Agora Sou Mãe: manual de boas maneiras na maternidade

Paloma Schnell, divulgação
Paloma Schnell, divulgação

É normal as mulheres passarem por alguma saia justa ou situação desconfortável na maternidade. Pode ter aquela visita que fala muito alto, aquela que não vai embora, ou então que leva uma excursão inteira pra conhecer o bebê de uma só vez! Quem nunca ouviu uma história assim? O momento é festivo e de pura alegria, mas não é uma festa!

Essas situações acontecem muitas vezes por pura e simples falta de informação. As pessoas podem estar cheias das melhores intenções, mas nem sempre sabem o que fazer nessas horas. Escolhi então algumas dicas básicas para quem vai visitar o recém-nascido na maternidade e quer passar longe de fazer papelão.

1 – Intimidade: Entenda que o momento é da família (pai, mãe e bebê), mas quem pariu e está sensibilizada é a mãe. Se você é mais íntimo do pai da criança e não tanto da mãe, sempre pergunte o que fazer, seja mais cauteloso. Sim, o filho é dos dois, mas nesse momento o bebê ainda é parte da mãe e depende unicamente dela. Lembre-se também que o parto é um procedimento cansativo e muitas vezes cirúrgico. A mulher está em período de recuperação.

2 – Sem Surpresas! Todo mundo ama uma surpresa, exceto na maternidade. Ligue antes de ir, cheque o melhor horário, veja se não vai atrapalhar o descanso da mãe. Não custa nada e é imprescindível. Pergunte também aonde a mãe prefere ser visitada: na maternidade ou em casa. Caso ela prefira em casa, espere pelo menos uns 20 dias para fazer a visita, a não ser que tenha muita intimidade.

3 – Sempre higienize as mãos. Lave as mãos antes de entrar no quarto. Depois de entrar, procure o álcool gel mais próximo de você. Provavelmente vai ter um dando sopa por lá.

4 – Fale baixo. Não precisa sussurrar, mas dispense o megafone que há dentro de você! Perceba o ritmo da mãe e da criança e dance conforme a música. Se a mãe estiver falando baixinho, é um sinal de que ela espera o mesmo de você.

5 – Faça visitas breves. As primeiras visitas devem ser rápidas (20 a 30min), a não ser que a mãe peça para que você fique ou que seja muito íntimo dela.

6 – Se quiser pegar no colo, peça para a mãe. Tem gente que acha falta de educação pedir pra pegar o bebê. Eu acho bastante indelicado quando a pessoa tem pouca intimidade (e lá vem a intimidade de novo!). Caso contrário, não vejo problema em pedir. Mas pegar sem pedir, jamais hein!

7 – Sempre deixe mãe e bebê a sós na amamentação. Amamentar pode ser muito difícil no início, além de representar um dos primeiros momentos de ligação e intimidade entre a mãe e o bebê. Acho delicado deixá-los a sós, sem exceção.

8 – Não leve crianças. Maternidades, hospitais, clínicas e afins não são bons lugares para levar crianças. Sem falar que a criança pode incomodar de alguma forma. Deixem para apresentar o bebê aos pequenos em outra oportunidade.

9 – Não use perfumes ou cheiros fortes. Se é fumante, faça uma boa higiene bucal e nas mãos para não ficar com o cheiro.

10 – Perguntas! Por mais que eu tenha citado algumas dicas comuns à grande maioria, existem pessoas e pessoas. Não dá pra levar ao pé da letra e nem tudo pode funcionar. Não tenha vergonha de perguntar, eu prefiro pecar pelo excesso do que pela falta de perguntas. Bom senso nessa hora é importantíssimo!

E por fim, celebrar a chegada do bebê é o que realmente importa. Todo o resto é muito pequeno perto da grandiosidade que uma nova vida representa!

Leia mais
Vídeos recomendados
Comente

Hot no Donna