Piangers: “Criar um idiota é um trabalho fácil, exige apenas maus exemplos”

Foto: Pexels
Foto: Pexels

É um trabalho fácil que não exige tempo nem dedicação. Apenas péssimos exemplos. Comece se esforçando para ser um idiota, você mesmo. Desrespeite tudo. Tenha um bebê com uma pessoa de quem você não gosta. Assim que nascer, mostre aos outros dizendo: “Este vai ser comedor!”. Deixe seu filho na frente do tablet desde cedo. Patati Patatá em looping no iPad, televisão durante o dia todo. Ofereça seu celular para seu filho ficar no YouTube, enquanto você cuida das coisas importantes da sua vida.

Não perca tempo interagindo com o bebê. Não estimule, não crie conexões afetivas. Contrate uma babá. Se ela não puder dormir no serviço, contrate outra. Arrume uma creche que funcione no fim de semana. Você tem que descansar. Tenha pessoas para cuidar do seu filho o tempo todo. Esteja sempre ocupado.
Substitua sua presença por brinquedos. Dê tudo o que seu filho pedir. Use seu filho como sinal de status, mostrando a todos as roupas caríssimas que ele usa. Faça festas monumentais de aniversário. Não se envolva na escola do seu filho. Destrate garçons, motoristas e atendentes na frente de seu filho. Jogue lixo pela janela do carro. Beba e dirija. Dê um iPhone de última geração antes de ele completar 10 anos. Reforce sua aversão ao diferente, demonstrando nojo de qualquer pessoa que seja de outra classe social, tenha outra cor ou pense de forma diferente de você. Diminua as mulheres, com comentários e piadas.

Revolte-se com qualquer pessoa que avise que você está cometendo erros na criação de seu filho. Brigue com professores que ousarem dar nota baixa para seu pequeno gênio. Desafie psicólogos. Diminua a opinião de especialistas. Permita que ele tenha uma adolescência de excessos. Que beba cedo, seja o primeiro da turma a ganhar um carro, antes mesmo de completar 18 anos. Incentive-o a ser macho: que brigue em festas, ande armado, dirija em alta velocidade. Bata palmas quando destruir carros, atropelar pessoas, escapar de blitz. Desrespeite qualquer policial que tente punir seu filho. Pague as multas e
as fianças.

Sustente seu filho até ele fazer 30 anos. Arrume um emprego pra ele na empresa. Coloque-o em um cargo de chefia. Entenda que todos tentaram ser injustos com ele, mas ele é uma pessoa boa. Tudo o que ele conseguiu foi por esforço próprio. Vai ser uma pessoa de bem, como você.

Leia mais colunas do Piangers:
:: Piangers: Mães, parem com essa história de “Deixa que eu lavo a louça”. Vocês já fizeram demais por nós
:: Quinze anos depois, me separar da minha mulher seria a coisa mais triste da minha vida
:: Amor de pai e mãe é cheio de culpa. Não sabemos nunca se estamos certos

Leia mais
Comente

Hot no Donna