Mariana Kalil: Aprender a dizer não

“Não” resume-se a uma palavrinha bem pequena, mas o peso em nossas vidas é colossal. O problema é que muita gente não consegue pronunciá-la. Ela tranca na garganta. Em momentos sérios e também nas situações mais banais do cotidiano.

:: Confira outras colunas da Mariana Kalil em Donna

mulher-doidissima44-300x251-594x499
NÃO SAI

Por que tanta dificuldade em pronunciar um não? Pelo medo do conflito, pelo medo de perder uma oportunidade, pelo medo de parecer mal-educado, pelo medo de não ser cooperativo…

Afraid-woman-e1287540220785
MEDO, MEDO, MEDO

Também  pela pura e simples necessidade de agradar os outros. Como explica a psicóloga Maria de Melo, autora do livro “A Coragem de Crescer”, somos treinados a ter que agradar a todos, o que é uma armadilha perigosa, pois pode prejudicar tanto nossa vida pessoal e profissional.

livro

Aprender a dizer “não” nada tem a ver com egoísmo. Trata-se de amor-próprio – e amor-próprio nada tem de feio. É o amor próprio que faz com que não permitamos que nada nem ninguém tire de nós o valor que temos por nós mesmos. Ter amor-próprio é se admirar, é se valorizar, é se cuidar, é se respeitar, é ser importante para si mesmo.

dizer-não-291x300

São apenas três letrinhas: não. Apenas uma palavrinha pequena e negativa: não. Mas representa um grande limite entre o que queremos e desejamos fazer – ou não. Lembro de uma frase que a atriz Marília Pêra usou para exemplificar a importância de saber dizer não para ser mais feliz.

marilia
SAUDOSA MARÍLIA

Marília havia recusado um projeto importante, e uma atriz, em início de carreira, falou para ela: “Lógico que você pode dizer não, afinal, você é a Marília Pêra!”. Ao que ela respondeu: “É justamente o contrário. Eu só sou a Marília Pêra porque aprendi a dizer não”.

No

Há uma maneira prática de começar a treinar para aprender a dizer “não”. Basta se perguntar: entre você e o outro, quem você escolhe? Cada “não” que você disser para o outro, é um “sim” que está dizendo a você. “Eu não estou a fim de ir ao cinema”, “eu não quero assistir o jogo”, “prefiro não ir ao parque”, “não gostaria de viajar”, “não poderei acompanhá-lo”, “não posso dar carona hoje”. Quando todos esses nãos e outros tantos desengasgarem da garganta, sempre de forma delicada e elegante, uma vida mais saudável se apresentará.

bento1120
EU NÃO QUERO TOMAR BANHO

mana
EU TAMBÉM NÃO

olivia10
EU NÃO QUERO COMER RAÇÃO

mulher-blusa-vermelha-nao-quero-ver2

ESTAVA DEMORANDO

:: Confira outras colunas da Mariana Kalil em Donna

Leia mais
Comente

Hot no Donna