Dá pra acreditar? Propaganda com família negra é acusada de falta de diversidade por não ter brancos

Foto: Youtube/Divulgação
Foto: Youtube/Divulgação

Faltando duas semanas para o Dia dos Pais, o Boticário lançou uma campanha para celebrar a data. O anúncio entrou no YouTube na última sexta-feira, 27, e já foi visualizado por mais de 6 milhões de pessoas. Porém, o que chama atenção é o alto número de “dislikes”. São 16 mil.

Mas por quê? Não gostaram do vídeo? Não gostaram do produto? A propaganda é chata? Não. É porque é protagonizada por uma família negra. Dá pra acreditar?

“Por que não tem nenhuma pessoa branca no comercial? E os direitos iguais?”, questionou um dos usuários.

Veja o comercial:

A marca foi acusada de racismo e parte dos usuários reclamou de “falta de diversidade”, pois brancos não aparecem na campanha. Oi? Eu consigo contar com os dedos de uma mão só quantas propagandas estão no ar exibindo só pessoas negras.

A marca de cosméticos quis trazer algo para seu público negro, que tem enorme poder de consumo no Brasil, e isso é incrível!

Nunca esquecerei de uma declaração de Angela Davis em uma visita ao Brasil, em 2014. A ativista e filósofa norte-americana disse que a cara pública do país, cuja população é majoritariamente negra, era branca.

Parece bobagem, mas os negros ainda são figurantes ou, no máximo coadjuvantes, na mídia brasileira. Nos últimos anos, as mudanças foram muito ralas, apesar de eu, sinceramente, acreditar que a cultura da propaganda está mudando e abrindo cada vez mais portas para a diversidade.

Mesmo assim, ainda há muito o que fazer. É necessário (e com urgência!) que haja o mínimo de equidade racial e que nossas mídias sejam (cada vez) mais representativas.

Leia mais
:: Racismo em propaganda da Dove: como a mídia nos atinge
:: Representatividade: Turma da Mônica terá família negra entre os personagens principais

Leia mais
Comente

Hot no Donna