Que tipo de mulher é você?

Pesquisa traça seis perfis diferentes, de acordo com os hábitos femininos de beleza

Um pouco de brilho não faz mal a ninguém
Um pouco de brilho não faz mal a ninguém Foto: Divulgação

Para comemorar os 30 anos de fundação da empresa, a Onodera ? rede de clínicas de estética facial e corporal ? realizou uma pesquisa com mulheres de várias regiões do país para saber o que pensam e como reagem aos assuntos ligados à beleza em seu dia-a-dia.

Os resultados da pesquisa conseguiram definir seis perfis de mulheres, de acordo com suas principais características: comedida, atleta, sonhadora, vaidosa, desencanada e profissional.

– A comedida corresponde a 32% das mulheres brasileiras.

É a chamada “multitarefa”: trabalha, estuda, é dona de casa, muitas vezes mãe, se cuida, mas sem ter a busca da beleza como prioridade em sua vida. Procura cuidar da alimentação e fazer pequenas mudanças de hábito, como idas à ginástica ou parques para se exercitar, com a finalidade de manter e garantir o cuidado com o corpo. Só procura cirurgias plásticas quando é realmente é necessário.

– A atleta corresponde a 25% das mulheres brasileiras.

É apaixonada por malhação e cuidados com o corpo. Acredita que para atingir a beleza é preciso esforço próprio, um processo que dá trabalho e é geralmente uma conquista quando atinge esse objetivo. Por isso o esforço é valorizado e você está sempre mantendo a forma. Geralmente não acredita muito em tratamentos estéticos.

– A sonhadora corresponde a 14% das mulheres brasileiras.

Faz dietas por conta própria, compra revistas de moda, de TV, de fofoca, sabe tudo sobre os artistas e o que eles fazem para manter a boa forma. Está sempre se comparando com alguma artista, cria modelos ideais de beleza e é altamente influenciada por padrões de beleza estabelecidos na sociedade. Sabe o nome de muitas clínicas, nomes dos tratamentos mais comentados e sonha em poder um dia realizá-los. Quer parecer mais nova do que realmente é e valoriza roupas que rejuvenesçam e deixem o corpo em evidência.

– A vaidosa corresponde a 14% das mulheres brasileiras.

Faz tudo que for preciso para se cuidar, se dá o direito de gastar boa quantidade de dinheiro consigo mesma, prioriza a si própria, seu bem estar, curte a feminilidade e acredita que tratar do corpo é o mesmo que tratar da alma. Para você, cuidar do corpo é uma forma de fugir do estresse do trabalho, da casa, do caos urbano e de qualquer problema. Ou seja, há sempre uma continuidade de tratamentos estéticos, serviços de beleza em geral e dos consumos por produtos de beleza e estética.

– A desencanada corresponde a 13% das mulheres brasileiras.

Não considera importante viver sob padrões estéticos. Busca a valorização interior. Prioriza sempre sua família e filhos. Dificilmente terá gastos com beleza e estética e possivelmente se o fizesse, poderia se culpar. Felicidade para você tem a ver com altruísmo, conquistas coletivas, pessoais, ou profissionais. Só procuram lidar com beleza externa quando há eventos que não podem escapar (como casamentos, aniversários, solenidades…).

– A profissional corresponde a 2% das mulheres brasileiras.

A beleza é fundamental para você, que faz de tudo para estar bem. É mais que prazer, é uma necessidade em função de trabalho. Acredita que aparência tem influência direta em como os outros (colegas, clientes, chefe) irão tratá-la. Você provavelmente exerce uma função que a faz ter contato direto com muita gente durante o dia de trabalho.

Leia mais
Vídeos recomendados
Comente

Hot no Donna