K-beauty: conheça o ritual de beleza coreano e veja como incluir na sua rotina

Foto: Nathalia Morato
Foto: Nathalia Morato

Você já deve ter ouvido falar no K-pop. O termo define o estilo musical coreano que conquistou uma boa parcela de adolescentes e jovens brasileiros nos últimos cinco anos com suas boy e girlbands. Agora, outra onda vinda do Oriente ganhou força na internet e chegou ao mundo da beleza. Cada vez mais popular entre as blogueiras, o ritual K-beauty é inspirado na prática coreana que privilegia os cuidados diários com a pele. A rotina é metódica: são cerca de 10 passos para manter a cútis sempre saudável e hidratada.

– É uma forma de reduzir o uso da maquiagem. As coreanas usam make, mas bem mais suave. O foco é em um rosto mais saudável. O K-beauty convida a pessoa a conhecer seu tipo de pele – explica a blogueira paulista Patty Simões, que mantém um canal homônimo no YouTube focado em produtos sul-coreanos.

Leia mais:
:: Mais cuidado e menos make: pele mais natural é tendência de beleza
:: Em que ordem eu vou? Siga a sequência correta para aplicar os cosméticos no rosto e otimize o efeito de cada um

Nos consultórios médicos, a procura por informações sobre o K-beauty também aumentou. A dermatologista Vanessa Santos Cunha identifica esse movimento em ascensão, impulsionado também pela boa fama dos cosméticos orientais:

– Os asiáticos têm uma preocupação maior com a hidratação e o cuidado da pele, é cultural. Por isso a indústria de cosméticos é mais desenvolvida e tornou-se referência. As coreanas costumam ter peles sem manchas, usam muito filtro solar, e isto chama a atenção das brasileiras e faz com que as pessoas queiram conhecer os produtos e os hábitos delas.

Foto: Nathalia Morato

Foto: Nathalia Morato

A blogueira Nathalia Morato, do interior de São Paulo, conheceu o ritual K-beauty por meio do K-pop e experimentou os resultados na própria pele. Em seu canal no YouTube, divide suas experiências com os produtos e também aborda curiosidades da cultura sul-coreana. A decisão de compartilhar suas impressões com os seguidores foi movida pelo desejo de promover a autoestima, como ela conta:

– O K-beauty vai além de usar produtos com tecnologia antirrugas ou qualquer outra coisa. É sobre se olhar no espelho e se gostar, querer se cuidar.

Os passos do K-beauty variam conforme o tipo de pele e a idade da pessoa. Manter o rosto limpo, tonificado e hidratado é o grande objetivo do processo. Para encontrar a combinação mais eficaz para a sua pele, é necessária a ajuda de um especialista. A dermatologista Vanessa ressalta que os excessos no uso de produtos podem ser prejudiciais.

– O mínimo é o uso de um bom sabonete, o investimento em um protetor solar, em um creme noturno que contenha ácidos para a renovação cutânea e um diurno com ação antioxidante – esclarece a médica. – Muita gente investe em produtos caros, mas que não são adequados e acabam não surtindo efeito. Ou exageram: como quem tem pele sensível e faz esfoliação muito profunda, o que pode manchar e deixar cicatrizes definitivas. É preciso ter atenção, dedicação e acompanhamento.

Foto: Pexels

Foto: Pexels

Conheça os passos do K-beauty adaptados para as rotinas das blogueiras Nathalia Morato e Patty Simões.

Inspirado nas experiências das blogueiras Nathalia Morato e Patty Simões, o ritual da cultura coreana descrito abaixo dura cerca de 15 minutos e pode variar conforme o tipo de pele e a idade. Por isso, antes de começar o passo a passo em casa, é importante buscar a orientação de um dermatologista.

1. Use um demaquilante para começar a limpeza da pele e tirar a maquiagem. A dermatologista Vanessa Santos Cunha indica usar água micelar.

2. Passe um sabonete próprio para a pele para dar continuidade à retirada de impurezas.

3. A dica é usar um creme à base de ácidos. Ajuda na desobstrução dos poros e na manutenção da rede de colágeno que vai se quebrando com o envelhecimento. De forma alternada, pode-se optar pela esfoliação química mais profunda, também à base de ácidos. A dermatologista Vanessa indica usar cremes à base de ácidos à noite e, pela manhã, optar por antioxidantes.

4. Para equilibrar o PH da pele, passe um tônico na área facial. Mas fique atenta: segundo a dermatologista, como o creme noturno geralmente contém despigmentantes e ácidos, o tônico pode ser dispensado do ritual. É necessário avaliar caso a caso.

Foto: Nathalia Morato

Foto: Nathalia Morato

5. O passo chamado “essência” é comum na Coreia do Sul, mas há poucos produtos brasileiros com o mesmo efeito. Geralmente, ajudam na texturização e na firmeza da pele. Como não há produtos específicos para isso no Brasil, a dica da blogueira Nathalia é apostar em uma mistura de óleo de rosa mosqueta e água mineral borrifada no rosto. Já a dermatologista Vanessa alerta não haver comprovação científica quanto aos efeitos deste passo e que a água mineral serviria apenas para acalmar a pele
após algum procedimento ou em caso de irritação.

6. Chegou a hora do séruns. Há de diferentes funções, como para diminuir manchas e rugas ou antiacne.

7. As coreanas costumam incluir ainda uma sheet mask sutil entre seus passos diários. Funciona como uma hidratação com produtos naturais. Tem de aloe vera, por exemplo. Patty, que tem a pele seca, não costuma usar a máscara todos os dias e dá como dica alternar máscara e esfoliação.

8. A área dos olhos também merece atenção. Por isso, é importante incluir um creme para essa região: ajuda na prevenção de rugas e na firmeza da pele.

9. Para selar a pele e garantir a maciez, um hidrante facial pode ser incluído no fim do processo.

10. Por fim, se a escolha for fazer o ritual pela manhã, é importante usar o filtro solar. E reaplicar pelo menos mais uma vez por dia.

Leia mais:
:: Máscaras faciais: por que o tratamento virou febre entre as beauty lovers
:: Não lave o rosto no banho: veja dicas para ter uma pele hidratada no inverno
:: Pele madura: 7 dicas de maquiagem para mulheres com mais de 50 anos

Leia mais
Comente

Hot no Donna