Manual básico: tudo que você precisa saber na hora de escolher, comprar e aplicar base

Natura / Divulgação
Natura / Divulgação

Como saber o tom certo de base para minha pele? Na hora da aplicação, qual a quantidade ideal? Que marcas com valores acessíveis são realmente boas? Pedimos ajuda às participantes do Grupo da Beleza Donna, no Facebook, para listar as dúvidas mais frequentes na hora de comprar, passar e finalizar a base. Consultamos as maquiadoras Kely Moser, Luciane Ferraes e Taís Andrade, que também é colunista do site Donna, para montar um pequeno guia com dicas para não errar mais.

:: Manual do blush: como aplicar e garantir aquele ar de saúde
:: Antes e Depois! Como deixar a pele leve e iluminada para tirar a palidez do inverno
:: Foco na sobrancelha! Manual do olhar perfeito

No momento da compra

Primeiro, identifique seu tipo de pele: antes de escolher a base, é importante saber que textura combina melhor com seu tipo de pele.

Pele normal e mista: são os tipos de pele que mais favorecem a maquiagem, pois se adaptam às diferentes texturas. Então, a escolha pode ser feita pela funcionalidade da base, durabilidade e o efeito esperado.

Pele oleosa: prefira cobertura matte, opaca e oil free. Essa combinação de fatores vai fazer com que a maquiagem dure por mais tempo porque o grande problema da pele oleosa é afetar a durabilidade. Para dar um efeito luminoso, opte por um pó iluminador em pontos específicos.

Pele mista: a escolha pode ser feita pelo tipo de cobertura esperado, mas o importante é melhorar a oleosidade da Zona T com um primer antes de passar a base.

Pele seca: mais do que a base, a preparação é o passo mais importante. Antes da aplicação, prepare a pele com hidratante e água termal. O produto tem que ser mais hidratante, com opções luminosas.

Pele madura: bases leves, finas, com coberturas mais delicadas dão um resultado mais natural, porque as opções mais pesadas marcam as linhas de expressão.

Collage_Fotor1-748x561

Cada textura, um efeito

Base líquida

Você quer pouca cobertura de pele e uma maquiagem leve? Então esta é sua escolha, especialmente se você tem pele normal ou seca.
Evite se você tem manchas, olheiras, espinhas e marcas de expressão.
Durabilidade média, vai depender muito da qualidade do produto

Base cremosa

Oferece maior cobertura, disfarçando manchas e linhas de expressão.
Durabilidade maior do que a da base líquida.
Evite se você tem pele oleosa, pois algumas variantes podem causar espinhas ou deixar o look muito pesado.

Bastão

De todas as opções de base, esta é a que dá mais trabalho na aplicação: normalmente, é preciso misturar um óleo ou água termal para dilui-la. Por ter um acabamento mais pesado, requer cuidados extras para obter um acabamento mais homogêneo.
Durabilidade curta. Das quatro opções listada, é a que primeiro perderá o efeito.
Evite se você tem pouco tempo disponível, inclusive para retocar, e faz questão de uma cobertura perfeita.

BB Cream

Ideal para quem não quer sair de casa de cara lavada, mas também não está a fim de uma make completa: o Blenish Balm Cream une base, hidratante e protetor solar para dar uma cobertura bem leve e sutil.
Durabilidade curta. A dica é reaplicar umas três vezes ao longo do dia.
Evite se você quer um efeito prolongado e boa cobertura.

Base em pó

Para quem busca uma cobertura bem sutil e textura de pó compacto. Ideal para quem tem a pele mais oleosa.
Durabilidade curta, pois o efeito do pó facilita a perda do efeito.
Evite se você tem pele seca ou pelos no rosto, pois ela deixa resíduos e pode craquelar.

Mineral

Opção para quem tem alergia a algum produto presente nas outras bases e busca um efeito natural. A vantagem dela é ser livre de produtos químicos, o que nutre e trata a pele.
Durabilidade curta por ser em pó.
Evite se você tem pele seca ou muito marcada por manchas e acnes. A cobertura é bem leve.

Compacta

Dá um efeito parecido com o bastão, com alta cobertura. Boa para quem tem pele oleosa, por sua textura seca.
Durabilidade curta se o acabamento for muito pesado. Ela aumenta se a aplicação for feita com menos produto.
Evite se você tem pele seca e quer evitar a piora ou não tem facilidade com a aplicação.

Mousse

Uma das bases com melhor cobertura, sem a dificuldade de aplicação do bastão.
Durabilidade alta
Evite se você tem pele oleosa, pois ela dá um efeito mais molhado na hora de passar.

Cushion

Novidade, com textura aerada, parecida com a do mousse, que vem em uma embalagem com almofada dentro, deixando o produto molhado. Cobertura leve e hidratante, boa opção para peles maduras.
Durabilidade não muito alta, mas pode ser reaplicada durante os dias.
Evite se você procura uma cobertura mais pesada ou tem pele muito oleosa, pois ela ajuda na hidratação.

Ricardo Jaeger / Agência RBSRicardo Jaeger / Agência RBS

Como acertar na cor?

– Nada de testar a cor da base na mão ou no braço! Para Luciane e Kely, a melhor opção é testar no rosto, entre a boca e a bochecha. Já Taís costuma observar o efeito da base no colo, colocando um pouquinho e dando umas batidinhas de leve. Sem esfregar, para não marcar a pele. Seja onde for, você saberá a cor certa quando, ao passar a base, o resultado for imperceptível.

– É importante deixar a base agir por um tempo na hora de testar porque pode ser que oxide na pele, provocando uma diferença. Uma dica: se você passar um primer antes da base, já terá ideia exata do efeito na pele na hora.

:: Antes e depois! Veja o que uma base incrível faz por você
:: Como escolher o tom da base?

Na hora de aplicar

– Mix de produtos: se nenhuma das cores for exatamente do seu tom de pele, misturar é a solução. As duas bases podem ser de marcas diferentes, desde que tenham a mesma textura. Errou ainda assim? Balance com pó compacto mais claro ou escuro.

– Dúvida comum: como saber qual a quantidade necessária de base? O importante é conseguir um resultado natural: muita base vai “rebocar”, e pouca base pode apenas “manchar” a pele. A quantidade ideal é o suficiente pra cobrir todo o rosto. Para conseguir isso, é ideal ir aplicando aos pouquinhos, por partes.

– Com os dedos, esponjinha ou pincel? O melhor jeito de aplicar é aquele que dá o melhor resultado para você. As três maquiadoras indicam usar pincel, porque esfuma e ajuda na absorção ao mesmo tempo. Conselho da Taís: o pincel ideal é o kabuki, chato e gordinho. Para quem não quer, ou não consegue, lavar o pincel toda a semana, é melhor usar a mão.

Alerta: a aplicação com a esponja pode resultar em um aspecto mais pesado. Luciane, que usa os dedos para fazer a própria maquiagem, indica o método, mas recomenda cuidado: a mão pode contribuir para a oleosidade da pele. Dica da Kely, aplicar vários pontinhos de base pelo rosto e espalhar em movimentos circulares é a melhor opção.

– Dica: algumas bases são bem finas, cobrem pouco, mas duram o dia inteiro. O mais importante é sempre hidratar a pele, mesmo as oleosas, antes da base para segurar bem o produto.

Elas indicam

Taís Andrade

taís

A preferida: Base NARS All Day Luminous nos dias que está bom pele boa, por ser bem líquida e com cobertura bem alta e durabilidade boa. Quando a pele está muito manchada, escolhe a base da Estée Lauder Double Wear Maximum Cover, com textura cremosa, parecida com a de corretivo, e cobertura muito alta.
Versão em conta: base matte da Vult, com cobertura meio termo entre as duas favoritas. Outra opção, para os dicas de mais calor, é a base mousse na Natura, com acabamento mais seco

Kely Moser

kely

Ela usa: base Pro Long Wear da MAC com efeito matte, à prova d’água e cobertura média com alta durabilidade. Outra opção são as bases anti alérgicas da Clinique e a Miracle da Lancome, para cobertura média e pele iluminada.

Para substituir: base Mary Kay para um efeito matte e duradouro, com boa fixação e controle da oleosidade e do suor. Base Vult matte com cobertura alta e seca para peles oleosas e mistas. BB Cream da L’Óreal para quem quer uma aparência mais natural, só minimizando as imperfeições e uniformizando a pele.

Lu Ferraes

lu

A preferida: True Match da L’Oreal para alta cobertura e Naked Skin da Urban Decay, misturando duas cores diferentes para alcançar a cor ideal.
Versão em conta: Ultimate Finish da Vult, que tem cobertura mais pesada, mas dura bastante e não marca as linhas de expressão.

* As maquiadoras alertam: o mais importante é você encontrar a base que melhor funcione na sua pele.

card-001

 

Leia mais
Comente

Hot no Donna