Destination Wedding: que tal antecipar a lua de mel e se casar no lugar dos seus sonhos?

Foto: Guilherme Coelho
Foto: Guilherme Coelho

Um campo florido ao entardecer, a torre Eiffel, a água azul do Caribe não seriam cenários perfeitos para celebrar o amor de casais que amam viajar? O destination wedding pode ser a opção certa para aqueles que estão tão ansiosos pela lua de mel, que já resolvem casar por lá.

Veja o algumas dicas para o Destination Wedding dos seus sonhos:

1. Escolha o destino

Obviamente, o primeiro passo é escolher o destino, que pode ser uma cidade que marcou a história do casal, ou que vocês desejam conhecer – nesse caso é importante ir até lá com antecedência ou contatar pessoas que já tenham feito algum evento no local para evitar surpresas e decepções. Como a organização de um casamento longe de onde se mora é mais complexa, é preciso começar o planejamento, no mínimo, 12 meses antes do grande dia.

 

Casar em Noronha é sempre uma ótima ideia! ??? #wedding #noronha @amonoronha

Um vídeo publicado por Guilherme Coelho ?? (@coelhofilms) em

2) Contrate um cerimonialista 

Como você irá para outra cidade ou até mesmo outro país, é importante ter alguém que possa orientá-la quanto às especificações do lugar e auxiliar os convidados na organização de suas viagens. #ajudanuncaédemais

3) Resorts são uma boa pedida

Ainda bem que existe resort por todo canto do mundo: eles oferecem uma estrutura mais completa e geralmente têm várias opções de entretenimento para os convidados durante a estadia, o que facilita a vida do casal.

Pega essa intro! ??? #wedding #fortaleza @danielabortolanza @gusbortolanza

Um vídeo publicado por Guilherme Coelho ?? (@coelhofilms) em

4) Envie o convite com antecedência

Como a celebração demanda que os convidados se programem com deslocamento, reserva de quarto, entre outros itens, envie o convite com, no mínimo, dois meses de antecedência. O ideal é fornecer também o máximo de informações sobre o destino e o evento, além de uma van para transporte do aeroporto ao hotel/resort. Você ou o cerimonialista pode tentar alguma negociação bacana para quem for se hospedar no local onde do casamento.

5) Pense na programação

Esse tipo de casamento normalmente dura pelo menos dois dias, podendo se estender até por uma semana. Então, é importante verificar se o local escolhido tem atividades e opções de entretenimento para seus convidados – por isso os resorts são tão procurados para esse tipo de casamento.

6) Lembre-se de detalhes como fotógrafo, buquê, bolo, maquiador e outros itens que não cabem na mala

Tente obter contatos de pessoas que se casaram no destino e peça indicações para já deixar reservado os serviços. Não se esqueça de pedir uma amostra do trabalho: se for fotógrafo, peça o booking dele. Em alguns casos, você pode considerar pagar a passagem e a hospedagem para alguns fornecedores que você já conhece e em quem confia – tudo irá depender do seu orçamento.

Stella no making! ?

Um vídeo publicado por Guilherme Coelho ?? (@coelhofilms) em

7) Que tal um miniwedding?

Como o destination wedding é tem uma execução mais complexa, quanto menor a lista de convidados, menor será a possibilidade de erros e problemas. #evitandoocabelobranco
Além disso, os gastos com hospedagem, locomoção, entre outros itens, com certeza irão reduzir a sua lista de confirmados.

Leia também: Como saber se o mini-wedding é o tipo de casamento certo para você

E aí? Gostou das dicas? Semana que vem, tem mais 😉

Leia mais
Comente

Hot no Donna