Taís Araújo entra para o time de mulheres negras a participar do TEDx

A atriz Taís Araújo fez sua primeira participação neste último sábado (12 de agosto) no TEDxSão Paulo. Ela recebeu o convite por ser uma figura importante no empoderamento negro feminino, além de ser a primeira atriz negra a ser protagonista na televisão brasileira (Xica da Silva, em 1996) e usar suas redes sociais para propagar indagações necessárias nos dias de hoje.

Seu discurso falou sobre a criação de seus filhos sabendo o que eles provavelmente enfrentarão na vida por serem negros, divulgou suas ideias sobre a maior herança da sociedade, que é a desigualdade, e deixou uma mensagem que o que nos falta e deveríamos ter de sobra é o afeto.

Resultado de imagem para tedx tais araujo

Rafa Prada/ Via Twitter

O evento tem como objetivo disseminar ideias e compartilhar experiências inspiradoras para gerar discussões profundas e reflexões entre os participantes. O TEDxSãoPaulo tem licença de TED, uma organização sem fins lucrativos que é referência mundial em disseminação de ideias. O tema dessa edição foi a educação.

O mais interessante do evento é conhecer pessoas incríveis que provavelmente grande parte das pessoas não conheceriam. Taís é uma pessoa famosa, claro, mas nem todos que participam têm tamanho espaço na mídia. É impressionante ver quantas cabeças pensantes e ativistas em suas causas existem e o quanto elas têm a nos ensinar.

Leia também
:: Taís Araújo é escolhida pela ONU para defender direitos das mulheres negras

Taís se junta a um grupo de mulheres negras fortes, inteligentes e compartilhadoras de vivências que já participaram do TEDx no Brasil em outras edições. Como por exemplo: a estudante e youtuber Nátaly Neri (foto), a estudante e ativista Stephanie Ribeiro, a atriz e Defensora dos Direitos das Mulheres Negras na ONU Mulheres Brasil Kenia Maria, a diretora da ONG Instituto Identidades do Brasil (ID_BR) Luana Genot, a advogada e coordenadora do SOS Racismo na Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo Eliane Dias, a artista, embaixadora cultural e atriz Juliana Luna, a escritora Ana Paula Lisboa, a escritora Anamari, a antropóloga Angela Domingos Peres, a ativista feminista e fundadora do Desabafo Social Monique Evelle, a designer e comunicadora Diane Lima, a poeta e produtora cultural Mel Duarte, a filósofa Djamila Ribeiro, a bacharel em Ciência da Computação e estudante de teatro Gláucia Costa e a graduada em história Joyce (Preta Rara), que participou também da última edição do TEDxSão Paulo. TIMÃO, né?

Resultado de imagem para tedx mulher negra

Nátaly Nery. Foto: Anderson Jesus

Os assuntos abordados por elas, respectivamente, foram: o preconceito, experiência de cura pela escrita, maneiras de falar sobre questão racial, trajetória de trabalho pela igualdade racial, desafiou de driblar a estatística determinante, busca pela identidade, relação do jovem na favela, sobre respeito, reflexão de novas formas de olhar e pensar, mito de ser feliz fazendo o que ama, promoção da solidariedade e ética nos processos de criação, a mulher negra, inclusão social e justiça, comunicação aliada a luta direitos humanos e experiência de trabalho como empregada doméstica.

É gratificante que um evento como esse, tão valoroso, dê espaço para o que nós mulheres negras temos a dizer. E muitos podem pensar “Mas por que não daria?”. O que quero dizer é que sim, estamos aqui e temos MUITO PARA FALAR e conhecimento para disseminar!

Assista o TEDx da Taís Araújo:

Leia também
:: Não é “morena”, não! Por que você não deve ter medo de chamar uma pessoa negra de negra
:: Dia da Mulher Negra: 10 ícones que lutam por visibilidade e reconhecimento
:: Celebração à representatividade: maquiadora produz ensaio apenas com modelos negras

Leia mais
Comente

Hot no Donna