Com o cinza, me senti experimentando um novo visual, mas também era relativamente natural – disse ele.

As celebridades não são as únicas a cair de cabeça.

– Sempre fui confiante, mas agora me sinto mais divertido e cool. Gostei muito. Me sinto mais sexy  – disse Michael Vasquez, 30 anos, analista de negócios, sobre o tom metálico artificial que usa há alguns meses.

:: Vídeo: a transformação da moda para cabelos e maquiagem durante os últimos 100 anos

Obviamente, parte disso é por causa da resposta positiva que teve de amigos e nas redes sociais, recebendo 90 “curtidas” na sua conta do Instagram. “Claro que minha mãe não gosta”, disse Vasquez com uma risada.

Conseguir a aparência de raposa prateada é um processo trabalhoso.

– Na indústria, chamamos de descolorir e tonalizar, ou de processo duplo – disse Aura Friedman, referindo-se a um procedimento em duas etapas, quando primeiro o cabelo perde seu pigmento natural e depois é colorido, um processo que pode durar oito horas e que normalmente é caro.

(Danny Ghitis/The New York Times) Michael Vasquez

(Danny Ghitis/The New York Times) Michael Vasquez

Há uma ampla gama de preços, dependendo do comprimento do cabelo e da cor, mas Aura estima que não saia por menos de US$350 na maioria dos salões. (Ela calcula que uma sessão de seus serviços custe US$600).

E isso não leva em conta a manutenção.

– Dá muito trabalho voltar ao salão para retoques e fazer condicionamento em casa com os produtos certos entre as sessões – ela disse.

O cuidado continuado também exige compromisso, disse Amie Rau:

–É como ter um animal de estimação.

Porém, porque existem tantos tons de cinza – desde os azulados até variações mais naturais – a cor deve ser versátil o suficiente para se ajustar bem a uma variedade de tons de pele.

“Quando você tem cabelo grisalho, seus movimentos parecem ‘jovens’ e ‘ativos’. É como se descobrisse um novo talento”, disse Andy Warhol em seu livro de 1975, “A Filosofia de Andy Warhol (de A a B & de volta a A)”, explicando sua decisão de tingir o cabelo de cinza em seus 20 e poucos anos, um visual que se tornou seu cartão de visita.

Não há muitos precedentes de homens jovens se apropriando do estilo dos mais velhos, mas as mulheres antenadas como a blogueira de moda Tavi Gevinson e estrelas pop como Grimes e Tilda Swinton já adotaram o cinza falso.

“Não tem nada a ver com querer parecer mais velho. Estamos em uma época em que os caras superaram seus próprios limites e encontraram novas maneiras de se expressar. O cabelo grisalho se encaixa nisso”, disse Fisher da Fashion Snoops.

Como Warhol, os homens da era do Instagram sabem que uma forte característica visual pode ser benéfica. “Nunca foi uma jogada para minha ‘marca’, mas como trabalho com esse lance de criatividade, pensei que seria uma boa”, disse Oakley.

Graças ao endosso de celebridades que sabem tudo de estilo e a crescente popularidade entre os antenados da moda, o cabelo grisalho provavelmente chegará a seu ápice. “É uma loucura o número de homens que me procura”, disse Amie sobre a resposta ao cinza de Kenworthy no Instagram.

Mas Fisher não tem tanta certeza. “É apenas uma moda passageira. É só outra forma de expressão pessoal, como o clareamento, o cabelo de sereia e até o coque masculino.”

Oakley tem outra razão para acreditar que a tendência pode não durar: os gastos com a manutenção. Ele até pensou em adotar o cinza novamente, mas disse que, hoje em dia, está “com muito preguiça de tudo isso”.

Leia mais
Comente

Hot no Donna