Os lábios racharam? Cuidados para tomar durante o inverno

O frio pode mal ter começado, mas várias partes do nosso corpo já estão sentindo até demais as consequências das temperaturas mais baixas. Começando pelos lábios, os mais afetados de todos pelo ressecamento e as famosas rachaduras.

:: #DonnaIndica: 13 opções para manter os lábios hidratados no inverno
:: Tchau, ressecamento! Por que é importante redobrar a atenção à hidratação da pele no inverno?
:: S.O.S. pele: os tratamentos estéticos mais recomendados para fazer na temporada outono-inverno

Esse sofrimento extra ocorre porque a pele dos lábios é mais fina do que o restante do não possui glândulas sebáceas, sendo mais suscetível ao ressecamento. No inverno, a umidade do ar e as temperaturas baixam, predispondo essa região à desidratação, pois ela fica exposta o tempo todo.

Para entender o que exatamente faz o lábio rachar e como tratar esse problema, conversamos com as dermatologistas Jaquelini Barboza e Fernanda Klein Dias, que também indicaram produtos para hidratação.

Importante lembrar, antes de tudo: NUNCA puxe as peles soltas dos lábios! Ao fazer isso, machucamos, criando fissuras e aumentando o risco de infecções – isso sem contar a dor e o desconforto que os cortes causam.

Reprodução

Reprodução

O que faz o lábio rachar?

Aliados ao frio e à menor umidade do ar durante o inverno, alguns outros fatores podem ajudar no ressecamento da pele:

– Ar-condicionado quente: o ar aquecido diminui ainda mais umidade do ar. A dica é tentar usar umidificadores no ambiente, que podem até ser uma toalha molhada ou uma bacia com água.

– Resfriados: o nariz entupido causado nos faz respirar pela boca, ressecando ainda mais os lábios.

– Passar a língua nos lábios: tentar umedecer os lábios com a saliva piora ainda mais o ressecamento, porque ela tem um pH ácido e enzimas digestivas que agridem a pele fina dessa área.

– Tomar bebidas muito quentes: o perigo aqui é queimar os lábios, contribuindo para as rachaduras.

– Sol: como não sentimos tanto os efeitos do sol no inverno, esquecemos de nos proteger e acabamos queimando a pele e os lábios, além de facilitar infecções.

person-woman-coffee-cup

Reprodução

Como prevenir

Protegendo os lábios:

– Usar hidratantes labiais com componentes como vitamina E, lanolina, pantenol e ceras vegetais, entre outros. Entre as indicações das dermatologistas estão: Epidrat lábios, Cicaplast lábios, Profuse labial, Bepantol labial.

– Usar protetores labiais com FPS, como o Epidrat Labios FPS 30 (Mantecorp) e o CERALIP (La Roche Pose), para proteger-se dos raios solares durante o dia. Jaquelini indica aplicar o protetor por cima do batom.

– Reaplicar os protetores várias vezes por dia, pois toda vez que comemos, falamos ou bebemos algo retiramos o produto dos lábios, deixando-os expostos.

– Usar batons que contenham ceramidas, vit E e A, bisabolol, mantega de Karite, ácido hialurônico, lanolina, glicerina e pantenol. Esses componentes ajudam a hidratar os lábios.

– Não usar gloss, pois ele tende a deixar os lábios ainda mais ressecados.

– Não usar protetores com sabores ou cores.

– Dormir com um protetor labial mais espesso e hidratante, como Bepantol derma ou Cetaphil Lip Balm;

:: VÍDEO: Aprenda a fazer uma make de inverno com batom roxo
:: Delineado duplo, batom roxo: as tendências de maquiagem para o inverno 2016
:: Cores do frio! Os lançamentos de batons para o inverno 2016

Hidratando-se:

– Como transpiramos menos durante o inverno, acabamos bebendo menos água: isso está errado! Não podemos esquecer de nos hidratar e tomar muita água durante o dia para evitar o ressecamento da pele.
Como tratar

Se os lábios já estão bem rachados e ardendo, algumas opções caseiras podem ajudar:

– Fazer compressas com chá de camomila frio para ajudar a diminuir a dor e a inflamação.

– Após a compressa, passar produtos espessos, como os indicados para a noite, que tratam e impedem novas rachaduras.

– Se a dor continuar e as rachaduras não se recuperarem, é possível que o motivo seja uma infecção por fungos, bactérias ou vírus. Se for o caso, é necessário procurar um dermatologista para fazer o diagnóstico e tratamento adequado e impedir novas infecções.

– Em alguns casos específicos, uma hidratação injetável com ácido hialurônico pode ser feita. Esta aplicação não impede que os lábios rachem, mas, com o estímulo de colágeno na área afetada, é possível conseguir uma maior hidratação.

Leia mais
Comente

Hot no Donna