Piangers: O bebê que nunca para de chorar

Foto: Pixabay
Foto: Pixabay

Então eu tinha chegado do trabalho, e a Ana me disse que a bebê não tinha parado de chorar durante o dia todo. Pai bobo, você se sente meio super-homem, pensa: “Deixa que eu faço ela dormir rapidinho”. Pega a bebê no colo, balança a criança como se a mãe não tivesse feito isso antes e, três horas depois, reconhece: “Realmente, ela não para de chorar”. A partir daí, serão os dois pais se alternando, colo pra um, colo pro outro, ambos tentando as mais variadas técnicas para fazer um bebê parar de chorar, sem sucesso.

Mais colunas do Piangers?
:: Alguém aí disse doce?
:: Falta de foco

O choro de uma criança, eu li uma vez, é um som desenvolvido para criar nos pais um sentimento de terror e pânico, em uma época em que uma criança indefesa no meio da floresta precisava sempre de atenção. Sempre me questiono se, já que agora moramos em apartamentos aconchegantes, não seria o caso do choro do bebê evoluir para um pedido calmo e educado, tipo um “Papai, mamãe, alguém poderia me ajudar?”. Um dia chegaremos lá, se Darwin quiser.

“Já sei! O carro! O bebê sempre dorme no carro!” Então é meia-noite e você está com um bebê chorando no banco de trás, passeando pela cidade. O bebê continua chorando, você já tentou trajetos retilíneos e cheios de curva, subidas e descidas e colocar uma música alta no som do carro, mas tudo isto só piorou o choro. De madrugada, quando volta pra casa com o bebê ainda chorando, sua mulher abre a porta e pergunta: “Não funcionou?”.

Troca de fralda pela milésima vez, dá um banho morno pela milésima vez, oferece leite e chupeta pela milésima vez. Está amanhecendo e sua única esperança é que às 8h da manhã abre a creche, você vai poder passar esse pepino pra outra pessoa. Você toma banho
com o bebê chorando, vai até o carro com o bebê chorando, dirige até a creche com o bebê chorando, tira o bebê-conforto do banco de trás e leva-o até a professora da creche, que olha para o seu bebê e comenta: “Que anjinho!”.

E, neste momento, você percebe que seu filho acabou de dormir.

Veja todas as colunas do Piangers para o Donna

Leia mais
Comente

Hot no Donna