Mulheres perdem três dias por semana lutando contra o cabelo rebelde

Várias mulheres acordam horas mais cedo para poder dar conta do cabelo antes de ir para o trabalho

Foto: Reprodução

Quem nunca acordou com o rosto amassado atire o primeiro tubo de corretivo. Olheiras fundas e uma espinha no queixo são o pior modo de começar a manhã. Quem nunca acordou com a cabeleira rebelde atire a primeira escova. Acordar com os fios rebeldes é garantia de um dia inteiro arruinado pelo mau-humor.

Uma pesquisa divulgada pelo jornal britânico Daily Mail afirma que, em uma vida de 60 anos, mais ou menos 25 deles são gastos com preocupações com o emaranhado matinal. A pesquisa detectou que as mulheres pesquisadas perdem pelo menos uma hora e meia, três dias por semana, se lamentando em função das melenas. O estudo ainda aponta que 12% das 2 mil entrevistadas descarregam o mau-humor no companheiro e 14%, nos filhos. Para compensar o cabelo difícil, 8% das conterrâneas de Kate Middleton capricham na maquiagem e 13% resolvem o problema com um chapéu (hábito fora de cogitação em um país tropical). Em contrapartida, ao acordar com o cabelo bonito, 67% das entrevistadas garantem ter um dia muito melhor do que os normais.

A relação das mulheres com a maquiagem foi alvo de outro estudo. Uma pesquisa realizada, também na Inglaterra, especialmente para a feira Vitality Show, constatou que mais da metade das 3 mil entrevistadas revelou se sentir à vontade de cara lavada na frente da família e amigos. Mas 70% não gostariam de ser vistas pelos colegas de trabalho sem maquiagem, 91% cancelariam um primeiro encontro se não pudessem se arrumar e 16,6% nem abririam a porta de casa sem passar algum cosmético no rosto. A pesquisa afirma também que uma mulher vaidosa gasta cerca de 21 minutos por manhã tratando o rosto antes de sair para o trabalho.

O cabelo é um capítulo à parte. A expressão “bad hair day” dá conta do drama. Mulheres que acordam todos os dias com cabelo rebelde confessam que se estressam muito mais e acompanham a previsão do tempo com preocupação. Dias úmidos são garantia de frizz e fios indomáveis.

As duas pesquisas foram feitas com britânicas, mas as brasileiras também sentem uma enorme necessidade de estar bonitas e transformaram o país em líder no consumo de cosméticos, perfumes e outros artigos de beleza. Disso resultam o hábito de adiantar o relógio para ganhar tempo para uma maquiagem caprichada pela manhã e a reserva de duas horas, em média, para o salão, nos fins de semana.

Leia mais
Vídeos recomendados
Comente

Hot no Donna