Claudia Tajes: “relaxa”, nosso novo bordão preferido

Desde que dizer “ relaxa” virou mania nacional, essa é uma espécie de senha para o inferno. A qualquer preocupação que se demonstre, o mundo ao redor responde: relaxa.  É o sinal para se preocupar de verdade.

– Não tá na hora de estudar?
– Relaxa.

– Faltam cinco minutos pra aula.
– Relaxa.

:: Veja outras colunas de Claudia Tajes

– Não vai ficar apertado pra pagar?
– Relaxa.

– O filme começa em cinco minutos.
– Relaxa.

– E se eu não conseguir entregar no prazo?
– Relaxa.

00a8a85d

O nosso “ relaxa” de agora, palavra usada nos mais variados e familiares ambientes, vem de uma expressão, digamos, adulta, o famoso “ relaxa e goza”. Fui pesquisar e não é que tudo começou com uma brincadeira de mau gosto envolvendo, quem diria, o estupro? • Momento curiosidade da coluna: o autor da frase foi o apresentador Tex Antoine, então o mais bem- sucedido Homem do Tempo da TV dos Estados Unidos.  Tex estreou em 1949 e foi quem primeiro utilizou desenhos, gráficos e histórias para explicar as variações do clima. Sucesso de público, tinha fã- clubes e entrava em cena com a trilha Fine and Dandy ao fundo. Até que, em 24 de novembro de 1976, o boletim meteorológico das seis da tarde veio logo depois da notícia de um estupro sofrido por uma menina de oito anos. Tex não resistiu a uma piada sem graça: – São tantos os casos desse tipo no noticiário que convém lembrar a lição de Confúcio: se o estupro é inevitável, relaxa e goza.

***

Na mesma noite as mulheres dos Estados Unidos – a dele, inclusive – estavam contra o Tex. No dia seguinte, o fanfarrão foi demitido e desligado do partido pelo qual pretendia concorrer a um cargo político.  Encerrou oficialmente a carreira em 1977 e morreu em 1983, escondido sob o nome de H. Jon Antoine. Para ver que não é de hoje que a apologia ao estupro, ou pelo menos a falta de noção para tratar do assunto, mexe com a sociedade.

Corta para o Brasil. Na campanha eleitoral de 1989, Paulo Maluf deu sua contribuição ao tema: “ Se está com desejo sexual, estupra, mas não mata”. Em 2007, diante do caos aéreo e dos passageiros amontoados nos aeroportos, a então Ministra do Turismo, Marta Suplicy, não deixou por menos: “ Relaxa e goza porque depois você vai esquecer de todos os transtornos”.
Candidata à prefeitura de São Paulo em 2008, Marta viu um de seus adversários o próprio Maluf!!!! – se aproveitar da frase infeliz na campanha. “ Vote ( sic) Maluf ou… relaxa e goza”. Nota da Redação: quem ganhou aquela eleição foi o Gilberto Kassab.

00a8a860

E com o Bolsonaro, que parece sempre a um passo de sair no braço com todo mundo, mas que só empurra e ofende mulher, será que vai acontecer alguma coisa?

Até hoje eu tinha apenas implicância com a palavra. Mas garanto que, de agora em diante, ficarei com urticária e azia se alguém, com a intenção de passar tranquilidade, pegar na minha mão, olhar nos meus olhos e murmurar: “ relaxa”.

– Será que esse texto tá chato?
– Relaxa.

00a8a85f

Leia mais
Vídeos recomendados
Comente

Hot no Donna