Racismo em propaganda da Dove: como a mídia nos atinge

Reprodução
Reprodução

A mídia é uma ferramenta criadora de opinião. É a principal fonte de informação e entretenimento humano e pode contribuir para o processo de massificação de qualquer ideia, então, apesar de levar a informação pra todos, também pode ser perigosa quando o conhecimento passado é carregada de preconceitos.

Pois no final da última semana a marca Dove, da Unilever, que tem tomado uma posição tão interessante nos últimos anos em relação a real beleza feminina, valorizando mulheres de diversos corpos, cores e cabelos fizeram uma ação que pode ter uma interpretação extremamente racista.

Campanha Dove Real Beleza, 2013. Foto: Reprodução

Em uma campanha no Facebook de um sabonete líquido da marca, há a representação de uma mulher negra com uma camiseta marrom que utiliza o produto e se transforma em uma mulher branca com blusa branca (como na imagem inicial). Na realidade, a ideia me pareceu que o sabonete poderia ser usado por qualquer pessoa, mas o que transmitiu mesmo foi a imagem da pessoa negra como suja. E isso é um absurdo sem tamanho. A responsável pelo anúncio foi a Dove americana que, com a repercussão negativa, tirou do ar a publicidade e se desculpou.

Aqui no Brasil, a questão também ecoou e a Maíra Azevedo (@tiamaoficial), jornalista e youtuber que luta pelas causas negras pela qual tenho enorme admiração, fez um post em seu Instagram que me tocou e transmitiu muito do que eu penso em relação a mulher negra:

Somos preteridas! Não é minha opinião, os dados estáticos comprovam isso! Sistematicamente, mulheres negras tem a solidão como companhia preferencial! Somos escolhidas para coitos casuais, as escondidas. Poucos e poucas são aquelxs que nos dão a mão, ou nos beijam em público. Estamos só! Somos abandonadas….e na maioria das vezes, o abandono acontece após um bom período de dedicação e entrega. E quando abordamos o tema…tentam nos fazer acreditar “que não é bem assim” . E um dos argumentos utilizados é a frase célebre “o amor não tem cor” e que a paixão é desenvolvida sem uma explicação lógica. As pessoas se apaixonam e pronto! Bom, não é assim! Gosto, preferência é uma construção social. E somos educadxs, orientadxs a criar a imagem da pessoa “certa pra casar” e essa pessoa não tem a pele preta! E é aí que a publicidade, a mídia participa da construção das estatísticas que atestam nossa solidão! Nossas caras pretas seguem sendo invisíveis. É lógico que temos avanços, mas o racismo insiste em nos mostrar que somos excremento, a sujeira que precisa de limpeza! E quem quer casar com o que não presta ou com o que não existe? Porque se nos retratam como o que há de pior…Como esperar que nos olhem como seres que merecem amor??? Uma empresa de cosméticos como a @dove faz uma campanha RACISTA! Não só racista, ASSASSINA! Nos matam quando nos ridicularizam. Dão também o recado que somos aquelas que devem ser apagadas, LIMPAS das histórias. E assim…contribuem para que muitas de nós aceitem qualquer coisa, no quesito afetividade. Ou então sigam tendo como par a solidão. A dove nos deu uma amostra do seu pensamento racista. Ao ser questionada, tirou a campanha do ar, mas já fez o estrago. Nem se preocupou em se desculpar. A nossa dor não importa, nem comove! Quem cura nossas chagas? Nossas feridas causadas pelas perversidades do racismo? É isso que precisamos limpar, tirar da prateleira tudo aquilo que nos mata! Para quem diz que o amor não tem cor…Faço o convite “vista a pele preta” e desfile na companhia da solidão. #dove #solidaodamulhernegra #afetividade #mulhernegra #mulherpreta

Uma publicação compartilhada por Maíra Azevedo (@tiamaoficial) em

Atitudes assim não podem ser engano, com certeza quem trabalha com marketing entende a situação do mundo e deve prestar serviço a todos para o bem, justamente por saber da influência que tem sobre as pessoas.

Não podemos fechar os olhos para a publicidade racista.

 

Leia também
:: 15 it girls negras brasileiras para você começar a acompanhar agora

:: Não é “morena”, não! Por que você não deve ter medo de chamar uma pessoa negra de negra
:: 10 cabelos de Beyoncé para inspirar as cacheadas, crespas e lisas também

Leia mais
Vídeos recomendados
Comente

Hot no Donna