Luis Felipe Di Mare: básico? Non!

Eu vivo de calça preta e camiseta preta. Normalmente a bolsa e os sapatos também são do mesmo tom. Esse é praticamente meu uniforme de segunda à sexta. Vou na monocromia, mas não deixo ela ser chata. Percebo que existem várias pessoas que como eu apostam em pequenos detalhes que funcionam como a voz do estilo ou até do clima pessoal. Há sempre um toque que transforma o básico no nem tão básico assim. O pulseirismo continua rolando, mas agora também vejo sobreposição de colares. O top pode ser cropped e de telinha transparente, afinal é verão. A tradicional camisa branca pode aparecer como uma capa. É dramático, mas ao mesmo tempo interessante e chique, como no caso dessa mulher que fotografei (abaixo). Já rolam bolsas em dose dupla (como vimos nas passarelas de Paris!). Em geral, se elas não usam várias mini bags juntas, investem numa bolsa grande, clássica, e pedem pra customizar. Isso é personalização! Eu adoro e vocês?

5

1

3

4

Leia mais
Vídeos recomendados
Comente

Hot no Donna