Celia Ribeiro: O segredo da dieta saudável é mantê-la na rotina

(Vini Dalla Rosa, divulgação)
(Vini Dalla Rosa, divulgação)

Em recente happy hour, nos jardins da Maiora Design Furniture, foi apresentado um atraente bufê, com canapés muito bem decorados e bolinhas multicoloridas que pareciam de queijo, mas eram de mandioquinha com temperos, diferenciando sabor e colorido específicos. Da beterraba, um tom forte de lilás; do açafrão, o amarelo ouro das respectivas bolinhas assadas no forno. Sobremesa? Taça de creme de manga com coulis de frutas vermelhas e óleo de coco. Sem açúcar, para não interferir na doçura natural das frutas.

O responsável pelo bufê funcional é Felipe Aranha, 38 anos, que deixou Porto Alegre há 10 para residir no Rio. No seu cartão profissional: Lip Aranha – chef funcional. Ele cozinha desde os 11 anos, tendo começado em férias, na fazenda gaúcha de seus pais, Susana e Eduardo Aranha, em Tapes. Formado em Direito, com uma carreira sólida como gerente jurídico de uma multinacional, fez muitos cursos de culinária. O que mais influiu na sua filosofia alimentar foi o estágio no Le Manger Organique, o primeiro restaurante de São Paulo a receber certificado de orgânico no Brasil.

Mais colunas da Celia Ribeiro?
:: Celia Ribeiro: O pudim que reina entre os pudins
:: Celia Ribeiro: Saber usar o guardanapo significa bons modos à mesa
:: Celia Ribeiro: Crianças verdadeiras com muita graça 

Lip Aranha acaba de chegar de uma segunda temporada de um mês nos Estados Unidos, dividindo-se entre Boston, Dover e Westwood, atendendo a clientes brasileiros e americanos em busca de uma dieta “detox” (desintoxicante).Ela é praticada por celebridades de Hollywood (Angelina Jolie é uma delas). Lip começa a educação alimentar acompanhando a cliente ao supermercado, para fazer as compras corretas.

Nessa última temporada, notou que os hábitos alimentares de seus clientes mudaram e houve redução de peso, sem fome. Mas o chef funcional não é radical e vai a restaurantes: fundamental na dieta é cumpri-la na rotina do dia a dia. Ele não precisa de assessoria jurídica, pois o fato de ser advogado ajuda-o a fazer os contratos na nova profissão.

Estampas

Ao voltar dos Estados Unidos em 1987, após uma temporada de estudos, a designer de superfície Renata Rubin promoveu uma maior valorização do design têxtil, graças também ao avanço da tecnologia permitir uma maior exploração de texturas, cores e efeitos. O livro Alma Brasileira, em sua terceira edição, reúne criações dos 12 finalistas do 3º Prêmio Estampa Brasil – incluindo estudantes – e tem a curadoria de Renata, com o patrocínio de Lojas Renner, numa contribuição ao desenvolvimento de novos talentos.

Prêmio Estampa Brasil - 1º lugar

Prêmio Estampa Brasil – 1º lugar

A riqueza da cultura brasileira é uma fonte de inspiração para os trabalhos, divididos no livro em três categorias: Amazônia, o jardim brasileiro; Brasil, um mosaico de culturas; e Carnaval, um Brasil de cores. Uma prova do interesse despertado pelo Prêmio Estampa Brasil foi a inscrição de mais de 4,5 mil estampas. Muito bem editado, Alma Brasileira é distribuído gratuitamente através de inscrição por meio do e-mail flavio@quattroprojetos.com.br

Etiqueta na prática

Envie sua pergunta para a Celia: contato@revistadonna.com.

 SE A ANFITRIÃ NÃO ESTIVER NA SALA…

Pode acontecer que se chegue numa sala cheia de amigas de uma aniversariante e a anfitriã não esteja por perto. O que fazer? Entrar devagarinho e cumprimentar, olhando para ver se encontra uma conhecida. Não? Então, senta-se no primeiro lugar disponível. Mas quem tem traquejo social sabe que, em tal circunstância, uma das convidadas que está mais próxima da recém-chegada diz seu nome e procura entrosá-la na conversa do grupo. Quando a aniversariante voltar, essa que chegou por último levanta-se, indo ao seu encontro.

AS AGRURAS NO SUPERMERCADO…

É cada vez mais frequente na fila diante do caixa, quando se está com o carrinho cheio de compras, que alguém atrás empurre o seu carrinho de encontro aos nossos calcanhares. Pior é quando tal atitude, às vezes involuntária, é cometida por um funcionário do supermercado, necessitando locomover-se. Como reagir? Em primeiro lugar, há uma reação natural do corpo diante da batida. Se o causador do desconforto não pedir desculpas, é olhar para trás e pedir com um “faz favor” que ele ou ela não empurre o carrinho. Sem estresse.

ATUALIZAÇÃO DO VISUAL

Sabe-se que a moda deixou de ser impositiva, transferindo para os consumidores a produção do seu visual. É principalmente através das cores que se atualiza o look próprio. É uma echarpe ou uma bijuteria nas novas tendências de cores expostas nas vitrinas que cumpre com este papel. O valor da roupa está muito alto no Brasil, e de repente se passa a comprar menos. Daí a vantagem de shorts, t-shirts, blazers e vestidos em tecidos lisos, que são ilumináveis pelo frescor de um colete estampado e acessórios de efeito, incluindo tênis, sapatos e sandálias.

Leia mais
Comente

Hot no Donna