Cabelo crespo tem história: você conhece a origem desse tipo de fio?

Foto: Reprodução/Instagram @mominatu
Foto: Reprodução/Instagram @mominatu

Você já parou pra pensar por que algumas pessoas têm cabelos lisos e outras crespos? Em resumo, é mais uma das características que estão entre as adaptações do ser humano.

É histórico. O tipo de fio se deve à maneira como cada um se adaptou e evoluiu em seu ambiente. Sendo a África o início de tudo, as primeiras pessoas tinham a pele negra, por exemplo, para se adaptar ao sol quente e às temperaturas muito altas entre os trópicos, considerando a localização do continente. E a mesma questão climática se deve aos fios enrolados, sabia?

Os africanos desenvolveram cabelos crespos durante todo o processo de evolução e hoje, muito tempo depois, seus descendentes ainda carregam essa característica. Em geral, o cabelo crespo consegue manter uma camada de ar com poucos centímetros entre a cabeça e o ambiente, e esse espaço serve de refrigeração. Já o crescimento em mola ou em Z forma uma proteção para o couro cabeludo em relação ao sol quente africano com ausência de sombras.

Red!

Foto: Reprodução/Instagram @simplycyn

O cabelo afro é como um chapéu natural feito através do entrelaçamento dos fios de cabelo que tornou-se uma herança.

Ok, mas por que nem todos com pele escura têm cabelo crespo? Migração, pela mesma adaptação, mas com menos incidência solar.

Isso tudo pra dizer o privilégio que é ter cabelo afro e o quanto a história dele é bacana. Devemos ter orgulho dessa coroa natural que carregamos!

Leia mais:
::

 

Leia mais
Comente

Hot no Donna