Festa de casamento: 4 passos para fazer a lista de convidados sem estresse

Foto: Vini Dalla Rosa
Foto: Vini Dalla Rosa

Fazer a lista de convidados é sempre um dos primeiros itens do casamento e um dos mais estressantes de ser executado pelos noivos. Como não quero ver nenhuma noiva por aí pirando ou jogando para o alto a lista, confira dicas de como definir os convidados sem arrancar o cabelo. #olhaocabelobranco

:: Como contar a história do casal de maneira criativa no casamento? 6 ideias de storytelling
:: Respira, não pira, tudo vai dar certo no seu casamento.

via GIPHY

:: Festa de casamento: 9 dicas para não errar na escolha do vinho e do espumante
:: 5 ideias para inspirar sua festa de casamento

1. Defina o orçamento

Já falamos por aqui, eu sei, mas devo repetir que um dos primeiro itens do planejamento de um casamento de sucesso deve ser estipular quanto vocês podem investir nesse dia.

Tenha em mente que a maioria dos itens são valorados a partir da quantidade de convidados. Então, saber o orçamento irá te ajudar a limitar a lista. Além disso, é importante decidir quem vai pagar a conta: serão os noivos ou os pais? Essa resposta tem peso, pois os pais sempre querem convidar alguns amigos, ainda mais se eles estiverem bancando a festa.

2. Defina critérios com seu noivo

Converse com seu noivo para juntos decidirem quais os critérios para convidar cada convidado. Algumas perguntas podem nortear as escolhas. Por exemplo: há quanto tempo sou amiga(o) dessa pessoa? Nos falamos com frequência? No meu último aniversário, essa pessoa me parabenizou? Colegas de trabalho serão convidados? Vamos convidar os namorados das amigas(os)? Crianças serão convidadas?

Vocês podem optar por estipular um limite de convidados para cada um, por exemplo, 50% da lista total para cada um, ou 1/3 para cada e para os pais. De qualquer maneira, mesmo tento essa divisão, é importante definir os motivos pelos quais vale a pena ter a presença daquela pessoa: afinal de contas, você não quer pagar para ter alguém que mal conhece em um dos dias mais importantes da sua vida, certo?

3. Defina critérios de cortes

Assim como você criou critérios para convidar, defina quais serão os de corte. Algumas perguntas como: Essa pessoa já conversou com meu noivo(a)? Essa pessoa sabe a nossa história? A gente frequenta a casa dessa pessoa ou temos costume de sair com ela(e)? Tenho o número de telefone dela? Posso recorrer a essa pessoa em qualquer momento? Eu teria alguma frase de agradecimento para dizer para essa pessoa? Ela agregaria mais alegria e emoção na festa? Perguntinhas como essas podem te ajudar a se sentir menos péssima por cortar alguém da lista.

4. Converse com seus pais e sogros?

Os pais tendem a querer convidar alguns amigos e parentes mesmo quando eles não estão ajudando com o orçamento. Então, cabe a vocês mostrar o planejamento previsto, os valores de locação, buffet etc, e explicar claramente por que existem restrições. Dica: divida com eles os critérios que vocês estipularam, assim todos terão os mesmo parâmetros.

Criando esses critérios, tudo ficará mais fácil, você só precisa se comprometer em seguir o planejamento do casal. E, se for necessário abrir uma exceção, é importante que conversem e entrem em um acordo. Nada de ficar impondo sempre a sua vontade, viu noivinha?!

Foto: Guilherme Coelho

(Foto: Guilherme Coelho)

Além disso, seja firme nas suas decisões: não vão faltar pessoas dando pitaco em tudo. Então, aprenda a colocar limites e lembre que a última palavra é sua e do noivo. E vocês não devem se sentir obrigados ou constrangidos a convidar quem deve estar nessa celebração.

Mais colunas da Maria Eduarda Santos?

:: Descubra se o miniwedding é o tipo de casamento certo para você
:: Destination Wedding: que tal antecipar a lua de mel e se casar no lugar dos seus sonhos?

Gostou das dicas? Quais assuntos você gostaria de ler por aqui? Mande suas dúvidas e sugestões para o e-mail maria.santos@revistadonna.com, vou adorar responder.

Leia mais
Vídeos recomendados
Comente

Hot no Donna