Como usar as tendências da vez em looks para o trabalho | Moda Na Real, por AsPatrícias

Nem sempre é fácil para as mulheres se vestir com estilo em ambientes profissionais que exigem certa formalidade, principalmente para quem quer render-se a certos desejos de temporada. Entretanto, há uma boa notícia para quem busca fugir de combinações óbvias, mas também não quer apimentar demais o figurino cotidiano: as tendências estão mais praticáveis, aproximando os escritórios das passarelas – ou vice-versa.

Observando alguns essenciais desta temporada, muitos se encaixam como uma luva de pelica no closet profissional: tons pastel, calças de alfaiataria, paletó, saia lápis, camisas de seda, vestidos estruturados até o joelho. São clássicos de qualquer estação que ganham o toque atual graças à modelagem, que vem mais estruturada e arquitetônica, mas sempre extremamente feminina, e aos detalhes e cores, que criam uma nova elegância, menos óbvia, mais requintada. É disso que o estilo executivo feminino precisa para estar contemporâneo: atenção aos detalhes que geram grandes efeitos. E uma dose de criatividade, é claro.

#ModaNaReal
:: Afinal, o que usar nas festas de fim de ano?
:: O pânico aos 40 anos reflete na autoconfiança e na postura

O que também não pode faltar nesta estação são elementos do guarda-roupa masculino. Não há saída. Calças folgadas, paletós de proporções amplas, cardigãs longos vão decorar as curvas femininas com muita atitude – e podem, sim, ser adaptados aos ambientes formais, desde que mesclados a peças femininas, como, por exemplo, uma calça oversized com uma camisa de seda decorada por uma jóia discreta ou uma biju imponente.

O neomasculino para as mulheres se estende aos pés com sapatos e sandálias de aspecto um tanto pesado, com saltos encorpados e tiras grossas. É claro que para andar na linha da sofisticação é preciso ficar de olho para não exagerar na dose e errar o passo. Menos sempre continuará sendo mais para ambientes profissionais formais.

traba00

Adote

Calças: Os modelos em destaque são a pantalona e a cropped (calça curta, no meio da canela), inclusive a pantolona cropped, chamado culote. Escolha a que mais combina com o corpo e com o estilo pessoal.

– Camisas de seda levinhas e com cores fofas: Podem ter jabô ou laços na gola. Os babados e laços proporcionam certo perfume retrô às camisas, muito bem-vindo.

– Paletós de todos os tipos: Amplos, ajustados, neutros, coloridos, de tecidos levinhos, estampados, desconstruídos, estruturados. Todos são permitidos e bem-vindos. A gente adora os mais amplos e “desabadinhos”.

– Vestidos de corte ajustado usados com cinto: Esses modelos remetem à elegância dos anos 40.

– Cores sóbrias no look todo (preto, cinza, nude) ou mescladas a um tom vibrante ou um pastel ácido. Só não exagere nas cores vibrantes, já que elas revertem toda a atenção.

traba02

– Acessórios: Cintos, lenços, sapatos, bolsas, quando bem escolhidos, “levantam” qualquer figurino, atualizando o visual e proporcionando um toque equilibrado de ousadia. São esses elementos que permitem uma dose extra de audácia.

– Maquiagem bem dosada: O kit para o trabalho inclui máscara para cílios, lápis discreto nos olhos, corretivo para minimizar olheiras e imperfeições, base suave, pó para tirar o brilho, batons naturais e só. Nada de exageros.

– Sandália de tiras largas e salto encorpado e sapato ao estilo masculino, tipo Oxford ou loafer: Sapatilhas e scarpins são sempre bons companheiros.

– Bolsas menores e estruturadas.

– Combinação de camisa e calça: Ótima alternativa para fugir do costume e do tailleur.

traba03

– Bijuterias, que estão em total evidência: Só não exagere. Escolha sempre um ponto para chamar a atenção (pulsos, pescoço, orelhas, mãos).

– Discrição: Se o visual adequado abre portas, o contrário também acontece. Como diria Coco Chanel: “vista-se mal e notarão o vestido. Vista-se bem e notarão a mulher.”

– Roupas que combinem com o corpo: Nada de usar peças que focalizem pequenos defeitos pessoais só porque estão na moda. A maior elegância é vestir o que combina com a silhueta, valorizando o que cada corpo tem de melhor.

Leia mais
Comente

Hot no Donna