Como investir? Conheça as possibilidades para fazer seu dinheiro render em 2017

Por Rossana Silva, especial

Enquanto você começa essa leitura, provavelmente já tem em mente quais são as suas metas de Ano-Novo. E talvez sejam as mesmas de Gabriela, Caroline, Larissa, Geanina ou Simone. Elas são cinco das muitas leitoras que responderam ao nosso chamado nas redes sociais, pedindo que compartilhassem com a gente as resoluções para 2017 para além dos desejos de paz, amor e saúde, o que cada uma se propõe a fazer, aprender, começar, melhorar no ano que se inicia. Algo que dependa, antes de tudo, de dedicação e persistência. E, claro, das dicas de especialistas para apontar o caminho nossa parte no trato.

Nas histórias dessa reportagem, você vai se identificar com ao menos uma das cinco metas escolhidas justamente por serem desejos de muitas de nós. E verá por onde começar. Ao longo do ano, vamos acompanhar como as cinco leitoras estão se saindo na empreitada. Inspire-se e faça acontecer em 2017.

Leia também
:: Sua meta de ano-novo é ter uma alimentação mais saudável? Confira as dicas para cumprir esta resolução
:: Correr na rua é sua meta? Confira tudo o que você precisa saber para se preparar

GABRIELA CARMINATTI, PUBLICITÁRIA, 27 ANOS

“Em 2017, minha prioridade é aprender sobre planejamento financeiro. No momento, pago todas as minhas contas e sobrevivo com meu salário – parte dele está investido em um MBA em Gestão de Negócios. Só em 2016 comecei a me dar conta de como é preciso abrir mão de muitas coisas para poder pagar as contas e ainda sobrar dinheiro para viajar. Agora, estou motivada para juntar dinheiro e investir. Como só dará resultados a longo prazo, as pessoas costumam desistir.”

Uma das resoluções nossas de cada ano, a necessidade de ter um planejamento financeiro ganha status prioritário em um 2017 com perspectiva de instabilidade. Mas para que o plano de Gabriela e provavelmente o seu, leitora saia do papel, é preciso, primeiro, sobrar dinheiro no fim do mês para investir.

– De acordo com esse valor, você tem opções diferentes de investimentos – explica a empresária Denise Damiani, autora de Ganhar mais, gastar menos e investir.00c0a7d9

Reunimos um supertime – a própria Denise, a planejadora financeira Leticia Camargo, as jornalistas Nathalia Arcuri, do canal Me Poupe!, e Kellen Severo, especialista em economia – para ajudar Gabriela e quem mais quiser aprender a investir.

POUPAR PARA QUÊ?

Defina seus objetivos. Se você não sabe para que fim está guardando dinheiro, maior é a chance de acabar gastando. Ter uma ou mais metas (casa, carro, viagem, aposentadoria) ajuda a não resgatar o que já está poupado.

FAÇA AS CONTAS

Saiba quanto você ganha e quanto gasta. É preciso entender exatamente qual é a entrada de dinheiro mensal e a saída com despesas de todos os tipos. Aí ficará mais fácil identificar onde cortar gastos para ter o que investir no fim do mês.

Leia mais
:: Consumo consciente é sua resolução para o ano? Confira dicas para cumprir essa meta
:: Saiba como administrar melhor o tempo: veja dicas para fazer 2017 render

ESQUEÇA A POUPANÇA

  • Use a poupança apenas como sinônimo de guardar dinheiro. Com pouca rentabilidade, teve rendimento abaixo da inflação em 2015 e perde para outros investimentos de renda fixa.
  • São classificados como renda fixa os investimentos com remuneração definida no momento da aplicação. Você terá a garantia de receber o combinado se permanecer com o título até o vencimento. Caso decida vender antes, seu ganho vai depender das taxas de juro do mercado. Os investimentos em renda fixa são de baixo risco, diferentemente dos de renda variável (como as ações), nos quais você pode até perder dinheiro.
  • Algumas modalidades de renda fixa são o Certificado de Depósito Bancário (CDB) e o Tesouro Direto, nos quais é descontado um imposto sobre os rendimentos do seu investimento. Opções como Letra de Crédito Imobiliário (LCI) e Letra de Crédito do Agronegócio (LCA) não têm impostos. Analise todas as opções, pois o CDB, por exemplo, pode compensar mesmo com impostos sobre o rendimento.
  • As instituições costumam oferecer opções a partir de R$ 1 mil para CDBs e LCIs, enquanto LCAs exigem investimentos maiores, geralmente a partir de R$ 50 mil.
  • Nos últimos 12 meses, o rendimento aproximado da poupança foi de 8,4% ao ano, enquanto o CDI acumulado em 2016 deve ficar próximo de 14%. Assim, pode-se projetar que um depósito de R$ 1 mil na poupança chegaria a R$ 1.084 depois de um ano, enquanto o mesmo valor investido no CDB pode chegar perto dos R$ 1.140 (sem descontar impostos).

00c0a7d8

TESOURO DIRETO

  • O Tesouro Direto (TD) é considerado por muitos especialistas a melhor opção. Trata-se de uma plataforma de investimentos pela qual pessoas físicas podem comprar títulos públicos. Na prática, você empresta seu dinheiro ao governo, que devolve o valor com juros. E o melhor: é possível investir a partir de R$ 30 por mês.
  • A planejadora financeira Letícia Camargo calcula que, se você começar a investir, ainda em janeiro, R$ 100 todos os meses em títulos do Tesouro Prefixado (com juros de 11,59% ao ano), obterá R$ 10.139,78 na data de vencimento, em 2023. Ou seja: você investe R$ 7,2 mil e tem rentabilidade de R$ 2.939,78 (sem descontar impostos).
  • Para aplicar no Tesouro Direto, você vai precisar abrir uma conta em uma das cerca de 70 corretoras autorizadas a negociar os títulos. Depois, escolha uma – ou mais – entre as opções para aplicar.

INFORME-SE E INSPIRE-SE

No celular: os apps Minhas Finanças e Guia Bolso são gratuitos e ajudam a ver em que você está gastando.

Na livraria: Ganhar mais, Gastar menos e investir, da empresária Denise Damiani e da jornalista Cynthia de Almeida, ajuda mulheres a administrar o dinheiro com eficiência.

No Youtube: nos vídeos do canal Me Poupe!, do YouTube, a jornalista especializada em investimentos Nathalia Arcuri explica as opções de aplicação de forma didática e bem-humorada.

00c0a7f7

Elas te representam: da esquerda para a direita, no sentido horário, as leitoras Gabriela, Simone, Geanina, Larissa e Caroline

FOTOGRAFIA: Bruno Alencastro.
STYLING, PRODUÇÃO DE MODA E OBJETOS: Gabriela Casartelli (A Imaculada).
ASSISTENTE DE MODA: Bruna Furtado (A Imaculada).
CABELOS: Willian Teixeira e Deivid Santos (RhedCo).
MAQUIAGEM: Fernanda Martins e Jhoritza Souza (RhedCo).
AGRADECIMENTO: Lívia Machado.
OS LOOKS: Gabriela: calça, blazer e blusa Lizáli e brincos Renner; Simone: saia e t-shirt Chica Bolacha, colar Eliana Colognese, pulseiras de acervo da stylist. Geanina: vestido e cinto Lojas Pompeia; Larissa: camiseta e top Paquetá Esportes e tênis Asics; Caroline: macaquinho Lojas Pompeia e relógio de acervo da stylist.
Leia mais
Vídeos recomendados
Comente

Hot no Donna