Está com dívidas? Saiba como aproveitar a queda dos juros para sair do vermelho

Foto: Pexels, reprodução
Foto: Pexels, reprodução

Viver agora e pagar depois: essa é a escolha feita pela maioria de nós, principalmente os que fazem parte da geração Y ou Millenium, aquela nascida entre 1980 e 2000. Pesquisas apontam que outro comportamento típico é preferir a experiência ao consumo. Ou seja, entre comprar um relógio e viajar, a maioria vai preferir a segunda opção. Você se identifica?

Eu, particularmente, sim. Gosto da intensidade, de viver as experiências, de sentir que estou aproveitando bem o tempo. Até aí, nenhum problema. A questão aparece quando o estilo de vida não cabe no orçamento e muitas mulheres acabam se endividando para manter esse jeito de ser. O brasileiro inadimplente deve, em média, três vezes o valor do salário. É o que apontou a pesquisa da empresa de recuperação de crédito Recovery, feita pelo Data Popular.

Trocando em miúdos, alguns brasileiros estão pagando o custo de viver hoje e pagar depois. A esse adiantamento do dinheiro no tempo chamamos de juros. Em síntese, a situação em que valores ou benefícios usados mais cedo geram algum tipo de custo a ser pago à frente. A boa notícia para quem se encaixa neste perfil é que os juros caíram e a dívida pode ficar mais barata.

A Selic (taxa básica de juros) foi reduzida em mais um ponto neste mês e o Banco Central do Brasil já sinalizou que pode continuar com os cortes até o fim do ano. A economia brasileira tem hoje a mais baixa taxa de juros dos últimos 4 anos, situação que pode ser aproveitada para diminuir os custos e melhorar um pouco a saúde financeira.

Vale a pena aproveitar a queda dos juros e renegociar dívidas, se esse for o se caso. O montante a ser pago pode diminuir caso seja aplicada a taxa mais baixa e você sentir um certo alívio.

Veja dicas do que fazer com a queda de juros:

♦ Reveja as dívidas e renegocie com o banco ou instituição financeira uma taxa menor;

♦ Reavalie as aplicações, já que com a queda os rendimentos podem diminuir em algumas posições;

♦ Avalie o momento: se você está planejando investir mais, pode conseguir empréstimos mais baratos nesse momento.

Confira outras colunas
:: Duas perguntas que você precisa se fazer para não desperdiçar seu tempo
:: Saiba como administrar melhor o tempo: veja dicas para fazer 2017 render
:: Comece agora mesmo: o método usado no Google para colocar ideias em prática

Leia mais
Comente

Hot no Donna