Grávidas podem viajar de avião? Veja dicas para fazer uma viagem tranquila durante a gestação

A grande maioria dos obstetras recomenda que gestantes evitem viajar nos três primeiros meses da gravidez, por ser um período de maior risco. É o início de muitas mudanças no organismo, em que as mulheres costumam sentir muitos enjoos e sonolência. Caso você esteja se sentindo mal no início da gestação, com certeza é melhor evitar uma viagem longa.

Mas normalmente, no quarto mês de gestação os enjoos costumam melhorar. E é o período perfeito para viajar, pois a forma física ainda não mudou completamente.

Pensando nisso, separamos algumas dicas importantes – inspiradas no blog Lala Rebelo – para as futuras mamães que estão organizando suas próximas viagens.

Conheça as políticas de embarque das principais companhias aéreas do país:

aeroplane-air-air-travel-723240

GOL

  • Até 27 semanas de gravidez simples: não é necessário apresentar atestado médico.
  • De 28 a 35 semanas: a gestante deve preencher a Declaração de Responsabilidade fornecida pela GOL | disponível no site da empresa.
  • No começo da 36ª semana até o término da 37ª: é preciso apresentar atestado médico com validade de 30 dias.
  • Gestante a partir da 38ª semana de gestação: permitido o embarque apenas em situação de extrema necessidade. Com a Declaração de Responsabilidade preenchida (disponível para download no site da companhia) e o acompanhamento de um médico obstetra.
  • O atestado médico tem validade de 30 dias.

AZUL

  • Gestantes até 28ª semana de gestação: não há necessidade de atestado médico ou Declaração de Responsabilidade;
  • Gestantes entre a 29ª e 35ª semana de gestação: devem apresentar apenas o atestado médico autorizando a viagem;
  • Gestantes entre a 36ª e 37ª semana de gestação: devem preencher Declaração de Responsabilidade fornecida pela Azul nos aeroportos e apresentar atestado médico autorizando a viagem aérea;
  • Gestantes a partir da 38ª semana de gestação: só podem viajar acompanhadas pelo médico responsável;
  • O atestado médico deve ser emitido até 7 dias antes da viagem.

LATAM

  • Gestantes até 28ª semana de gestação: se a gestação transcorre sem problemas e você tem boa saúde, pode viajar sem a necessidade de apresentar um atestado médico;
  • Gestantes a partir da 28ª até a 36ª semana de gestação: é necessário apresentar um atestado médico para um dos funcionários no balcão de atendimento;
  • Gestantes a partir da 36ª até completar a 39ª semana de gestação: é necessário enviar o atestado médico ou o formulário MEDIF (formulário padrão de informações médicas para viagens aéreas | disponível no site da cia aérea) para análise da equipe médica aeroespacial da LATAM. O documento MEDIF preenchido deverá ser apresentado no balcão de atendimento junto aos demais documentos necessários para a viagem;
  • O atestado médico precisa ter sido emitido no máximo 10 dias antes de sua viagem, e deve conter as seguintes informações: origem e destino de sua viagem, datas e horários de saída e chegada, tempo máximo de voo permitido, estimativa da data de nascimento do bebê, idade gestacional, autorização expressa para viagem em avião e parecer médico.

AVIANCA

  • Gestante até 27ª semana de gestação: não é necessário apresentar atestado médico, porém é preciso apresentar o termo de responsabilidade preenchido no check-in (3 vias impressas devidamente preenchidas e assinadas). Esse termo está disponível para download no site da Avianca. Há também no próprio balcão, basta se declarar gestante que pedirão para preencher e assinar;
  • Gestante a partir da 28ª semana até a 35ª semana de gestação: é necessário apresentar atestado médico e o termo de responsabilidade preenchido (no check-in);
  • Gestante a partir da 36ª semana até o término da 37ª semana de gestação: é preciso apresentar atestado médico, termo de responsabilidade preenchido e o MEDIF, um formulário médico para passageiros com necessidades especiais e gestantes. Este formulário é fornecido pela Avianca (através do site da empresa). Ele será analisado pela companhia aérea, que informará à passageira gestante se ela poderá viajar e quais as condições;
  • É necessário o envio do formulário médico (MEDIF) para o e mail: medif@avianca.com.br. O documento deve ser enviado com antecedência máxima de 72 horas do horário previsto de partida do voo, digitalizado e assinado pelo passageiro (ou seu representante legal) e pelo médico. Para ser válido, o certificado (MEDIF) deve ser datado no prazo máximo de 10 dias que antecedem a data programada para o voo inicial do passageiro;
  • Gestante a partir da 38ª semana de gestação: também é preciso apresentar o atestado médico, o termo de responsabilidade preenchido e o MEDIF, porém também é obrigatório o acompanhamento do médico assistente durante a viagem. Gestantes a partir da 40ª semana não podem embarcar;
  • O atestado médico deve conter idade gestacional, data provável do parto e declaração do médico assistente informando que a gestante está apta ao voo. A data de emissão deve ser dentro dos 7 dias que antecedem a viagem.
  • No caso de gravidez de risco ou gestação múltipla, as regras são mais específicas.

Dicas essenciais:

#1 Na hora de compor a mala, opte por peças mais confortáveis;

#2 Mantenha todos os contatos importantes a sua disposição, como seu médico, seguro e etc;

#3 Leve medicamentos necessários, que seu médico tenha autorizado, para possíveis enxaquecas, náuses, enjôos, azias e dores musculares;

#4 Descanse antes da sua viagem, não prolongue várias horas sem dormir. Mantenha-se bem hidratada e bem alimentada;

#5 Evite comer alimentos crus e muito diferentes do seu costume;

#6 Evite refrigerantes antes e durante a viagem, pois não é indicado;

#7 No avião, opte por sentar no corredor, normalmente gestantes sentem mais necessidade de ir ao banheiro;

#8 Para evitar os inchaços é indicado usar meias de compressão para auxiliar na circulação. Beba bastante água, mantenha-se hidratada;

#9 Use e abuse do protetor solar (gestantes tendem a ficar com a pele manchada devido a progesterona);

#10 Não esqueça o repelente;

#11 Caso tenha muitos insetos, utilize calças e roupas de mangas compridas. Evite escolher destinos que tenham focos de surtos de Zika e Febre Amarela, caso não seja vacinada;

#12 Considere fazer pequenas caminhadas durante a viagem, ficar muitas horas deitada não faz bem para a sua saúde.

Leia mais:
:: Mulheres viajantes: por que não colocar o pé na estrada sozinha?

Leia mais
Comente

Hot no Donna