Mariana Kalil: Sem noção

(Reprodução)
(Reprodução)

Não sei em que planeta vive essa gente que senta em restaurantes para pedir vinhos de US$ 100 para cima e acha que todos à mesa são obrigados a dividir a conta. Deve ser em um planeta com água potável, energia e luz elétrica, pois este planeta anda super- habitado.

:: Confira outras colunas da Mari Kalil em Donna

almondegas16
HAJA GENTE SEM NOÇÃO!

Conheço pelo menos uma meia dúzia de histórias neste sentido. Algumas aconteceram comigo. Trata-se de uma experiência bastante desagradável. Uma delas: fui convidada por uma amiga para ir com mais três amigos dela a um restaurante em São Paulo. Pedi uma pizza individual e bebi três chopes. Paguei quase o preço do supermercado do mês.

enxaqueca21
UMA CONTA INESQUECÍVEL

Um rapaz sem noção havia ingerido com sua companheira sem noção duas garrafas de vinho. Até aí tudo bem. Não queriam beber chope. Só que escolheram os vinhos top do cardápio – garrafas de três dígitos – sem nos consultar. E resolveram que, como estávamos todos juntos no programa, repartiríamos a conta em partes iguais.

chocada9-245x300
HÃ??!

Ahhhhhhh!!
O QUE TU RESPONDEU, MARIANA?

Eu fiquei tão, mas tão, mas tão chocada que não consegui dizer nada. Paguei e fiquei digerindo aquela falta de educação, de respeito, de deselegância, aquela sem-vergonhice pelas semanas seguintes. Prometi que nunca mais cairia nesta armadilha.

banana-clássica
AQUI, Ó!

Dia desses, um casal de amigos me contou que foi convidado para ir a um restaurante bacana pelos novos vizinhos do prédio. Qual não foi a surpresa ao descobrir, já à mesa do lugar, com o guardanapo no colo, que a vizinha e o vizinho gostavam de pedir o vinho mais caro do cardápio porque “não bebem qualquer coisa”.

mulher-desconfiada1
OI??!!

Meus amigos ainda tentaram mostrar que existem excelentes vinhos de custo-benefício ótimo, sugeriram outras opções, mas não teve jeito. Como eu, foram pegos de surpresa na estreia de um jantar com gente sem noção – e ficaram sem reação.

bento1123
DEVIAM TER ME CHAMADO

Resumindo a história: tiveram que dividir a conta de alguns mil reais. Estão até hoje tomando Cefaliv para enxaqueca.

WOMAN-ANNOYED-facebook-752x376
E DÓI…

586crazy-woman-calls-her-ex-boyfriend-65000-times-1050998-flash-1050998-flash3
COMO DÓI….

Sou entusiasta de dividir contas, sim. Quando vou a um restaurante com amigos, escolhemos os pratos, combinamos as entradinhas que vamos experimentar em conjunto e também o que vamos beber. Se todos vão beber vinho, combinamos qual será este vinho e se todos estão de acordo com a bebida e o seu valor. Não há nada de feio, de mal nisso.

mulher-nova-gritando-feliz-thumb894324812
A VIDA COMO ELA É

Feio, deselegante, chato, grosseiro, indelicado, mal educado é querer botar banca de bacana e não arcar (sozinho) com o preço que isso custa – e custa caro. Quer se exibir? Então, paga a conta, ora bolas! Aliás, paga a conta inteira, vai dizer? Se tem cacife para beber vinhos caríssimos, tem cacife para convidar e bancar a companhia ao redor.

Woman-confused31
NÃO FAZ SENTIDO?

Outro amigo me contou que tentaram aplicar a armadilha nele, que estava em uma mesa com mais sete pessoas. Rápido que é, saiu na frente: quando percebeu que seus argumentos não valeriam de nada diante daquela única pessoa sem noção, chamou o garçom e pediu educadamente que fizesse uma comanda separada para ele. Perguntou educadamente se havia alguém na mesa que gostaria de seguir o mesmo sistema.

:: Confira outras colunas da Mari Kalil em Donna

mulher-positivo-581x499
TODOS CONCORDARAM

woman-question18
O QUE ACONTECEU COM O SEM NOÇÃO, MARIANA?

olivia10-350x4992
MUDOU DE IDEIA

transwomenashumor4PEDIU KEEP COLLER

 

Leia mais
Vídeos recomendados
Comente

Hot no Donna