#ProjetoVerão: os melhores tratamentos para gordura localizada e celulite

Dois fatores estão entre os mais temidos pelas mulheres com a chegada do verão. A gordura localizada e a celulite ocupam lugares de destaque neste pódio de preocupação com as partes do corpo que serão expostas nos próximos meses. Entenda como cada um foi parar onde não devia e como tentar mandá-los embora ou pelo menos minimizá-los até a hora de tirar a canga na praia.

Gordura localizada

A gordura localizada é a formação de tecido adiposo nas regiões abdominal e flancos, além de coxas e quadris. Traduzindo: são acúmulos gerados pelo corpo após receber uma quantidade maior de alimentos para suprir o organismo de energia. Dietas e exercícios físicos são as principais indicações para reduzir os temidos pneuzinhos, mas nem sempre é fácil a eliminação completa destas células. Tanto que justamente mulheres consideradas magras são as primeiras a reclamar das famosas “localizadas”.

Veja também
:: Os perigos do efeito sanfona e 5 dicas para fugir dele
:: Detox funciona? E eliminar carboidratos? 12 verdades sobre as dietas

Para ajudar neste processo, clínicas de estética oferecem tratamentos intensos que prometem trazer resultados satisfatórios antes do início da maratona de biquíni entre uma praia e outra.

Criolipólise

Queridinha dos profissionais da estética nos últimos anos, a criolipólise recebeu o apelido de “nova lipoaspiração” e segue no topo dos tratamentos para se livrar das gordurinhas difíceis de eliminar. A promessa do equipamento é queimar as gorduras localizadas por meio de um resfriamento da área a -8°C. Elas são assim destruídas sem corte, furo ou anestesia, e depois eliminadas pelo próprio organismo em até dois meses depois da sessão.

— É um procedimento não invasivo, e em uma única sessão a cliente consegue eliminar até 30% da gordura localizada. É voltado para as pessoas, tanto homens quanto mulheres, que não têm sobrepeso ou um quadro de obesidade — reforça Marcelo Madruga, médico da Clínica Médica De Leon & Madruga, de Florianópolis (SC).

A sessão de criolipólise dura em média 60 minutos e pode ser aplicada em cada uma das áreas do corpo em que a gordura está concentrada – e somente depois de 60 dias é que se pode pensar em realizar uma nova sessão, sempre após passar pela avaliação de um profissional. Não é necessário um preparo específico antes de submeter-se ao procedimento.

O médico indica a manutenção dos resultados de uma dieta com alimentos funcionais, antioxidantes e antienvelhecimento. Madruga defende também a drenagem linfática manual como importante antes e depois do tratamento, para o total reestabelecimento da circulação sanguínea.

Cada sessão custa entre R$ 1 mil e R$ 1,5 mil, dependendo da clínica.

00a5519b

Celulite

Modelos de passarela têm, estrelas do cinema também. Raras são as mulheres que não exibem por aí alguma celulite. Os pequenos furinhos na pele são resultado do acúmulo de líquido e fibrose no tecido gorduroso, principalmente nas coxas e nos glúteos. E a celulite não é só resultado de uma alimentação desregrada ou da falta de exercícios físicos. Fatores como predisposição genética, alterações hormonais e circulatórias, fumo, álcool, pílulas anticoncepcionais, antidepressivos e estresse também podem colaborar para o surgimento da celulite.

— Um pouco de celulite é normal. Já para reduzi-la é necessário reestabelecer a circulação, diminuir o tecido gorduroso e promover a firmeza da pele — aponta Madruga.

Profissionais da área indicam a realização de não apenas um, mas de uma espécie de combo de tratamentos visando a amenizar os furinhos.

Veja também
:: Celulite: 7 informações que toda mulher precisa saber
:: Hopping promete derreter calorias e combater celulite

— A tecnologia é uma grande aliada para potencializar resultados que vão além da redução somente da celulite — garante Ana Paula Pereira, fisioterapeuta da Arlete Centro de Estética, também de Florianópolis (SC).

Os custos variam bastante, podendo ficar na faixa entre R$ 300 e R$ 3,5 mil, e costumam ter seus valores reduzidos quando são negociados pacotes de várias sessões.

Confira os principais tratamentos indicados, em conjunto ou não e geralmente com indicação de cinco sessões, uma vez por semana cada uma, estão:

Radiofrequência

Promove a firmeza da pele, o estímulo da circulação sanguínea e atua sobre a inflamação causada pela celulite no tecido adiposo.

— A radiofrequência gera energia e forte calor sob a camada mais profunda da pele, enquanto a superfície se mantém resfriada e protegida. Isso causa o estímulo do colágeno, dando tônus à pele — informa a esteticista Arlete Coelho Simas.

Ultrassom cavitacional

A técnica diminui e homogeneizar o tecido gorduroso, diminuindo o seu volume. Por meio da indução de bolhas no tecido adiposo, o ultrassom cavitacional aumenta até explodir a célula de gordura, que será então dispersada através dos sistemas vascular e linfático até o fígado, órgão em que então é processado. Também é indicado para tratar a gordura localizada.

Ulthera

Inovação entre os tratamentos, promete a redução da flacidez da musculatura de regiões como os joelhos e também na parte interna das coxas. É indicado especialmente para mulheres acima dos 45 anos.

Sistema pneumático

Promove uma drenagem linfática confortável simultaneamente à ação da radiofrequência.

LED

A fotobiomodulação é emitida por diodos – LED – e torna possível modular, corrigir e equilibrar as funções metabólicas que foram alteradas nas células da pele. Otimiza a ação da radiofrequência, além de estimular a drenagem linfática e a renovação celular.

Leia mais
Vídeos recomendados
Comente

Hot no Donna