Direto do DWI 2017: 5 dicas para quem quer montar e gerenciar um e-commerce

Foto: Vini Dalla Rosa
Foto: Vini Dalla Rosa

O mundo fashion está cada vez mais acessível e um dos meios que facilitam o acesso e consumo da moda é a internet. Cada vez mais pessoas optam por comprar roupas em lojas onlines, os chamados e-commerce, e esse pode ser um ótimo formato para você criar a sua empresa e lançar o seu produto. Durante o Donna Week Iguatemi, que é uma realização da Revista Donna e Iguatemi Porto Alegre com apresentação da Renner, o assunto foi pauta de um workshop com a administradora Renata Froeder, que lidera a loja virtual da Anacapri uma das marcas do grupo Arezzo&Co.

Renata afirma que apostar em e-commerce é estar em sintonia com a força que o mundo digital tem na vida prática das pessoas.

— Mudamos nossos hábitos de acordo com o que a tecnologia oferece, o e-commerce é um exemplo disso. Cada dia mais as pessoas apostam em compras feitas através do computador e do celular para itens de diversas áreas da vida, principalmente a moda.

Renata conta que roupas e acessórios são a categoria que mais tem volume de pedidos em e-commerce no Brasil, seguido de perto pelos produtos de beleza. Os números mostram uma oportunidade para quem quer investir na área. Para quem está pensando em montar o próprio e-commerce, separamos cinco dicas de Renata para você começar o seu negócio com tudo. Confira:

Invista tempo em planejamento

Renata explica que quem está desenvolvendo um projeto de e-commerce de moda precisa de muito planejamento. Segundo ela, é necessário definir bem as etapas do projeto, conhecer as burocracias, ter um cronograma detalhado e fazer uma gestão de riscos apurada para não ter problemas mais tarde.

— Ter um plano B para contratempos também é muito importante. Você pode ficar doente ou ter algum problema com o fornecedor, por exemplo. Tudo isso pode interferir nas datas e no andamento do trabalho. É preciso ter um plano B para  o plano B – brincou a administradora.

Outra dica são as reuniões de alinhamento – quanto mais as pessoas envolvidas no projeto estiverem a par de todas as etapas, menos chance de algum problema comprometer o resultado.

VINIDALLAROSA©2017-0118

Renata Froeder traz dicas para quem quer abrir um e-commerce (Foto: Vini Dalla Rosa)

Faça muitas pesquisas

Você tem que saber com quem está competindo  – explica Renata. Isso quer dizer saber com quem a sua empresa está competindo, o que o mercado quer ou precisa e também o que ele já está oferecendo.

— Estudar a concorrência não é copiar, mas sim saber onde tem espaço para inovar. Sempre tenha em mente que o que está dando certo lá pode não dar certo aqui.

Estude seu consumidor

Quando o assunto é o seu público alvo, saiba exatamente quem ele é e o que ele faz. Renata que quanto mais perguntas você souber responder sobre seu consumidor, melhor. Tenha em mente quais as marcas que ele tem de referência, qual a sua faixa etária e do que ele gosta.

– Esteja preparada também para responder as perguntas que ele vai ter quando entrar em contato com o seu produto. Se coloque no lugar dele e pense em quais as informaçoes e conteúdos que gostaria de ter acerca do produto e da marca – explica ela.

Invista em mobile

Renata lembra que 72% do tempo digital é gasto no mobile. Por isso não perca a chance de ter um site que funcione no mobile.

— Carregamento rápido, design simples e intuitivo, fotos em alta resolução, busca de fácil acesso e inteligente são funções básicas para um site eficiente. A navegação tem que ser fácil e, como a tela é reduzida, a navegação precisa ser intuitiva — ensina.

A administradora também lembra que o checkout tem que ser fácil para fazer com que toda a operação, desde o momento de ver o produto até a finalização da compra, seja rápido. Entenda o que é essencial de informação que você vai pedir para o cliente – como o número de telefone para entrar em contato, mas não peça informações que serão desnecessárias.

— Quanto mais rápido a compra se finalizar, melhor. Pense em quem compra sem nem perceber.

Workshop abriu a Donna Week Iguatemi na tarde de quarta-feira.

Workshop abriu a Donna Week Iguatemi na tarde de quarta-feira (Foto: Vini Dalla Rosa)

Não deixe para amanhã o que você pode fazer hoje – e vice-versa

Invista em um planejamento de marketing pré e pós lançamento. Se você está criando um e-commerce de uma marca nova, Renata ensina que criar uma base de clientes é um passo necessário e que começa bem antes da plataforma estar no ar, por exemplo.

A dica é definir o que é necessário ainda na etapa de planejamento, assim você vai saber o que precisa ser feito imediatamente e o que que pode ser aprimorado com o tempo, depois que seu site estiver no ar. Segundo Renata, quem cria um comércio voltado ä moda, sempre vai precisar aprimorar a sua plataforma.

— Existe uma demanda invisível de quem trabalha com moda que é ter muitas informações sobre os produtos. Medidas das peças, fotos com modelos, informações de materiais e de tendências. São uma parte importante do seu site mas não precisam atrasar o lançamento, por exemplo — explica Renata.

Na quinta-feira (26), o workshop de moda é “Influenciadores Digitais – Como analisar e mensurar resultador reais, com Rafael Correia, programador com foco em tésnicas de análise de dados e um dos fundadores da Vert Inteligência Digital.  O valor é R$ 75 e a curadoria é da Share.

Leia mais
:: Donna Week Iguatemi: profissionais dão dicas para ter make e cabelo com cara de passarela
:: Tendências, moda e beleza: seja bem-vinda ao Donna Week Iguatemi!

Leia mais
Vídeos recomendados
Comente

Hot no Donna