Diferença entre salários de homens e mulheres: precisamos falar (ainda mais) sobre isso

Foto: Pexels
Foto: Pexels

“É pelo trabalho que a mulher vem diminuindo a distância que a separava do homem: somente o trabalho poderá garantir-lhe uma independência concreta”. A frase é da escritora Simone de Beauvoir e é certeira ao definir a importância da carreira na construção de oportunidades para mulheres. Além de oportunidades precisamos falar mais sobre uma diferença que teima em continuar ainda em 2018: a salarial.

Nas corporações, em geral, mulheres ocupam a base da pirâmide em desempenho financeiro e recebem menos pelo trabalho que executam. No Brasil, elas ganham, em média, 73,7% do salário pago aos homens, segundo dados do IBGE na última Pesquisa Nacional por Amostra de domicílio (Pnad). Os indicadores já são nossos antigos conhecidos, mas é preciso que sejamos insistentes ao tratar deles, pelo menos, até que a realidade mude.

Nesta quinta-feira, será comemorado o Dia Internacional da Mulher e precisamos falar disso: precisamos falar de salários compatíveis com a entrega, com a performance e não aceitar um Brasil em que mulheres ainda ganhem 30% a menos que homens. Estamos construindo oportunidades através do trabalho e precisamos ter liberdade de escolha, condição essa muitas vezes gerada pelo lado financeiro. É ele que permite a muitas mulheres sair de um casamento fracassado, a investir mais na carreira, a bancar sozinha a própria casa e da família, muitas vezes (nos últimos 20 anos, o número de lares chefiados por mulheres saiu de 23% para 40% segundo o Ipea).

worek

Espero ver nesse dia 8 de março listas de mulheres bem-sucedidas estampando as capas de revistas, sites e jornais. Quero exemplos que me façam continuar acreditando que a diferença vai diminuir ou deixar de existir em menos de 100 anos, como projetou o Fórum Econômico Mundial numa triste estimativa que apontou a necessidade de um século para reduzir a diferença entre os salários de homens e mulheres no mundo. Quero uma causa feminista que vá além de discursos, desejo inspiração baseada em histórias de mulheres reais. Desejo que você seja mais um exemplo de mulher que rompeu paradigmas e está na lista, inclusive, das que ganham os salários mais altos do seu setor. E vamos falar mais disso!

Leia mais:
:: Como encontrar um propósito na sua carreira?
:: Mentalidade, qual é a sua? Aprenda a focar naquilo que é mais importante para sua vida e sua carreira
:: Palmas! 5 dicas para melhorar sua performance para falar em público

Leia mais
Comente

Hot no Donna