Mariana Kalil: Essa tal felicidade

Ao comprar uma casa, um carro, uma joia ou até mesmo uma blusinha basiquinha é normal sentir prazer, vai dizer? O consumo de bens materiais desperta esta sensação – e isso não sou eu que estou dizendo, mas os profissionais especializados na mente humana.

Brain
ESSA COISA TÃO COMPLICADA…

Porém, a pergunta que fica é a seguinte: bens materiais representam de fato a felicidade? Não, não e não. Felicidade é um estado de alma que não consiste em ter as coisas, mas em ser aquilo que a gente almeja. Ela é um estado interno duradouro, não momentâneo. Picos de alegria não representam necessariamente a felicidade.

homem-no1
ALEGRIA NÃO É FELICIDADE

A psicóloga e psicoterapeuta Maura de Albanesi me explicou que a felicidade vem de um estado perene de aceitação dos fatos como são e, desta forma, nos sentimos gratos da forma como são. Mas atenção: isso não implica em não nos esforçarmos para melhorarmos enquanto pessoas, sem que isso seja uma tortura, mas um ato de prazer.

*****

A felicidade vem junto com prazer em tudo o que fazemos. Consiste em trazer para o dia a dia o gosto de viver das coisas como elas são e não como elas deveriam ser segundo o nosso julgamento. Não importa o externo. A felicidade é algo interno. Bens materiais, viagens e outros júbilos da vida, por si só, não fazem com que alguém seja feliz.

*****

Sobre essa “obrigação” de ser feliz, a psicoterapeuta explica que também surgem questionamentos e cobranças como “você tem que ser feliz”, “por qual motivo você não é feliz?”, “você é uma pessoa bonita e bem-sucedida na carreira e está reclamando?”.

mulher-doidissima5-594x4994
VAI CUIDAR DA TUA VIDA!!!

Nós temos muitas opções externas e pouca atenção damos ao que adquirimos internamente. Com isso, a felicidade vai se distanciando. Motivo: o conceito de felicidade imposto pela sociedade, que propõe o consumismo como forma de chegar à felicidade.

Attractive Young Woman Excited With Shopping Bags
COMPRAR, COMPRAR, COMPRAR

Nessa roda-viva que entramos sem tempo de parar para refletir, passamos a achar que “ter alguma coisa” significa ser algo. A própria palavra diz “ser feliz” e não “ter felicidade”. A palavra “ter” vem de um ganho externo e o “ser’” vem de um ganho interno. A sociedade propõe uma felicidade inatingível e, quanto mais temos esta visão, mais queremos.

Excited Shopping Woman isolated on white
COMPRAR, COMPRAR, COMPRAR

Pedi a Maura de Albanesi que definisse, afinal, o que é a felicidade. Diz ela: “Creio que a felicidade é uma decisão. Nós decidimos ser felizes ou decidimos ser infelizes, independentemente das coisas que acontecem”. Pedi a ela também que desse algumas dicas práticas para a gente buscar ser cada vez mais feliz. E quer saber? Não é nada difícil!

bento1124
FALAR É FÁCIL

  1. Fazer o que se gosta: ter momentos de lazer, aprender a ter prazer na vida.
  2. Aplicar nos relacionamentos: investir tempo em construir relacionamentos sociais e amizades.
  3. Conhecer novos lugares: fazer coisas diferentes nos lembra que estamos vivos e nos permite ver a beleza das coisas.
  4. Desenvolver a espiritualidade: desenvolver a transcendência e não se apegar tanto às questões materiais. Saber que a matéria é necessária, é fundamental, mas não essencial.
  5. Paz de espírito: essencial, pois adquirimos esta paz no desenvolvimento do nosso autoconhecimento e espiritualidade, que nos traz esperança, tolerância e fé.

papaleguas
PARTIU SER FELIZ?

Leia outras colunas de Mariana Kalil
:: Nem 8 nem 80
:: Viagem na janela

:: Suspiro, logo existo  

As últimas do Donna
Comente

Hot no Donna