Queridinho das atrizes, Zuel Ferreira afirma que o papel do stylist de famosas é sinalizar, não impor peças | Fashion Fama

A maioria das artistas famosas conta com um stylist que as ajuda a escolher o que vestir para festas e eventos – momentos em que elas têm de estar deslumbrantes. Mas se você pensa que esses profissionais são os únicos responsáveis pelos looks das celebs, está enganada. Um dos maiores nomes da área no Brasil, o stylist Zuel Ferreira afirma que o papel do stylist não é impor tendências e peças, mas sim sinalizar e sugerir ideias, respeitando o gosto da cliente. O profissional, que faz parte da dupla Juliano Pessoa e Zuel Ferreira, atende atrizes como Grazi Massafera, Bruna Marquezine, Paolla Oliveira e Cleo Pires e esteve em Porto Alegre e falou com exclusividade para o Fashion Fama

:: Radar do estilo alheio: como funciona o trabalho de um stylist

Zuel e Juliano são uma dupla tanto na vida profissional quanto na vida amorosa – os dois são casados há 12 anos. O primeiro veio a Porto Alegre em agosto e falou sobre a carreira e a relação com as clientes famosas. Leia a entrevista completa:

Como você e Juliano começaram a carreira e passaram a trabalhar com atrizes?
Zuel Ferreira: Nós já éramos casados e já trabalhávamos com moda, mas em lojas. O Juliano fez um curso no Giovanni Frasson, que é diretor de moda da Vogue hoje, e então foi trabalhar com ele na Vogue.

Cada um tem o seu timing, mas tem um momento de cortar o cordão umbilical, e nesse período não tinha como fugir disso – a gente já trabalhava em dupla, era casado, morava junto, a dupla já existia. E depois disso, nós começamos a trabalhar com celebridade – e aconteceu da maneira mais inusitada. Hoje, você vê muita gente de moda cuidando de celebrity, mas antes não era assim. A gente fugia um pouco disso porque não conhecia o mercado, mas duas coisas nos fizeram entender um pouco melhor. Nós fomos convidados e ficamos cinco anos fazendo a produção de moda para as campanhas da Hering – e foi um período em que a Hering começou a apostar nas celebrities. E quem fez, de fato, a gente trabalhar com celebridades foi a Alinne Moraes. Nós fizemos alguns trabalhos publicitários com ela aqui em Porto Alegre, e ela estava prestes a ir para Nova York – ela ia apresentar um Emmy Internacional (em 2010). Foi a primeira vez que a gente vestiu alguém para um evento fora. Ela foi com um vestido preto Blumarine, bem sexy, tinha uma fenda. Além disso, ela pediu para a gente montar outros looks para outros compromissos, e nós achamos aquilo muito legal.

01zuel_juliano_instagram_rep
Zuel Ferreira e Juliano Pessoa

Logo depois, nós fizemos um trabalho para a revista Criativa com a Paolla Oliveira para a capa. Nesse mesmo dia, ela confirmou que seria protagonista da novela das 20h – Insensato Coração – e nos convidou para fazer o styling dela. A partir daí, começamos a trabalhar full time com a Paolla e com a Alinne. A partir disso, as coisas foram surgindo. Hoje, trabalhamos com a Grazi Massafera, a Paolla, a Cleo Pires (esporadicamente), a Bruna Marquezine, a Bianca Bin.

Mais Fashion Fama
:: Maria Ísis, Cristina e Naná: a moda da novela Império
:: 4 famosas que arrasam nos looks – e 1 que nem tanto 
:: De viseira a ugly sandal, as tendências que estão bombando

O estilo pessoal das atrizes influencia nas escolhas que vocês fazem para elas? Elas participam da escolha dos looks?
ZF: Sem dúvidas. Nós temos que respeitar a silhueta de cada uma, o gosto pessoal, porque quem vai estar ali na frente dos holofotes são elas. Elas têm que se sentir confortáveis. A nossa missão é, dentro do estilo de cada uma, levar aquilo que é mais bacana. E sinalizar, isso sim, looks e silhuetas que a gente acredita que vão funcionar para elas e levar novidades.

04juliano_angelica_instagram_rep

As personagens que elas estão interpretando nas novelas influenciam as peças que você escolhe para os eventos?
ZF: Não diretamente, talvez de forma indireta. Nós não conseguimos acompanhar as novelas, mas acabamos sabendo do “bochicho” sobre elas, porque as atrizes estão vivendo aquilo. Isso às vezes acontece indiretamente, nas peças de roupa que elas vêem – como elas já estão tão por dentro do figurino, muitas vezes elas até levam essas ideias para fora da trama.

De repente, a personagem influencia um pouco – a atriz se descobre um pouco através daquela personagem. Talvez, na ficção, ela vista uma peça que nunca tinha vestido antes e se descubra linda, levando isso para a vida. A Paolla pegava muita coisa da Marina para a vida dela. Por que é uma coisa que você leva durante oito, nove meses, e acaba pescando. Estilo pessoal é isso, você vai pescando de onde você puder.

03zuel_juliano_paollaoliveira_instagram_rep

Para estreia de novela, nós procuramos saber o local, se é no Rio ou em São Paulo, se está quente ou se está frio. O momento delas também influencia – se elas estão um pouco mais femininas ou não. Vocês são um bicho complicado, mulheres! Tem horas que estão se sentindo mais sexy. Em outro momento, vocês estão um pouco mais intimistas.

Existem peças que são proibidas para certas atrizes?
ZF: Não. De uma maneira geral, cada uma acaba se marcando por um estilo, mas nada impede de que elas usem silhuetas diversificadas. De repente, uma atriz vai a em um evento de saia lápis e, em outro evento, de saia evasê. Nós sempre vamos procurar ver se o resultado geral funcionou, e às vezes a gente se surpreende. Nós usamos na Bianca Bin uma saia lápis mídi, não era a intenção – tínhamos pensando anteriormente em um vestido curto porque ela está com pernas lindas. Então, em um primeiro momento, a gente não pensaria uma saia lápis mídi na Bianca. Mas não, a gente resolveu esconder as pernas naquele momento e mostrar em cima. Então, não tem regras específicas.

Fotos: Juliano Pessoa e Zuel Ferreira/Instagram/Reprodução

Leia mais
Comente

Hot no Donna