10 itens de que você precisa para começar a correr | Larissa Gargaro

Nike Running / Divulgação
Nike Running / Divulgação

Sempre que me deparo com listas de produtos e dicas para quem quer começar a correr, fico com a leve impressão de que elas foram feitas por gente que nunca colocou o pé dentro de um tênis. Ok, exagero (todo mundo já meteu o pé dentro de um tênis, né? Só para conferir) mas por alguém que não corre de verdade, seja como hobby ou como pura atividade física.

Em solidariedade aos aventureiros que estão dando seus primeiros passos no esporte, resolvi criar esta pequena e singela lista. Muitos dos itens a seguir serão úteis ao longo de toda a sua jornada esportiva, e não só no começo, então fique atento, respire fundo e cuidado para não tropeçar.

1.Um tênis apropriado

Para começar a correr, basta calçar qualquer tênis esportivo e sair por aí, certo? Mesmo que seja aquele par adquirido em 2009 (a.C.), quando você se inscreveu em uma certa aula de power jump, certo? ERRADO. Errado, errado, errado.

A primeira providência a ser tomada quando se PENSA em começar a correr, é buscar um tênis apropriado à sua pisada, ao seu bolso e ao seu estilo. (E cada caso é um caso.) Não precisa ser o mais top de linha do mercado, deixe isso para quando você estiver em um nível mais avançado – pode ser um modelo básico e neutro, mas que seja voltado ao esporte. Se você preza pelos seus joelhos e quer correr por mais de um mês, faça esse favor a si mesmo. Caso contrário, é lesão na certa. (Gosto muito do LunarGlide, da Nike, e do Boost, da Adidas. Mas sugiro que você experimente o máximo de modelos e marcas, escolhendo conforme seu gosto e bolso.)

2. Relógio esportivo

A lógica do relógio esportivo é parecida com a do tênis, com a diferença que, para iniciantes, talvez aquele modelo que você comprou em 2009 a.C. possa ser perfeito nos primeiros meses. Um corredor iniciante não precisa obrigatoriamente se atrelar a quilômetros percorridos e velocidade (pace), mas sim tempo, cronômetro. É provável que você alterne corrida com caminhada, logo um relógio digital simples pode ser exatamente o que você precisa.
Quer investir um pouco mais?  OK, então compre um relógio com GPS, que vai marcar percurso, pace, tempo e batimentos cardíacos. A marca mais indicada no mercado de corredores e triatletas é a Garmin, que dispõe dos mais diversos modelos. (Dica: se puder comprar fora do Brasil, irá economizar algumas centenas de reais.)

:: 5 motivos para se exercitar sem perder o foco
:: 3 lesões comuns causadas pelos exercícios físicos
:: As mentiras que a gente conta para fugir da academia

3. Um bom short… para usar embaixo do seu outro short

Isso mesmo, dois shorts. Já ouviu falar em ASSADURA na pele? Do tipo que cria bolinhas vermelhas e arde absurdamente quando você toma banho? É disso que o segundo short vai te proteger.  O modelo leve, soltinho, que todos têm, muitas vezes acaba roçando na parte interna das coxas conforme o movimento da corrida – isso quando não são as próprias pernas que machucam umas às outras. Usando um short de suplex ou material similar por baixo, você fica livre de qualquer desconforto. Essa dica vale para homens e mulheres, viu?

4. Uma nota de R$ 5

Nem de R$ 10, nem de R$2, nem de R$ 20: uma nota de R$ 5. Esta singela nota de 5 evita grandes quantias de troco para balançarem dentro do short, e é sua garantia de uma garrafa d’água, de um suco natural, de um gel de carboidrato ou uma passagem de ônibus para voltar para casa. “Mas por que eu não levo uma de R$ 20 e volto de táxi?” Você não queria começar a correr? Então volte caminhando ou, pelo menos, interaja com a cidade em que vive usando o transporte público. Corredor não pode ter frescura! Ver item 10.

5. Faixa de cabeça

Essa dica é de ouro para as mulheres, especialmente aquelas que têm algum tipo de franja no cabelo. A faixa de cabeça para corrida é fina, firme e não incomoda em nada na sua performance. Ao invés de encher o cabelo com 50 grampos, uma faixa já basta – e aqueles fios rebeldes de cabelo não ficam querendo fugir durante a corrida.

6. Não me venha com camiseta de gincana de colégio

Você estava louco para usar aquela camiseta da gincana de 1996, né? Pois saia dessa, amigo. Não que essa camiseta não seja legal e cheia de significado, mas ela não será nada confortável quando você estiver suando e ela ficar balançando (sobra pano para todos os lados). A camiseta ideal para uma corrida é ajustada no corpo, sem ser apertada demais, e leve, de preferência em tecnologia dri-fit, para a pele respirar. Marca, cor e preço? Você decide.

:: 10 dicas para quem quer começar a correr

7. IPod / MP3 Player

Por que não correr com o smartphone? Porque, usando o elástico que prende o aparelho no braço, as chances de surgir algum tipo de desconforto ou desequilíbrio durante a corrida são grandes – isso sem falar na distração. Whatsapp, e-mail, Facebook e SMS apitando enquanto você tenta treinar não é nem um pouco motivador. Viva o momento; deixe o celular em casa! Use um iPod ou MP3 player para ouvir suas músicas preferidas durante a corrida.

8. Um top decente

Mulheres, a hora de escolher o top não é a hora de pechinchar. Uma má economia de R$ 30 pode virar um gasto de R$ 70 no futuro, porque o top baratinho marca-diaba não segura nada. Mais vale investir em um bom top de confiança, com material tecnológico, firme e em cor neutra, do que em vários podrinhos que você não vai conseguir usar mais de uma vez.

9. Assessoria esportiva

Se seu budget mensal permitir, procure se juntar a uma assessoria esportiva. Não somente pela orientação de um treinador, que irá apontar as melhores maneiras de você evoluir sua corrida de acordo com seu preparo e limitações físicas, mas pela motivação. Correr em grupo é sempre mais divertido (e ter compromisso com os outros diminui a chance de você matar o treino para ficar em casa assistindo Netflix).

10. A frescura pode ficar em casa 

Você vai suar, você vai ter sede, você vai querer fazer xixi no meio do treino. É natural, é humano! E você não vai ter onde se secar, nem sempre vai achar um lugar para comprar água, e banheiro limpo então… é. Queira ou não queira, a frescura vai ter que ficar em casa. Prepare-se para encarar o suor, o bebedor-com-água-que-tem-gosto-de-ferro e um agradável banheiro público sem papel higiênico de vez em quando.

Por último? Enjoy the ride. :)

Leia mais
Comente

Hot no Donna