Decidindo a escola do filho: dicas para facilitar na hora da escolha da educação infantil

Fotos: Pixabay
Fotos: Pixabay

Decidir a escola ideal para nossos filhos nem sempre é tarefa fácil. Afinal, é lá que eles passarão boa parte do seu dia. Novos amigos, novas descobertas : é uma mudança e tanto na vida dos pequenos (e dos papais também). E, como toda mudança, isso gera ansiedade, medo e muitas dúvidas. O que levar em conta na hora da escolha? Será que ele vai comer direito? Será que vai sentir nossa falta? Será bem cuidado?

Conversamos com a educadora Ana Medeiros, especializada em educação infantil, para entender quais os principais critérios que você deve levar em conta ao conhecer uma escola.

EXPECTATIVAS

O primeiro passo é listar o que você espera da escola. Uma escola que seja adequada a todas as crianças é difícil, pois cada uma tem suas peculiaridades. Na hora de escolher, opte por aquela cuja filosofia está adequada aos seus valores. Observe também a proposta pedagógica, a qualificação dos professores, o número de alunos por sala, a estrutura, limpeza e organização, alimentação e, claro, localização e valor da mensalidade.

PESQUISA
Para que sua decisão seja tomada da melhor maneira possível, pesquise muito. Visite quantas escolas achar necessário até que se sinta realmente seguro na decisão.

kids-1093758_1280

A HORA CERTA

Não há uma idade fixa para eles começarem, mas a adaptação quando a criança ainda é bebê sempre é mais tranquila. Mas se os pais optarem em esperar, isso não quer dizer que a criança não irá se desenvolver, apenas que na escola há mais oportunidades para isso. Depois de decidida a escola, alguns outros pontos devem ser observados para que seja uma transição tranquila para pais e filhos.

ADAPTAÇÃO

Não existe um tempo certo para adaptação. Algumas crianças já se adaptam nos primeiros dias, outras demoram mais, uma vez que o ambiente é novo. Quando os pais não demonstram muita ansiedade, a criança adapta-se mais facilmente. Explique sempre o motivo de seu filho estar indo à escola – nunca prometa presentes ou prêmios por ele ir. Durante a adaptação, não vá embora sem que seu filho saiba que está indo, ou seja, nunca saia escondido. Quando ele se der conta, vai chorar e vai se sentir traído, ficando mais inseguro, o que não é bom.

Mais colunas da Vanessa
:: Qual a idade ideal para a criança aprender novos idiomas
:: Os temidos dois anos: a fase de mudanças no comportamento das crianças
:: Babá, escolinha ou casa da vovó: como escolher a melhor opção

As últimas do Donna
Comente

Hot no Donna